Polícia 24h

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde abril de 2016).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Polícia 24h
Informação geral
Formato Reality show
Gênero Doc-policial
Duração 120 minutos
Criador(es) Argentina Diego Guebel
País de origem  Brasil
Idioma original (em português)
Produção
Diretor(es) Mariano Feijoo
Pablo Mazover
Juan Jose Buezas
Produtor(es) Shed Media (produtora)
Diego Barredo (gerência de produção)
Exibição
Emissora de televisão original Brasil Rede Bandeirantes
A&E
Formato de exibição 480i (SDTV)
1080i (HDTV)
Transmissão original 6 de maio de 2010 - presente
N.º de temporadas 7
Cronologia
E24

Polícia 24h (Polícia 24 Horas) é um reality show brasileiro que mostra a vida e os bastidores das ações políciais realizadas pela Polícia Militar de São Paulo, de criação da produtora Cuatro Cabezas[1] com a Rede Bandeirantes e o canal por assinatura A&E.

Polícia 24h é a versão nacional do programa COPS, aqui exibido pela truTV.

Trajetória[editar | editar código-fonte]

A Band, em um comercial, informou sobre uma nova temporada do Polícia 24h em 2013, entretanto sendo filmado no Rio de Janeiro mostrando ações da sua Polícia Militar.

A partir de setembro de 2013, as ações da Polícia Militar da Bahia também passaram a ser acompanhadas em episódios. No início de 2014, a Polícia Militar do Espírito Santo ganha espaço no reality e em julho do mesmo ano, a Polícia Militar de Santa Catarina passa a ter as ações mostradas no reality. No dia 12 de setembro, a Brigada Militar do Rio Grande do Sul entra na grade de exibições.

Em dezembro de 2014, o reality sai do ar na Band, mas retorna em 2015 como um tapa-buraco da emissora e exibindo reprises de casos antigos.

Reformulação[editar | editar código-fonte]

Em 24 de março de 2016, o reality obteve uma nova temporada, e com novidades: agora, o programa vai percorrer o Brasil inteiro, pra mostrar as ações dos policiais de todos os 27 estados.

A partir daquela temporada, a sua produção foi transferida da Eyeworks para a Shed Media, pertencente a Warner Bros..

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Câmeras permanentes são testemunhas do trabalho dos profissionais no momento em que são acionados. Sem maquiagem, nem atores, nem histórias fictícias; os protagonistas de "Polícia 24h" são a comunidade e a polícia, ambos personagens de um seriado onde, apesar de o objetivo ser o bem estar geral, a história nem sempre termina bem.

O programa também propõe um registro fiel do trabalho da polícia; o que seus integrantes fazem nos tempos livres e como é a sua relação com a família, população e colegas de trabalho.

Oferece ainda um panorama da polícia, desde o começo da carreira de um policial até o momento em que ele se aposenta e deixa de exercer a função depois de tantos anos. Cada um deles faz parte de uma família, sempre à espera de que o melhor aconteça.

Instituições policiais[editar | editar código-fonte]




  • Brasão PMSC.PNG PMSC Foi uma das instituições que protagonizaram a 5ª e a 6ª temporadas.
  • Brasão PMES.PNG PMES Instituição presente a partir da 5ª temporada até a temporada de 2016.
  • Brasão BMRS.PNG BMRS Instituição presente nas 5ª e 6ª temporadas.
  • Brasão PMSE.PNG PMSE Presente na temporada de 2016.
  • Brasão PMMS.PNG PMMS Presente na temporada de 2016.
  • Brasão PMAM.PNG PMAM Presente na temporada de 2016.
  • Brasão PMAC.PNG PMAC Presente na temporada de 2016.
  • Brasão PMDF.PNG PMDF Presente na temporada de 2016.
  • Brasão PMPB.PNG PMPB Presente na temporada de 2016.
  • Brasão PMRR.PNG PMRR Presente na temporada de 2016.

Cidades filmadas[editar | editar código-fonte]

São Paulo São Paulo (PMESP)



Rio de Janeiro Rio de Janeiro (PMERJ)



Bahia Bahia (PMBA)



Espírito Santo (estado) Espirito Santo (PMES)



Santa Catarina Santa Catarina (PMSC)



Rio Grande do Sul Rio Grande do Sul (BMRS)



Sergipe Sergipe (PMSE)



Amazonas Amazonas (PMAM)



Mato Grosso do Sul Mato Grosso do Sul (PMMS)



Acre Acre (PMAC)



Distrito Federal (Brasil) Distrito Federal (PMDF)



Paraíba Paraíba (PMPB)



Roraima Roraima (PMRR)


Audiência[editar | editar código-fonte]

O programa costumava a atingir o terceiro lugar na medição do IBOPE para a Região Metropolitana de São Paulo[2]. Atualmente a audiência do programa gira em torno de apenas 3 pontos. Seu recorde foi em 21 de outubro de 2010 quando mostrou pela primeira vez a ação dos políciais das Rondas Ostensivas Tobias Aguiar, na ocasião atingiu 7 pontos de média e 10 pontos de pico.[3]

Reprises[editar | editar código-fonte]

Em 19 de março de 2015, o realty show policial passou a ser reprisado todas as quinta-feiras no mesmo horário que ocorriam as exibições originais, após a baixa audiência das séries que o substituíram.

Em 28 de abril também passou a tapar buracos nas noites de terça feira.

Direção[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Gabriela Sá Pessoa (2 de maio de 2016). «Realities policiais ganham mais espaço na TV e constroem imagem de heróis». Folha de S.Paulo. Consultado em 2 de maio de 2016 
  2. «"Polícia 24 Horas" consegue excelente Ibope». Consultado em 13 de novembro de 2010 
  3. eBand. «Polícia 24H obtém excelentes resultados na audiência». Consultado em 13 de novembro de 2010 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre programas da Rede Bandeirantes é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.