Rachel Sheherazade

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Rachel Sheherazade
Nome completo Rachel Sheherazade Barbosa
Nascimento 5 de setembro de 1973 (46 anos)
João Pessoa, Paraíba
Ocupação Jornalista
Apresentadora de televisão
Cônjuge(s) Rodrigo Porto (2005–2016)
Nacionalidade brasileira
Trabalhos notáveis

Rachel Sheherazade Barbosa (João Pessoa, 5 de setembro de 1973)[1] é uma jornalista brasileira que atualmente é âncora do telejornal SBT Brasil.[2] Entre 2014 e 2015, foi âncora do tradicional Jornal da Manhã da rádio Jovem Pan.[3][4]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Formação e atuação[editar | editar código-fonte]

Formada em Jornalismo pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB), foi servidora do Tribunal de Justiça da Paraíba como jornalista desde 1994 e posteriormente trabalhou como repórter correspondente da TV Justiça no estado.[5]

Começou na mídia trabalhando na TV Correio, afiliada paraibana da Rede Record. Alguns meses depois, foi convidada para a TV Cabo Branco, afiliada da Rede Globo no Estado. Já em 2003, tornou-se apresentadora do Tambaú Notícias, telejornal da TV Tambaú, afiliada do SBT.[6][7]

Rachel é conhecida por diversas críticas a vários temas, inclusive os vídeos dos seus comentários têm ganhado o mundo, sendo dublados e legendados em diversos idiomas.[8] Em fevereiro de 2011, quando ainda trabalhava na TV Tambaú, criticou duramente o Carnaval na Paraíba. O vídeo foi postado no YouTube, fazendo com que a apresentadora ganhasse projeção nacional. Com isso, a apresentadora foi convidada por Silvio Santos a ir para a matriz do SBT, em São Paulo.

Desde 30 de maio de 2011 divide a bancada do SBT Brasil, principal telejornal da emissora, com Joseval Peixoto e Carlos Nascimento, de segunda a sábado.[9] Em julho de 2019, a reação negativa da jornalista ao ouvir uma notícia enquanto apresentava o SBT Brasil, tornou-se um vídeo viral nas redes sociais.[10] No momento da reação, Carlos Nascimento falava do comentário controverso[11] de Jair Bolsonaro sobre morte do pai do presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).[10]

Cronologia[editar | editar código-fonte]

Televisão[editar | editar código-fonte]

Trabalhos na Televisão
Ano Função Emissora
1993 Repórter TV Correio
1993 - 2003 Repórter TV Cabo Branco
2003 Repórter TV Justiça
2003-2011 Apresentadora do Tambaú Notícias TV Tambaú
2011-Presente Apresentadora do SBT Brasil SBT

Assessoria de imprensa[editar | editar código-fonte]

Trabalhos
Ano Função Local
1994-Licenciada Jornalista TJ-PB - Vara da Infância e Juventude

Rádio[editar | editar código-fonte]

Trabalhos
Ano Função Emissora
2014-2015 Apresentadora do Jornal da Manhã[3][4] Rádio Jovem Pan

Vida Pessoal[editar | editar código-fonte]

Rachel Sheherazade foi casada por 11 anos com o corretor de imóveis Rodrigo Porto.[12] Possuem dois filhos, Clara e Gabriel.[13][14]

Críticas e controvérsias[editar | editar código-fonte]

Em 2014 a opinião da jornalista repercutiu negativamente, ao comentar sobre um linchamento de um jovem. No mesmo ano a jornalista errou ao se basear em uma notícia de um site humorístico para defender Jair Bolsonaro. Após repercussão dos comentários da jornalista, Silvio Santos tirou o espaço de opiniões do Jornal do SBT,[15] ao que Jeff Benício, escrevendo para o portal Terra, chamou de censura.[15]

Em agosto de 2019 foi suspensa do SBT, após sua opinião sobre o Massacre em Altamira em 2019 ser criticada pelo sindicato prisional.[16] Gustavo Nogy, escrevendo para Gazeta do Povo questionou se essa não seria uma atitude do Governo Jair Bolsonaro.[17] Comentários nas redes sociais, repostados nos jornais O Estado de S. Paulo[18] e Correio Braziliense, também questionaram se o motivo do afastamento foi por decisão política.[19]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • 2015: O Brasil Tem Cura, escrito por Rachel Sheherazade[20]

Referências

  1. ClickPB - Força e delicadeza: os opostos se conjugam em Rachel Sheherazade
  2. Adm. do sítio web (2012). «SBT Brasil – apresentadores». Portal do SBT. Consultado em 23 de maio de 2014. Arquivado do original em 14 de março de 2013 
  3. a b «Rachel Sheherazade assina contrato com Jovem Pan». Diário de S.Paulo. 2014. Consultado em 12 de novembro de 2014. Arquivado do original em 13 de novembro de 2014 
  4. a b Carlos Massaro (20 de outubro de 2015). «Jornalista Rachel Sheherazade deixa apresentação do Jornal da Manhã na Jovem Pan». Tudo Rádio. Consultado em 20 de outubro de 2015 
  5. Apresentadora do SBT Brasil, Rachel Sheherezade, ganha férias na Justiça da Paraíba durante o mês de novembro
  6. Portal dos Jornalistas. «Paraibana, foi convidada em 2011 para apresentar o SBT Brasil, o principal jornal da emissora, ao lado de Joseval Peixoto». Rachel Sheherazade. Consultado em 16 de Março de 2013. Arquivado do original em 28 de março de 2013 
  7. Netcina (23 de fevereiro de 2013). «'Entrevista a jornalista Rachel Sheherazade». Consultado em 15 de março de 2013 
  8. RD1 Notícias (14 de fevereiro de 2013). «Opiniões de Rachel Sheherazade ganham legendas e dublagens». IG. Consultado em 17 de Março de 2013. Arquivado do original em 22 de fevereiro de 2014 
  9. «Novos âncoras vão comentar notícias no "SBT Brasil"». BOL. 29 de maio de 2011. Consultado em 5 de setembro de 2015 
  10. a b Luisa Ikemoto (31 de julho de 2019). «Reação de Rachel Sheherazade a fala de Jair Bolsonaro viraliza. Vídeo». Consultado em 15 de agosto de 2019. Cópia arquivada em 15 de agosto de 2019 
  11. Raoni Alves (20 de agosto de 2019). «Presidente da OAB diz que vai ao STF para Bolsonaro esclarecer o que sabe sobre a morte de seu pai». G1. Rede Globo. Consultado em 15 de agosto de 2019. Cópia arquivada em 31 de julho de 2019 
  12. «Rachel Sheherazade anuncia, em rede social, o fim do seu casamento». Estado de São Paulo. 25 de junho de 2015. Consultado em 25 de junho de 2015 
  13. Gui do Bebê - UOL. «Rachel Sheherazade». Consultado em 22 de fevereiro de 2014 
  14. «Rachel Sheherazade anuncia, em rede social, o fim do seu casamento - Emais - Estadão». Consultado em 26 de junho de 2016 
  15. a b Jeff Benício (16 de março de 2018). «Voz censurada da direita, Rachel Sheherazade renova com SBT». Portal Terra. Consultado em 13 de agosto de 2019. Cópia arquivada em 16 de março de 2018 
  16. Daniel Castro e Gabriel Perline (9 de agosto de 2019). «Silvio Santos castiga Sheherazade após confusão com carcereiros». Notícias da TV. Consultado em 9 de agosto de 2019. Cópia arquivada em 9 de agosto de 2019 
  17. Gustavo Nogy (13 de agosto de 2019). «A democracia e a taxa Selic». Gazeta do Povo. Consultado em 14 de agosto de 2019. Cópia arquivada em 14 de agosto de 2019 
  18. Redação (17 de agosto de 2019). «Rachel Sheherazade explica afastamento do comando do 'SBT Brasil'». O Estado de S. Paulo. Consultado em 18 de agosto de 2019 
  19. «Sheherazade deixará de apresentar SBT Brasil às sextas e sai do Twitter». Correio Braziliense. 9 de agosto de 2019. Consultado em 14 de agosto de 2019. Cópia arquivada em 10 de agosto de 2019 
  20. «Depois de polêmica em telejornal, Rachel Sheherazade lança livro sobre política». Folha de S. Paulo. Grupo Folha. 28 de outubro de 2015. Consultado em 9 de setembro de 2019 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Rachel Sheherazade