Felipe Xavier

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Felipe Xavier de Castro Santos (São Paulo, 11 de janeiro de 1972) é um humorista e radialista brasileiro.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Felipe Xavier iniciou a carreira no rádio a convite do também humorista Marco Bianchi. Na época, Felipe cursava arquitetura na Universidade de São Paulo. Passou a apresentar, juntamente com Marco Bianchi e Paulo Bonfá, o programa Rádio Alegre na Rádio USP FM em 1991.[1]

Em 1995, o trio foi então contratado para apresentar um programa humorístico na Rádio 89 FM: Os Sobrinhos do Ataíde. Também apresentaram o programa Bola Fora, na TV Bandeirantes.[1]

O programa Os Sobrinhos do Ataíde foi extinto em 1999 e Felipe transferiu-se para a Jovem Pan, onde apresentou os programas "Homem-Cueca", "Boca Cheia" e "Selig". Ainda apresentou o MTV Rock & Gol durante dois anos na MTV Brasil[2][1].

Felipe Xavier foi contratado pela Rádio Mix FM em 2000, onde apresentou o quadro de humor "Chuchu Beleza",[3] até 2009, quando foi recontratado pela Jovem Pan. O sucesso do quadro levou Felipe a lançar CDs contendo histórias do programa: Dr. Pimpolho e Dr. Pimpolho Vol. 2, pela Universal Music. O programa é vendido para outras rádios. Chuchu Beleza virou programa dominical na Rede Gazeta exibido entre 1 de junho de 2014 e 22 de fevereiro de 2015 [4]


Montou a sua própria produtora em 2001, a Fxavier, a qual apresenta programas da Rádio 89 FM, além de criar jingles e spots para o mercado publicitário. Criou também a animação Vida de Plástico, inspirado em um episódio do seriado inglês "Absolutely Fabulous", em que apareciam bonecas dialogando durante um sonho de uma das protagonistas. Gravada em formato mini-DV, a animação utiliza bonecos e técnicas de stop-motion e computação gráfica. Foi exibida pela primeira vez na MTV Brasil em julho de 2000, dentro do programa Gordo à Go-Go, apresentado por João Gordo.Apresentou também o Blog 21 na Rede 21 , ao lado de Paola Orleans Xis Em 2007 a produtora passa a se chamar 72 Entretenimento. Além do programa “Chuchu Beleza”, a “72” produziu os programas de rádio: “Trip Eldorado” apresentado pelo editor da revista Trip, Paulo Lima; os programas “Fala Aí” com o doutor Jairo Bouer; o programa “A Bela e a Bola” com a apresentadora Renata Fan; e o programa “Cinema” com Rubens Ewald Filho.Em 2009 Felipe saiu da sociedade 72 Entretenimento e fundou sua nova companhia, a Galáxia Áudio e Filmes[5] Em 4 de janeiro de 2016 estreia a versão em desenho animado do Homem Cueca,exibido pela Rede Bandeirantes,antes da exibição noturna de The Simpsons[6]

Personagens[editar | editar código-fonte]

  • Peterson Foca - Sátira ao surfista Peterson Rosa, Peterson é um surfista desprovido de inteligência.
  • Valeska Cristina - Patricinha que fala gírias contemporâneas.
  • Pequeno Wilber
  • Homem-Cueca - "Super-Heroi" Mercenário de classe baixa que "ajuda" pessoas em tarefas não muito simples, porém geralmente prejudica a maioria delas para benefício próprio. Sua esposa é a Mulher-Calcinha, que vive o destratando por não ajudar nas tarefas domesticas. Seu filho é o Menino-Fralda, que prefere o caminho dos estudos e da honestidade e por conta disso é destratado pelo pai.
  • Doutor Pimpolho - Empresário de classe alta que vive de mau humor em sua empresa e vive xingando e demitindo seus funcionários, inspirado em Tutinha - dono da rádio Jovem Pan FM.
  • Cileide - Secretária de D. Pimpolho que sempre acaba sendo demitida.
  • Incrível Rosca - Um rapaz que acaba revelando seu lado homossexual reprimido ao ouvir palavras de duplo sentido. Sátira ao Incrivel Hulk[7]
  • Odemar - Político de tamanha honestidade, que por conta disso sempre perde as eleições.
  • Cigana Catita - Mística, apresenta o programa de rádio "Tenda Holística", sempre pedindo generosas contribuições aos participantes.
  • Super Shana - Super-heroína que ajuda suas amigas a se defenderem dos homens.
  • Carlito e Porpeta - Dois adolescentes conhecidos por serem grandes fãs do lutador Acéfalo Dias, geralmente vivem em encrencas.
  • Jonelson - Um adolescente desprovido de inteligência que vive aprontando e geralmente bota o seu amigo Cabeça em problemas junto.[8]
  • Naldinho - Um menino de 5 anos que vive aprontando.[9]
  • Robobo - Um robô bobo que mata todos que o irritam.
  • Rick de Boiol - Estilista homossexual que critica o mundo de hoje.[10]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c «Sobre». Chuchu Beleza. Consultado em 6 de agosto de 2011 
  2. «Felipe Xavier - A voz do humor». Revista World Tennis. Consultado em 6 de agosto de 2011 
  3. «O Incrível Rosca esmaga as rádios». Universo HQ. 28 de setembro de 2004. Consultado em 6 de agosto de 2011 
  4. «F5 - televisão - Felipe Xavier deixa a TV Gazeta e negocia levar Dr. Pimpolho para outra emissora». F5. 2 de fevereiro de 2015. Consultado em 5 de janeiro de 2016 
  5. «Felipe Xavier». Galáxia. 5 de janeiro de 2016. Consultado em 5 de janeiro de 2016 
  6. «'Homem Cueca' ganha versão em desenho animado na Band». Comunique-se. 4 de janeiro de 2016. Consultado em 5 de janeiro de 2016 
  7. «Incrível Rosca». Chuchu Beleza. Consultado em 6 de agosto de 2011 
  8. «Jonelson». Chuchu Beleza. Consultado em 6 de agosto de 2011 
  9. «Naldinho». Chuchu Beleza. Consultado em 6 de agosto de 2011 
  10. «Rick Du Boiol». Chuchu Beleza. Consultado em 6 de agosto de 2011 
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.