Ana Sofia Varela

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ana Sofia Varela
Informação geral
Nome completo Ana Sofia Varela Fernandes
Nascimento 28 de março de 1977 (41 anos)
Local de nascimento Lisboa
Portugal
Nacionalidade portuguesa
Gênero(s) Fado
Ocupação(ões) Fadista
Instrumento(s) Voz

Ana Sofia Varela Fernandes, mais conhecida por Ana Sofia Varela[1] (Lisboa, 28 de março de 1977), é uma fadista portuguesa[2].

Biografia[editar | editar código-fonte]

Cresceu em Serpa, no Alentejo, regressando depois à sua terra natal[3].

O seu primeiro contacto com o fado aconteceu aos dez anos através da obra de Amália Rodrigues, influenciando-a também a música tradicional Alentejana.

Participa no programa "Selecção Nacional" da RTP onde foi finalista. Logo a seguir participa no Festival RTP da Canção de 1995.

Em 1997 surge o convite de Carlos Zel para cantar em casas de fado Lisboetas. Iniciou uma colaboração com Mário Pacheco com quem realizou espectáculos fora de Portugal e foi presença regular no seu clube do Fado.

Projecto importante também, foi a sua participação no CD "A Guitarra e Outras Mulheres" de António Chainho, a par de nomes como Marta Dias, Teresa Salgueiro e Filipa Pais.

Em 1999 participa num espetáculo em Nova Iorque organizado por João Braga e que que culminaria na gravação de dois temas para o CD "Cem Anos de Fado"[4].

Participou no espectáculo "Uma Vela Por Amália" e anda em digressão com "De Sol a Lua - Flamenco e Fado". È convidada para uma das edições do "Festival das Músicas e dos Portos" de homenagem a Linhares Barbosa.

Lança pela Popular (Edições Valentim de Carvalho) um single com dois temas: "Quem canta na minha voz", com letra de João Monge e música de Rui Veloso e "Rosa Nocturna" de Vasco Graça Moura e Mário Pacheco.

O álbum de estreia, produzido por {{Manuel Paulo Felgueiras]], acabou por ser editado em 2002 pela editora Universal. Grava "Na Margem Deste Rio" com Fredo Mergner para a compilação "Movimentos Perpétuos" de 2003"

Em 2006 conhece José Peixoto e Fernando Júdice que a convidaram para participar no projeto "Sal". O disco homónimo foi lançado em 2007. [5].

Colabora no disco "Clube de Fado - A Música e a Guitarra" [2007] de Mário Pacheco.

Em 2009 foi lançado pela iPlay o disco "Fados De Amor E Pecado" feito em colaboração com João Gil e João Monge. Ainda em 2009 participa no disco "Em’Cantado" de Rão Kyao.

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.