Androide

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Andróide)
Disambig grey.svg Nota: Este artigo é sobre um tipo de robô. Para o sistema operacional Android, veja Android.
Figura de um androide robótico

Um androide é um robô humanoide[1] ou outro ser artificial[2][3][4] geralmente feito de um material semelhante à carne.[2] Historicamente, os androides estavam completamente dentro do domínio da ficção científica e frequentemente vistos no cinema e na televisão, mas os avanços recentes na tecnologia de robôs agora permitem o projeto de robôs humanoides funcionais e realistas.[5][6]

Embora o termo "androide" seja usado em referência a robôs de aparência humana em geral (não necessariamente robôs humanoides de aparência masculina), um robô com aparência feminina também pode ser chamado de ginoide. Além disso, pode-se referir a robôs sem fazer alusão à sua aparência sexual, chamando-os de antrobôs (fundindo o radical anthrōpos e a palavra robô; ver antrobótica) ou antropoides (abreviação de robôs antropoides; o termo humanoides não é apropriado porque já é comumente usado para referem-se a espécies orgânicas semelhantes a humanos no contexto da ficção científica, futurismo e astrobiologia especulativa).[7]

Referências

  1. Van Riper, A. Bowdoin (2002). Science in popular culture: a reference guide. Westport: Greenwood Press. p. 10. ISBN 0-313-31822-0 
  2. a b Jeff Prucher (2007). Brave new words: the Oxford dictionary of science fiction. [S.l.]: Oxford University Press. pp. 6–7. ISBN 978-0-19-530567-8 
  3. Brian M. Stableford (2006). Science fact and science fiction: an encyclopedia. [S.l.]: CRC Press. pp. 22–23. ISBN 978-0-415-97460-8 
  4. Eric G. Wilson (2006). The melancholy android: on the psychology of sacred machines. [S.l.]: SUNY Press. pp. 27–28. ISBN 978-0-7914-6846-3 
  5. Caroline., McCaw (2001). Http. [S.l.]: [University of Otago?]. OCLC 225915408 
  6. Ishiguro, Hiroshi. "Android science.", Cognitive Science Society, Osaka, 2005. Retrieved on 3 October 2013.
  7. «Anthrobotics: Where The Human Ends and the Robot Begins». Futurism. Consultado em 19 de fevereiro de 2022