Mato sem Cachorro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Se procura pela canção de Sérgio Reis, veja TV Colosso 2.
Mato sem Cachorro
 Brasil
2013 •  cor •  113 min 
Direção Pedro Amorim
Produção Lupa Filmes, Mixer
Roteiro André Pereira
Elenco Bruno Gagliasso
Leandra Leal
Danilo Gentili
Gabriela Duarte
Rafinha Bastos
Simone Mazzer
Gênero Comédia Romântica
Edição Pedro Amorim
Distribuição Imagem Filmes
Lançamento 4 de outubro de 2013[1]
Idioma português
Orçamento R$ 6 382 658 04[2]
Receita R$ 11 586 52 40 [3]
Site oficial
Página no IMDb (em inglês)

Mato sem Cachorro é um filme de comédia brasileiro de 2013, dirigido por Pedro Amorim baseado em um roteiro original de André Pereira, com colaboração de Pedro Amorim, Malu Miranda e Danilo Gentili. A ideia original da trama é de André Pereira e Vitor Leite. Foi lançado em 4 de outubro de 2013.[1]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Deco (Bruno Gagliasso) é um homem solteiro com trinta anos de idade, Zoé (Leandra Leal) com vinte e oito trabalha em uma rádio. Na rua, Déco quase atropela um filhote de cachorro, daí o casal se conhece formando uma família.[4]

Elenco[editar | editar código-fonte]

Elenco Original [5]
Ator Papel
Bruno Gagliasso Deco
Leandra Leal Zoé
Danilo Gentili Leléo
Leticia Isnard Ananda
Enrique Díaz Fernando
Felipe Rocha Sidney
Gabriela Duarte Mariana
Simone Mazzer Rita
Sandro Rocha Funcionário do Canil
Aramis Trindade Taxista
Tatsu Carvalho Otávio
Paulinho Serra Maicon
Ricardo Gomes Ricardinho
Rafael Rocha Cristovão
Fabiano Krieguer Rubens
Davidson Santos Moisés
Ângela Leal Dona Vera
Shirley Cruz Margarete
Priscila Assum Suzinete
Rafinha Bastos Veterinário
Sandy Leah Ela mesma (Participação Especial)[6][7][8]
Marcello Gonçalves Vendedor de Cães [9]
Elke Maravilha Dona Noara (Participação Especial)[10]
Duffy Guto Puppy (cão)[11]

Recepção[editar | editar código-fonte]

Bruno Porciúncula, escrevendo sua crítica de cinema para o jornal A Tarde, disse que o filme tem "uma sucessão de piadas, a grande parte sem graça, tenta fazer o espectador rir em intermináveis 122 minutos de projeção.(...) Um filme que tenta ser engraçado, sério e até musical, mas se sai mal em todos os gêneros."[1]

Do CineClick, Cristina Tavelin disse que Mato sem Cachorro "abusa dos estereótipos um tanto preconceituosos diversas vezes; lembra quase um palco de standup. Nessa indecisão de estilo, torna-se impróprio a todos - principalmente aos que ainda acreditam no cinema como arte."[1]

Do Cinepop, Pablo Bazarello foi mais elogioso em seu comentário: "Mato Sem Cachorro não é um desastre de trem completo. Obviamente sua proposta é jogar no seguro e atingir o maior número de pessoas possíveis. Danilo Gentili tem carisma o suficiente para roubar a maioria de suas cenas, talvez só precisasse de um material melhor e mais afiado."[12]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c d «Mato Sem Cachorro ficha Imagem Filmes». Imagem Filmes. Consultado em 29 de Julho de 2013 
  2. DELIBERAÇÃO Nº. 255, DE 05 DE DEZEMBRO DE 2011. Ancine. Página visitada em 29 de abril de 2013.
  3. Ancine - Filmes Brasileiros Lançados - 1995 a 2013. Ancine. Página visitada em 6 de Fevereiro de 2014.
  4. «MATO SEM CACHORRO (2013)». Cinema do Brasil. Consultado em 29 de abril de 2013 
  5. «Mato Sem Cachorro no IMDB». Consultado em 11 de junho de 2013 
  6. O Globo. «Sandy vomita num fiscal da Lei Seca em 'Mato sem cachorro'». Consultado em 13 de outubro de 2013 
  7. R7 Entretenimento. «Sandy é flagrada bêbada e vomitando durante blitz em cena do filme Mato Sem Cachorro». Consultado em 13 de outubro de 2013 
  8. Revista Caras Online. «Sandy faz participação especial em filme com Bruno Gagliasso e Danilo Gentili». Consultado em 13 de outubro de 2013 
  9. Interfilmes (site oficial). «Elenco de Mato Sem Cachorro». Consultado em 24 de novembro de 2013 
  10. R7 Entretenimento. «Elke Maravilha vira velhinha doente nas telonas: "Teve gente achando que eu estava sem maquiagem"». Consultado em 24 de novembro de 2013 
  11. Portal Terra. «Com cachorro Duffy, elenco vai à exibição de 'Mato Sem Cachorro'». Consultado em 24 de novembro de 2013 
  12. «Mato Sem Cachorro: Críticas da Imprensa». Adoro Cinema. Consultado em 8 de janeiro de 2017 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um filme brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.