Teleguiado (programa de televisão)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, comprometendo a sua verificabilidade (desde fevereiro de 2012).
Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto. Material sem fontes poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Teleguiado
Informação geral
Formato
Duração 30 minutos
País de origem  Brasil
Produção
Apresentador(es) Cazé Peçanha
Tema de abertura "Go Go Dancer", de Pizzicato Five
Exibição
Emissora de televisão original MTV Brasil
Formato de exibição SD
Transmissão original 3 de abril de 1995 - 30 de dezembro de 1999

Teleguiado foi um programa televisivo ao vivo e interativo que estreou de 1995 na MTV Brasil, apresentado pelo VJ da referida emissora Cazé Peçanha. Nele, Cazé telefonava para a casa de telespectadores previamente cadastrados, dando-lhes a oportunidade de pedir um videoclipe e, enquanto o vídeo era carregado, bater papo com o apresentador. A certa altura, Cazé começou a elaborar alguns quadros para o programa, que era diário, tal como o "Dia de Shiva" (em referência ao deus hindu da destruição, Shiva) e a "Alegoria da Caverna" (em referência à Alegoria da Caverna, de Platão), durante os quais abordava temas variados sobre filosofia e sociedade.

Produção[editar | editar código-fonte]

O horário inicial de exibição era 12h30 as 13h00, mas posteriormente foi transferido para o início da noite, entre 19:00 e 19:30. A cenografia insinuava o interior azulado de um foguete, com projeções espaciais pelas janelas. Em palco, apenas uma velha cadeira de barbeiro amarela com um teclado de computador anexado, um antigo telefone com um monofone assemelhado a um walkie-talkie e mais alguns poucos objetos. Cazé na maior parte das vezes se apresentava trajando um blazer e óculos amarelos, utilizando ainda um grande headset e uma buzina ao estilo Chacrinha. A música de abertura era um trecho de uma canção do Pizzicato Five.

A Escolha dos Clipes[editar | editar código-fonte]

Caso alguém pedisse um clipe que já havia passado naquela mesma semana (ou que por algum motivo não pudesse ser exibido), levava o famoso "Na Cara", quando o telefone era desligado "na cara" do telespectador. Já quando ocorria algum problemas com os telefones cadastrados, Cazé apresentava o chamado "telefone do precatório", quando os telespectadores não-cadastrados podiam ligar naquele momento. No caso de alguém não saber qual clipe pedir, ou quando conversava pessoas que desconheciam o programa, Cazé apresentava quase sempre um mesmo grupo de opções, no qual constavam Nine Inch Nails, Deftones, Roberto Carlos e Comunidade Nin Jitsu. Uma vez estabelecido contato com o telespectador e feita a escolha do videoclipe, a fitoteca da MTV já deveria estar completamente disponível para o programa, onde algum estagiário se encarregava de levar a fita com o clipe pedido para o switcher, a "mesa de corte" que colocava a fita no ponto. Quando surgia algum problema, Cazé era comunicado através de um ponto eletrônico, soltando um dos bordões do programa: "Alô base, qual é o problema?'". Ao longo de cada semana, fazia-se uma espécie competição em relação à origem dos clipes: "seleção nacional" vs. "seleção estrangeira", que costumeiramente vencia as "competições". O programa encerrou em dezembro de 1999, com um histórico programa onde Cazé destrói seu cenário e, logo após, é colocado em uma geladeira cenográfica por contrarregras da emissora.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]