Nany People

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Nany People
Nany em 2018
Nome completo Nany People Cunha Santos
Nascimento 1 de julho de 1965 (55 anos)
Machado, MG
Residência São Paulo, SP
Nacionalidade brasileira
Estatura 1,72m
Ocupação Humorista, atriz e repórter
Período de atividade 1997-presente
Prêmios Lista
Página oficial
nanypeople.com.br

Nany People Cunha Santos (Machado, 1 de julho de 1965) é uma humorista, atriz e repórter brasileira.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nany nasceu em Machado, Minas Gerais, foi criada em Poços de Caldas, no mesmo estado, sendo filha de mãe caucasiana e pai negro - o que, segundo ela, foi motivo de discórdia entre seus avós maternos.[1] Nascida do sexo masculino , na infância sofria bullying no colégio e agressões físicas do pai pelo jeito feminino que já demonstrava.[2] Em uma das brigas, sua mãe virou a mesa em cima do pai para defendê-la e lhe disse: "As pessoas fazem com a gente o que a gente deixa, até quando a gente deixa".[2] Cursou o colegial com ênfase técnico, formando-se em química.[3] Em 1985 mudou-se para São Paulo para cursar teatro no Teatro Escola Macunaíma, tendo trabalhado como camareira e bilheteira de cinema para se manter até conseguir estabelecer-se como hosts em boates da capital.[4]

Durante esta época passou pela transição para drag queen - e posteriormente transexual - e, em 1992, escolheu o nome de Nany People, inspirada pela atriz e apresentadora Nâni Venâncio, de quem era fã.[5] Em 1995 chegou a fazer o tratamento para realizar a cirurgia de redesignação sexual, porém desistiu.[6][7] Além disso também formou-se em artes cênicas pela Unicamp.[8] Durante as décadas de 1990 e 2000 se tornou uma das mais famosas hosts das boates de São Paulo, além de uma das drag queens mais requisitadas para apresentações.[2]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Entre 1997 e 1998 foi repórter do Comando da Madrugada, apresentado por de Goulart de Andrade na Rede Manchete, ficando até o programa chegar ao fim. Em 1999 migrou para a Band ser repórter de Amaury Jr. no programa Flash. Entre 1997 e 2003 foi repórter da revista G Magazine em shows e eventos voltados ao público LGBT. Em 1998, atuou na peça "Um Homem é um Homem", com direção de Alexandre Stockler no Teatro Faap, em São Paulo e mais 16 cidades do interior de São Paulo. Em 2000 Goulart decidiu reviver seu programa na TV Gazeta e convidou Nany para retornar como repórter. Na rádio, entre 2000 e 2001 foi repórter dos programas Pânico, talk show humorístico de Emílio Surita, e Zíper, apresentado pelo médico Jairo Bouer sobre saúde sexual, ambos na Jovem Pan.[9] Em 2001 deixou a Band ao ser convidada por Hebe Camargo para ser repórter do programa Hebe, no SBT, onde fiou por seis anos.

Entre 2002 e 2005 foi repórter no programa Sexo Oral, também de Jairo Bouer na 89 FM A Rádio Rock, voltado a temática de saúde sexual.[10] Visando fixar-se na carreira de humorista, migrou para o elenco de A Praça É Nossa, onde ficou entre 2007 e 2009. Em 2007 produziu e estreou o stand up Nany People Salvou Meu Casamento e, no ano seguinte, Uma Aula de Amor e Muito Humor, com o qual viajou por dois anos. Em 2010, Nany participou da terceira temporada do reality show A Fazenda que é exibido pela Rede Record, na qual foi a quinta eliminada da competição.[11] Em 2011 reestreia o ImproRiso e se torna jurada do programa Cante se Puder, no SBT. Em 2017 se tornou repórter do programa Xuxa Meneghel na RecordTV.[12] Em 2018, Nany integrou o elenco da telenovela O Sétimo Guardião, da Rede Globo, interpretando a química transexual Marcos Paulo.[13] Em 2019, Nany participou da terceira temporada do talent show Popstar então exibido pela Rede Globo, na qual acabou ficando em 9.º lugar na competição.[14] Atualmente Nany People é jurada do Programa do Ratinho no quadro Dez ou Mil que acontece às segundas-feiras.[15]

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Televisão[editar | editar código-fonte]

Ano Título Cargo / Personagem Notas
1997-1998 Comando da Madrugada Repórter
1999-2000 Flash
2000-2001 Comando da Madrugada
2001-2006 Hebe
2002 SBT Palace Hotel Celeste Aída Especial de fim de ano
2007-2009 A Praça É Nossa Tagarela
2010 A Fazenda Participante Temporada 3
2011-2013 Cante se Puder Jurada
2014 É Natal, Mallandro! Nenê Especial de fim de ano
2015 #PartiuShopping Berengária Athaíde Brasil
Treme Treme Sheila[16] Episódio: "2"
2016 Xuxa Meneghel Repórter
2017 Xilindró Lady Pepeca Episódio: "O Incêndio"
Episódio: "O Pavilhão Rosa"
2018 O Sétimo Guardião Marcos Paulo Pionowiski[17][18]
2019 Popstar Participante[19] Temporada 3
2020 Programa do Ratinho Jurada Quadro "Dez ou Mil"

Cinema[editar | editar código-fonte]

Ano Título Personagem Notas
2002 Cama de Gato Transvestite
2006 Acredite, Um Espírito Baixou em Mim Andréa de Villon
2012 O Riso dos Outros Ela Mesma Documentário
2015 Hipóteses para o Amor e a Verdade Radialista[20]
2020 Quem Vai Ficar com Mário? Lana

Teatro[editar | editar código-fonte]

Ano Título Personagem Notas
1998 Um Homem é um Homem Dalva
2004-2006 Risorama Ela mesma Stand-up comedy
2007 Nany People Salvou Meu Casamento
2008-2009 Uma Aula de Amor e Muito Humor
2009-2012 ImproRiso
2011 Deu no que Deu
2012 Meninas Crescidas Não Choram Lilith Éden
O Incrível Dr. Green Jussara[21]
2013-presente TsuNANY Ela mesma Stand-up comedy
2015 Muito Mais Que um Stand-Up
2016 Caros Ouvintes Ermelinda Penteado
2017 Forever Young Enfermeira

Rádio[editar | editar código-fonte]

Ano Título Cargo Emissora
2000-2001 Pânico Repórter Jovem Pan
Zíper
2002-2005 Sexo Oral 89 FM A Rádio Rock

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Ano Prêmio Categoria Trabalho Resultado
2019 Melhores do Ano Atriz Revelação O Sétimo Guardião Indicada

Referências

  1. «Meninas, cheguei lá». Veja. 13 de março de 2002. Consultado em 21 de junho de 2016 
  2. a b c «Fiz a vida por sobrevivência, instinto e reflexo, diz a atriz Nany People». Folha de S.Paulo. Consultado em 22 de abril de 2020 
  3. «Querida do público, Nany People traz seu carisma ao Sem Censura». TV Brasil. Consultado em 22 de abril de 2020 
  4. «Participe da plateia do Persona em Foco com Nany People». TV Cultura. Consultado em 22 de abril de 2020 
  5. «Entrevista dada por Nany People a Revista Junior». Guia LGBTs. Consultado em 22 de abril de 2020 
  6. Rafaela Santos (28 de outubro de 2018). «Nany People estreia em novelas e fala de preconceito». O Globo. Consultado em 31 de outubro de 2018 
  7. Flávio Ricco (31 de outubro de 2018). «Nany People agora é Nany People também na carteira de identidade». UOL. Consultado em 31 de outubro de 2018 
  8. «Nany People - 12/10/2019 - Paulínia». Show Campinas. Consultado em 22 de abril de 2020 
  9. Prado, Magaly (16 de fevereiro de 2002). «De volta o sexo oral». Folha de S.Paulo 
  10. «Alegria, alegria». IstoÉ. Consultado em 22 de abril de 2020 
  11. «Nany People é a quinta eliminada de 'A Fazenda 3'». terra.com.br. Terra. 5 de novembro de 2010 
  12. Bastidores da TV. «Nanny People é contrada pela Record para ser repórter do "Xuxa Meneghel"». 07 de abril de 2016. Consultado em 28 de abril de 2016 
  13. «Nany People entrará em 'O Sétimo Guardião' como Marcos Paulo; Valentina ficará chocada ao vê-lo. Confira a primeira foto - Patrícia Kogut, O Globo». Patrícia Kogut. Consultado em 22 de março de 2019 
  14. «Nany People emociona web após performance no Popstar». tvefamosos.uol.com.br. UOL. 28 de outubro de 2019 
  15. «Evandro Santo, Nany People, Lola Melnyck e Alex Vaz participam do Resposta Premiada». sbt.com.br. SBT. 2 de outubro de 2020 
  16. «"Treme Treme na Paulista", com Fernando Caruso, Gustavo Mendes e Márcia Cabrita, estreia dia 1º de novembro no Multishow». blog.lineup.net.br. Consultado em 13 de novembro de 2015 
  17. Redação (12 de junho de 2018). «Nany People substitui Renata Sorrah na novela "O Sétimo Guardião"». Notícias de TV. Consultado em 12 de junho de 2018 
  18. Keila Jimenez (12 de junho de 2018). «Nany People deve viver transsexual do mal em novela da Globo». KTV. Consultado em 12 de junho de 2018 
  19. Flávio Ricco (30 de julho de 2019). «Totia Meireles e Nany People estão na lista do próximo "Popstar" na Globo». UOL. Consultado em 30 de julho de 2019 
  20. «Grupo Satyros lança filme baseado em personagens do centro de São Paulo». Rede Brasil Atual. Consultado em 13 de novembro de 2015 
  21. «Amanda Acosta e Nany People sustentam a comédia O Incrível Dr. Green, em SP». Miguel Arcanjo Prado. Consultado em 13 de novembro de 2015 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]