Ana Martins Marques

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ana Martins Marques
Nascimento 1977 (40 anos)
Belo Horizonte
Residência Belo Horizonte
Nacionalidade Brasil Brasileira
Ocupação Redatora, revisora e poetisa
Prémios Prêmio Literário da Fundação Biblioteca Nacional (2012)

Prémio da Associação Paulista dos Críticos de Arte (2015)

Magnum opus Da Arte das Armadilhas

Ana Martins Marques (Belo Horizonte, 1977) é uma poetisa brasileira[1].

Concluiu o mestrado em Literatura pela UFMG com uma dissertação sobre o romancista João Gilberto Noll. Trabalha como redatora e revisora na Assembleia Legislativa de Minas Gerais[2].

Seu primeiro livro, A vida submarina (2009), reúne poemas vencedores do Prêmio cidade de Belo Horizonte nos anos de 2007 e 2008[3]. Ganhou também o Prêmio Alphonsus de Guimaraens, pelo seu segundo livro, Da arte das armadilhas (2011)[4].

Sua poesia, segundo o crítico Murilo Marcondes, alia a elaboração formal a uma reflexão sobre a vida, promovendo um "estreitamento entre linguagem e experiência"[5].

Obras publicadas[editar | editar código-fonte]

  • 2009 - A vida submarina (Scriptum)
  • 2011 - Da arte das armadilhas (Companhia das Letras)
  • 2015 - O Livro das Semelhanças (Companhia das Letras)

Referências

  1. Uma coisa pequena, fugaz. Gazeta do Povo
  2. Ana Martins Marques - Nossa aposta. Bravo!, maio de 2010
  3. Poesia sem ancoradouro: Ana Martins Marques. Digestivo Cultural, 23 de março de 2010
  4. Ana Martins Marques vence prêmio de poesia da Biblioteca Nacional. Gazeta do Povo
  5. CAVALCANTI, Jardel Dias. A poesia sem ancoradouro de Ana Martins Marques. Suplemento Literário de Minas Gerais, jan-fev 2010

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Ana Martins Marques
Ícone de esboço Este artigo sobre um escritor do Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.