Programa do Porchat

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Programa do Porchat
Informação geral
Formato Late-night talk show
Duração 55 minutos
Estado Em exibição
País de origem  Brasil
Idioma original Português
Produção
Diretor(es) Diego Pignataro
Roteirista(s)
Apresentador(es) Fábio Porchat
Elenco
  • Paulo Vieira
  • Fabiano Cambota
  • Pedro Torres
  • Kuky Sanchez
  • Xiquinho Mendes
Empresa(s) de produção Eyeworks
Exibição
Emissora de televisão original RecordTV
Formato de exibição 1080i (HDTV)
Formato de áudio Estéreo
Transmissão original 24 de agosto de 2016 (2016-08-24) – presente
N.º de temporadas 2
N.º de episódios 84 (lista de episódios)
Cronologia
Programas relacionados Agora É Tarde

Programa do Porchat é um programa de televisão brasileiro produzido pela Eyeworks e exibido originalmente pela RecordTV desde o dia 24 de agosto de 2016.[1][2][3] O programa pertence ao gênero late-night talk show, um tipo de programa de entrevistas que possui como algumas de seus características a sua exibição no horário noturno, precisamente nos finais de noite, e a presença da comédia durante o programa.[4][5][6] Este gênero é muito popular nos Estados Unidos, país no qual possuí uma grande quantidade de atrações do tipo, como o The Tonight Show Starring Jimmy Fallon e o The Late Show with Stephen Colbert.[6][4]

Apresentado pelo ator e comediante Fábio Porchat, o programa também conta com a banda Pedra Letícia em seu elenco, formada por Fabiano Cambota (vocais), Pedro Torres (bateria), Kuky Sanchez (baixo) e Xiquinho Mendes (guitarra).[7][8][9][10] O comediante stand-up Paulo Vieira completa o elenco do programa, fazendo intervenções com a plateia e reportagens.[11][12] O roteiro do programa é encabeçado por Rosana Hermann e um time de oito roteiristas.[13][14]

Formato[editar | editar código-fonte]

Assim como o formato dos tradicionais late-night talk shows, o Programa de Porchat também conta com um cenário com um sofá e a mesa do apresentador, de onde as entrevistas são feitas, além de uma banda fazendo a trilha sonora, de quadros e de esquetes durante a exibição do programa.[4][15]

Antecedentes[editar | editar código-fonte]

Com o sucesso de Agora É Tarde, programa que foi criado e apresentado por Danilo Gentili na Band, a direção da Rede Record ficou interessada em contratá-lo para ter um programa no mesmo formato no seu final de noite, aumentando assim o espaço destinado para suas produções próprias em sua grade noturna, mas ela acabou sendo recusada pelo apresentador, que acabou se mudando com a sua equipe para o SBT no final de 2013.[16][17][18]

Sem contratar Gentili, a Record então seguiu com um plano de emplacar um novo programa do gênero em sua grade. Fábio Porchat sempre foi o mais cotado para assumir o late-night da Record, porém outros nomes, como Antonio Tabet, Marcelo Rezende e Leandro Hassum, também foram avaliados pela emissora.[19][20][21] Tabet acabou não assinando com a emissora, levando o seu projeto de talk show, o Show do Kibe, no ar pelo canal pago TBS em 2015.[22][23] Já Rezende teve o seu talk show arquivado, devido a sua exposição na emissora, já que fica no ar diariamente por mais de três horas apresentado o policialesco Cidade Alerta.[24] Por fim, Hassum não assinou com o Record devido a sua agenda, que estava apertada, deixando de ser uma opção para a emissora.[25][26]

Durante o ano de 2015, diversos rumores apontavam Porchat como uma possível contratação da Record para que ele apresentasse um programa no formato na emissora.[27][28][29] A contratação de Porchat pela Record acabou se concretizando, e foi anunciada publicamente durante o evento em que a emissora apresentou sua nova programação para o ano de 2016, no mês de fevereiro.[15][30][31]

Estreia[editar | editar código-fonte]

O episódio de estreia do Programa do Porchat começou, como divulgado pela Rede Record, "coladinho com o Gugu", referindo-se ao programa do apresentador, frase que, no período em que esteve no SBT, era para anunciar a próxima atração seguida da dele nas chamadas da programação.[32] Ao entrar no ar, Porchat iniciou o programa numa reunião com os apresentadores da Record, sendo eles Marcos Mion, Rodrigo Faro e Roberto Justus, na qual deram conselhos ao apresentador sobre a TV aberta, veículo no qual Porchat não teria tanta tradição.[33][34][35][36] O apresentador saiu pelas ruas em busca de telespectadores para seu programa com o elenco da Record.[33] Não conseguindo, aconselhado por Mion, Faro e Justus, ele vai conversar com o seu chefe.[33] Ao abrir a porta da sala do chefe, é revelado que ele é o personagem de desenho animado Pica-Pau, no qual seus episódios são reprisados exaustivamente pela emissora.[34][36] Na sequência, Porchat é mostrado caindo nas Cataratas do Niágara, em referência ao episódio Vamos às Cataratas do desenho.[33]

Em seguida, entra no ar a abertura do programa, que mostra Porchat atendendo um telefonema enquanto sai correndo atrás de um táxi nas ruas da Região Central de São Paulo.[33] Ao entrar no táxi e enfrentar trânsito, ele entra em uma moto e segue com ela até chegar em um prédio que seria o local do estúdio do seu programa.[33] No fundo, os nomes dos convidados do dia aparecem em destaque, enquanto as atrações do programa são apresentadas pelo narrador, Fabiano Cambota, que é o líder da banda Pedra Letícia.[33]

Após entrar no cenário do programa, em seu primeiro monólogo, Porchat começou falando do nervosismo de estrear um novo programa e citou a presidente afastada Dilma Rousseff, dizendo que "(...) estreia sempre me deixa nervoso (...) se tá difícil pra mim que tô começando, imagina pra Dilma que tá terminando (...)", referindo-se ao seu processo de impeachment, que teve seu julgamento iniciado no dia seguinte, seguindo com piadas relacionadas ao tema.[34][35][36] Depois falou que a TV estava tendo muitas estreia, falando nominalmente dos programas O Estranho Show de Renatinho, de sua colega Tatá Werneck e do Adnight, de Marcelo Adnet, citando também a "tranquilidade" de Danilo Gentili, apresentador do The Noite, que estava sem concorrência, lhe desejando boa sorte.[34][36][37] Porchat também mandou um "beijo do gordo" para Jô Soares, que terminará o seu Programa do Jô no fim do mesmo ano, e também desejou sorte para o seu sucessor no horário, o jornalista Pedro Bial, citando também Tiago Leifert, que por sua vez assumirá o antigo programa de Bial, o reality show Big Brother Brasil.[35][36][37]

O apresentador seguiu falando da meta de audiência do programa, falando sobre estar em segundo lugar em audiência.[37] Em seguida, Diego Hypólito, que levou medalha de prata no solo da ginástica nos Jogos Olímpicos do Rio, aparece ao lado de Porchat, dizendo que vale a pena ficar em segundo e que o problema é ficar em terceiro.[34][36][37] Porchat também falou da integração do programa com a internet, e, mostrou na sequência uma esquete ensinando os vlogueiros do YouTube, chamados de youtubers, a usarem um televisor.[34][36] Após isso, apresentou a banda do programa, Pedra Letícia, e uma outra esquete mostrando como foi feita a sua escolha, com participações de Dinho Ouro Preto, Luan Santana e MC Guimê.[36]

Depois de tudo isso, Porchat começou com as entrevistas do dia. A primeira foi Tatá Werneck, mas por ela ser contratada da Rede Globo, Porchat a entrevistou por telefone sem que ela soubesse.[36][37][38] Após disso, a convidada do dia, Sasha Meneghel entra no programa.[34][39][40][41] Durante a entrevista, Meneghel participou de brincadeiras promovidas por Porchat, entre elas uma em que tinha que dirigir um Fusca.[37][41] Ela também falou sobre uma paixão platônica que tinha do cantor Júnior Lima quando era criança, sobre suas preferências musicais e também sobre a sua mudança para Nova Iorque.[39][41] O pai de Sasha, o ator Luciano Szafir, apareceu em outra esquete durante a entrevista.[35] Ao encerrar a entrevista de Meneghel, Porchat apresenta o comediante Paulo Vieira, que integra o elenco do programa.[33] Em seguida, Porchat entrevista Wesley Safadão, que assim como Sasha, participa de um brincadeira do programa, no seu caso, ele jogou futebol com a plateia.[34][37][42] No bloco seguinte, a mãe de Porchat aparece no programa e em seguida, Safadão encerra o programa ao lado de Porchat com um musical.[33]

Recepção[editar | editar código-fonte]

Dos concorrentes[editar | editar código-fonte]

O programa foi muito bem recebido por dois apresentadores de programas semelhantes, sendo eles Danilo Gentili e Jô Soares. Gentili, em entrevista ao colunista Flávio Ricco, do UOL, festejou a estreia do Programa do Porchat e também de Adnight.[43] Porchat também foi o primeiro entrevista de Gentili em sua estreia no SBT.[43]

Acho muito legal para o público, que terá mais opções. Espero que esses talk shows somem comigo no que estou tentando faz tempo: intercâmbio de artistas entre emissoras. O show business brasileiro ganha muito com isso. (...) Desejo boa sorte a esses bons colegas que estão chegando.
Danilo Gentili[43]

Já da parte de Jô Soares, no monólogo do episódio da Programa do Jô exibido em 23 de agosto de 2016, dedicou um espaço nele para desejar boa sorte ao seu novo concorrente de talk show.[44] No início de sua carreira, Porchat já foi na plateia do programa durante uma de suas gravações, e pediu ao apresentador que pudesse fazer uma apresentação de stand-up comedy em seu programa, que o permitiu de fazê-la.[44]

Antes de começar qualquer coisa, eu quero desejar toda sorte do mundo ao Fábio Porchat, que está estreando amanhã o seu programa. Fábio, minha bênção a você, meu beijo do gordo e, como se diz no teatro, enfim, na classe artística, merda!
Jô Soares[44]

Da crítica[editar | editar código-fonte]

O programa foi bem avaliado pela crítica após a sua estreia. O colunista Mauricio Stycer, que publica seu blog no UOL, disse que Porchat é "inteligente, simpático, engraçado, sabe rir de si mesmo, tem raciocínio rápido e se comunica bem com o público", mas criticou a escolha dos convidados da estreia, que na sua opinião "não trouxeram nem informação nem maior diversão ao programa".[37] Por fim, Stycer concluiu a crítica dizendo que o programa "tem tudo para ser uma alternativa divertida na faixa do fim de noite".[37]

Já Nathália Carapeços, do jornal Zero Hora, disse que Porchat estreou "mostrando desenvoltura à frente de um talk-show que mesclou entrevistas rasas e muito entretenimento", dizendo também que o programa agradou "boa parcela do público que é fã do trabalho do humorista".[45] A jornalista também elogiou a escolha da banda Pedra Letícia, dizendo que a banda "parece ter se encaixado na dinâmica da produção".[45] Concluindo, a jornalista disse que a "estreia mostrou que a atração tem potencial para seguir firme no ar".[45]

Para Robson Gomes, do Jornal do Commercio, a estreia do programa foi "razoável, precisando acertar mais o timing".[35] Gomes também criticou a edição do programa, dizendo que os "cortes bruscos na edição deste primeiro programa tiraram uma certa naturalidade do humorista em conduzir a atração".[35] Já na avaliação de Jeff Benício, do portal Terra, o programa "se destacou pelo roteiro criativo, com saborosa autoironia e citações de ‘rivais’ de Fabio Porchat".[34] Benício concluiu dizendo que o "ritmo ágil da conversa difere Porchat de outros apresentadores de talk show", acrescentando que o programa oferece "entretenimento despretensioso e bem embalado" e que Porchat terá que "manter a qualidade de roteiro e o ótimo ritmo dessa estreia bem-sucedida".[34]

Na avaliação da colunista Patrícia Kogut, do jornal O Globo, no programa de estreia, Fábio Porchat "levou a noite com o pé nas costas", também dizendo que ele foi "simpático, afiado, rápido e movido por um necessário (e publicamente admitido) nervosismo".[46] Kogout também elogiou a produção do programa, disse também que a esquete com os youtubers foi divertida e que a entrevista com Sasha Meneghel foi um acerto.[46]

Nelson de Sá, da Folha de S.Paulo, comparou o mau desempenho da produção do programa com o Adnight, dizendo que os dois apresentadores estão em locais "inóspitos".[47]

Exibição[editar | editar código-fonte]

O programa é exibido pela Record a partir da meia-noite e quinze, após a exibição da linha de shows da emissora.[1][2][48] Sua estreia estava prevista para o dia 22 de agosto, uma segunda-feira, porém ela foi adiada para o dia 24, uma quarta-feira.[3] O programa é exibido durante a semana entre as segundas e quintas-feiras.[1][2] Internacionalmente, é exibido pelas emissoras da Record Internacional desde 29 de agosto de 2016.[49] Na televisão por assinatura, foi exibido pelo canal TBS Brasil de segunda a sexta-feira às sete e meia da noite.[50][51] No entanto, por falta de interesse da Record em renovar o contrato com a Turner, o programa foi exibido pela última vez no canal em 3 de março de 2017.[52]

Controvérsias[editar | editar código-fonte]

Durante a gravação de uma entrevista para o Programa do Porchat, ocorrida em 12 de outubro de 2016, a cantora Rita Cadillac se sentiu humilhada por causa de uma brincadeira e abandonou os estúdios do programa.[53][54] Na tal brincadeira, Rita teria que registrar o formato de seus glúteos em um recipiente com cimento.[53][54] A dançarina ficou ofendida por Porchat ter feito uma outra brincadeira, em que disse que ela iria "inaugurar a sarjeta da fama".[54] A ofensa veio da forma como Porchat aplicou o termo sarjeta em sua brincadeira, como ela explicou em uma postagem em seu perfil do Instagram.[53]

Em todos esses anos de carreira, acho que nunca fui tão ofendida, nem mesmo quando fiz filmes para adultos. Estou profundamente magoada pois tenho grande carinho pelo Fabio Porchat e jamais pensaria que ele pudesse ir tão fundo em uma brincadeira de tamanho mau gosto.
Rita Cadillac[53]

Após o corrido, Porchat pediu desculpas para Rita Cadillac, que estava presente durante a gravação do programa que foi ao ar em 17 de outubro de 2016.[55][56]

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Ano Prêmio Categoria Indicado Resultado Ref.
2017 Troféu Imprensa Melhor programa de entrevistas Programa do Porchat Indicado [57]

Referências

  1. a b c Mauricio Stycer (20 de julho de 2016). «Porchat lamenta estar na Record na primeira chamada de seu novo programa». Blog do Mauricio Stycer. UOL. Consultado em 21 de julho de 2016 
  2. a b c «'Programa do Porchat' ganha sua primeira chamada; assista». E+. O Estado de São Paulo. 20 de julho de 2016. Consultado em 21 de julho de 2016 
  3. a b Daniel Castro (26 de julho de 2016). «Estreia estratégica». Notícias da TV. UOL. Consultado em 28 de julho de 2016 
  4. a b c Daniel Castro (7 de julho de 2016). «Programa de Fábio Porchat vai misturar Jô com Gentili e Rafinha Bastos». Notícias da TV. UOL. Consultado em 20 de agosto de 2016 
  5. Elizabeth Diffin; Megan Lane (22 de janeiro de 2010). «Why do Americans care about late night TV?» (em inglês). BBC. Consultado em 20 de agosto de 2016 
  6. a b Isabel de Luca; Márcia Abos (1 de junho de 2014). «Talk-shows se renovam e atraem jovens aqui e nos EUA». O Globo. Consultado em 20 de agosto de 2016 
  7. «Conheça Pedra Letícia, a banda do Programa do Porchat». Pop. R7. 16 de agosto de 2016. Consultado em 20 de agosto de 2016 
  8. «Pedra Letícia será a banda fixa do "Programa do Porchat", na Record». NaTelinha. UOL. 31 de julho de 2013. Consultado em 20 de agosto de 2016 
  9. Gabriel Perline (6 de agosto de 2016). «Exclusivo: veja fotos do estúdio do 'Programa do Porchat'». E+. O Estado de S. Paulo. Consultado em 20 de agosto de 2016 
  10. Lígia Mesquita (27 de julho de 2016). «'Programa do Porchat' também terá banda com estilo cômico». Outro Canal. Folha de S.Paulo. Consultado em 20 de agosto de 2016 
  11. Ricardo Feltrin (29 de julho de 2016). «Humorista Paulo Vieira será "partner" de Fábio Porchat na Record». Ooops!. UOL. Consultado em 31 de outubro de 2016 
  12. «Banda Pedra Letícia e humorista Paulo Vieira formam o time do Programa do Porchat». R7. 23 de agosto de 2016. Consultado em 31 de outubro de 2016 
  13. Tácila Rubbo (23 de agosto de 2016). «Inspirado em talk shows americanos, Porchat estreia programa com a sua "cara"». Comunique-se. Consultado em 1 de maio de 2017 
  14. Rosana Hermann (20 de fevereiro de 2017). «Fui ver as gravações do Conan e da Ellen em L.A. e tirei foto no Central Perk!». Querido Leitor. O Estado de S. Paulo. Consultado em 1 de maio de 2017 
  15. a b «Vou ter a liberdade que a TV aberta possibilita, diz Fábio Porchat sobre talk show». RecordTV. 2 de março de 2016. Consultado em 16 de março de 2017 
  16. Flávio Ricco; José Carlos Nery (7 de outubro de 2013). «Globo e Bandeirantes se preparam para o amanhã». Coluna do Flávio Ricco. UOL. Consultado em 21 de julho de 2016 
  17. Daniel Castro (1 de janeiro de 2014). «Danilo Gentili critica Band e diz que precisa melhorar piadas no SBT». Notícias da TV. UOL. Consultado em 21 de julho de 2016 
  18. Ricky Hiraoka (4 de abril de 2014). «O sucesso do talk-show de Danilo Gentili no SBT». Veja São Paulo. Abril.com. Consultado em 21 de julho de 2016 
  19. «Record e criador do Kibe Loco negociam novo talk-show, diz colunista». Folha Vitória. 17 de dezembro de 2014. Consultado em 21 de julho de 2016 
  20. Flávio Ricco; José Carlos Nery (30 de julho de 2014). «Record prepara lançamento de talk show com Marcelo Rezende». Coluna do Flávio Ricco. UOL. Consultado em 21 de julho de 2016 
  21. Daniel Castro (23 de fevereiro de 2015). «Depois de Xuxa, Record quer tirar Leandro Hassum da Globo». Notícias da TV. UOL. Consultado em 22 de julho de 2016 
  22. Paulo Ricardo Moreira (11 de abril de 2015). «Antônio Tabet apresenta um talk-show diferente no canal TBS». O Dia. iG. Consultado em 21 de julho de 2016 
  23. «Falso talk show engana artistas e arranca confissão de Calabresa». Notícias da TV. UOL. Consultado em 21 de julho de 2016 
  24. «Record cancela talk show de Rezende e quer Fábio Porchat». Notícias da TV. UOL. 7 de novembro de 2014. Consultado em 21 de julho de 2016 
  25. José Armando Vannucci (3 de março de 2015). «"Coluna do Vannucci": Programas do SBT vão apertar os cintos». Parabólica. Jovem Pan Online. Consultado em 22 de julho de 2016 
  26. Camila Gomes (24 de fevereiro de 2015). «Globo anuncia versão infantojuvenil do 'The Voice'». F5. Folha de S.Paulo. Consultado em 22 de julho de 2016 
  27. Thiago Forato (14 de abril de 2015). «Record cogita Fábio Porchat para comandar talk-show». NaTelinha. UOL. Consultado em 22 de julho de 2016 
  28. Lauro Jardim (8 de novembro de 2015). «Fim de noite: Porchat fará talk show na Record». O Globo. Consultado em 22 de julho de 2016 
  29. Cristina Padiglione (27 de novembro de 2015). «Fábio Porchat terá talk show na Record». O Estado de São Paulo. Consultado em 22 de julho de 2016 
  30. Anna Luiza Santiago (29 de fevereiro de 2016). «Fabio Porchat assina por um ano com a Record e fará talk show». Coluna da Patríca Kogut. O Globo. Consultado em 22 de julho de 2016 
  31. «Porchat assina contrato com a Record». Diário de S. Paulo. 28 de fevereiro de 2016. Consultado em 22 de julho de 2016 
  32. Flávio Ricco; José Carlos Nery (25 de agosto de 2016). «Record define estreia e Porchat vai entrar coladinho com o Gugu». Coluna do Flávio Ricco. UOL. Consultado em 25 de agosto de 2016 
  33. a b c d e f g h i Programa do Porchat (ESTREIA!) - Sasha e Wesley Safadão | 24/08/2016. Programa do Porchat. Rede Record. 24 de agosto de 2016. Consultado em 25 de agosto de 2016 
  34. a b c d e f g h i j Jeff Benício (25 de agosto de 2016). «Porchat derrota a Globo, faz autoironias e até cita Dilma e Temer». Sala de TV. Terra. Consultado em 25 de agosto de 2016 
  35. a b c d e f Robson Gomes (25 de agosto de 2016). «Sasha Meneghel foi a grande estrela do Programa do Porchat». Jornal do Commercio. UOL. Consultado em 25 de agosto de 2016 
  36. a b c d e f g h i Vinicius Moura (25 de agosto de 2014). «Porchat leva tudo o que prometeu para estreia na Record e arrebenta». Morning Show. Jovem Pan FM. Consultado em 25 de agosto de 2016 
  37. a b c d e f g h i Mauricio Stycer (25 de agosto de 2016). «Divertido e bem produzido, Porchat estreia com convidados inexpressivos». Blog do Mauricio Stycer. UOL. Consultado em 25 de agosto de 2016 
  38. Gabriel Sá Pessoa (25 de agosto de 2016). «Com trote a Tatá Werneck, Porchat lidera audiência e agrada Universal». Folha de S.Paulo. Consultado em 25 de agosto de 2015 
  39. a b «Sasha a Fabio Porchat: funk, paixão por Júnior Lima e 'Ilariê'». Veja.com. Abril.com. 25 de agosto de 2016. Consultado em 25 de agosto de 2016 
  40. Vanessa Scalei (25 de agosto de 2016). «Sasha fala sobre fama forçada, relação com Xuxa e dirige Fusca na estreia do "Programa do Porchat"». Zero Hora. Consultado em 25 de agosto de 2016. (pede registo (ajuda)) 
  41. a b c «Sasha Meneghel revela intimidades e diz que já foi apaixonada por Júnior Lima». iG Gente. iG. 25 de agosto de 2016. Consultado em 25 de agosto de 2016 
  42. «Safadão é convidado do programa de estreia de Fábio Porchat». Diário do Nordeste. 25 de agosto de 2016. Consultado em 25 de agosto de 2016 
  43. a b c Flávio Ricco; José Carlos Nery (21 de agosto de 2016). «Emissoras apostam em jogos do humor, após Olimpíada». Coluna do Flávio Ricco. UOL. Consultado em 25 de agosto de 2016 
  44. a b c «Jô Soares ignora concorrência e dá "bênção" à estreia de Porchat na Record». UOL. 24 de agosto de 2016. Consultado em 25 de agosto de 2016 
  45. a b c Nathália Carapeços (25 de agosto de 2016). «Programa do Porchat: entrevistas rasas e foco no entretenimento marcam estreia do humorista». Zero Hora. Consultado em 27 de agosto de 2016 
  46. a b Patrícia Kogut (26 de agosto de 2016). «Fabio Porchat faz ótima estreia na madrugada da Record». Coluna da Patrícia Kogut. O Globo. Consultado em 28 de agosto de 2016 
  47. Nelson de Sá (27 de agosto de 2016). «Sem brilharem, Adnet e Porchat se valem de personalidade de palco». www1.folha.uol.com.br. Consultado em 11 de novembro de 2016 
  48. «Plano de patrocínio Programa do Porchat» (PDF). Depto. Comercial. RecordTV. Consultado em 16 de março de 2017 
  49. «Programa do Porchat». TV Record Europa. Consultado em 16 de março de 2017. Arquivado do original em 18 de setembro de 2016 
  50. «Programa do Porchat também será exibido no canal pago TBS». ISTOÉ. 11 de agosto de 2016. Consultado em 11 de agosto de 2016 
  51. «Programa do Porchat, da Record, também será exibido no canal TBS, da Turner». R7. 11 de agosto de 2016. Consultado em 11 de agosto de 2016 
  52. Gabriel Vaquer (9 de março de 2017). «Mesmo com bom retorno, TBS deixa de exibir Programa do Porchat, da Record». TV História. Consultado em 10 de março de 2017 
  53. a b c d «'Nunca fui tão ofendida na vida', diz Rita Cadillac sobre Porchat». Veja.com. 14 de outubro de 2016. Consultado em 19 de novembro de 2016 
  54. a b c Daniel Castro (14 de outubro de 2016). «'Nunca me senti tão humilhada', diz Rita Cadillac sobre 'sarjeta' de Porchat». Notícias da TV. UOL. Consultado em 19 de novembro de 2016 
  55. Keila Jimenez (17 de outubro de 2016). «Rita Cadillac aceita o pedido de desculpas de Porchat». R7. Consultado em 19 de novembro de 2016 
  56. «Fábio Porchat pede desculpas a Rita Cadillac após confusão em programa». O Dia. 18 de outubro de 2016. Consultado em 19 de novembro de 2016 
  57. «Ganhadores do Troféu Imprensa de 2017». SBT. Consultado em 21 de maio de 2017 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Wikidata Base de dados no Wikidata