António Parreira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

António Parreira Costa (Santa Margarida da Serra, 13 de junho de 1944) é um professor e intérprete de guitarra portuguesa português.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Parreira, que tem dois filhos (Paulo e Ricardo), passou na década de 1970 a integrar diversos elencos locais que se apresentaram em restaurantes. A sua primeira aparição na televisão portuguesa foi no programa Zip-Zip em 1970. Em seguida, participou em vários espectáculos nacionais e internacionais, entre outros na Radio y Televisión Española, no programa Festival da TV Globo, no Festival das Nações” em Joanesburgo e no Festival da Cruz Vermelha em Nova Iorque. Na época tocou também durante três semanas no Casino de Monte Carlo

Em 1973 lançou o seu álbum de estreia intitulado Guitarras de Portugal. Desde então acompanhou vários fadistas e instrumentistas notórios (entre outros Amália Rodrigues, António Mourão, Alfredo Marceneiro e Manuel de Almeida) e participou em dezenas de gravações.[1]

Desde 2001 é professor da Escola de Guitarra do Museu do Fado, em Lisboa.[2][3]

Referências

  1. «Fonoteca Municipal - Catálogo». fonoteca.cm-lisboa.pt. Consultado em 12 de novembro de 2011 
  2. «Museu do Fado - Personalidades - António Parreira». museudofado.pt. Consultado em 12 de novembro de 2011 
  3. «Portal do Fado - António Parreira». portaldofado.net |year. Consultado em 12 de novembro de 2011 
Ícone de esboço Este artigo sobre músico é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.