Tapirus bairdii

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Anta-de-baird)
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaTapirus bairdii[1]
Central American Tapir-Belize20.jpg

Estado de conservação
Status iucn3.1 EN pt.svg
Em perigo (IUCN 3.1) [2]
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Mammalia
Ordem: Perissodactyla
Família: Tapiridae
Género: Tapirus
Espécie: T. bairdii
Nome binomial
Tapirus bairdii
(Gill, 1865)
Distribuição geográfica
Distribuição geográfica da anta-de-baird, em azul. O vermelho representa El Salvador, onde está extinta. O amarelo representa o Equador, onde sua presença não é confirmada.
Distribuição geográfica da anta-de-baird, em azul. O vermelho representa El Salvador, onde está extinta. O amarelo representa o Equador, onde sua presença não é confirmada.
Sinónimos
  • bairdi Gray, 1868
  • dowi Alston, 1880
  • dowii Gill, 1870

Tapirus bairdii é um mamífero ungulado do gênero Tapirus e família Tapiridae. Entre os povos ameríndios, recebe nomes diferentes: tzemen no México, cash-i-tzimin ("cavalo da selva") entre os maias, niguanchan ("animal grande"). Em português, também é referido como anta-de-baird[3] . Ele é moli na linguagem coloquial dos cunas do Panamá, oloalikinyalilele, oloswikinyaliler ou oloalikinyappi em sua linguagem pública e ekwirmakka ou ekwilamakkatola em sua linguagem espiritual. Ocorre do sudeste do México até o noroeste da Colômbia, e originalmente, também no oeste do Equador, até o sul do Golfo de Guayaquil.[4]

É o maior dentre os tapirídeos americanos, sendo o maior mamífero terrestre dos Neotrópicos, pesando entre 250 e 350 kg, medindo entre 200 e 230 cm de comprimento e 120 cm na altura da cernelha.[4] A cor do corpo é marrom escuro ou marrom-acinzentado com uma marcante coloração creme na face e pescoço e um pinta preta nas bochechas. Assim como os outros tapirídeos, possui uma cauda curta e uma longa probóscide.[4]

Quando ameaçadas, fogem para a água ou em direção à vegetação rasteira densa, por segurança. Seu chiado parece ser um meio de comunicação com outros membros de sua família na folhagem espessa da floresta tropical. Se alimentam de folhas, frutas e outros tipos de vegetação. Sua altura chega a 1,2 metros e o peso varia entre 250 e quinhentos quilogramas.

Os únicos predadores das antas, além dos seres humanos, são os membros da família dos felídeos. A perda do habitat devido ao desmatamento levou as antas-de-baird à beira da extinção.

Referências

  1. Grubb, P. (2005). Wilson, D.E.; Reeder, D.M. (eds.), : . Mammal Species of the World 3 ed. (Baltimore: Johns Hopkins University Press). p. 633. ISBN 978-0-8018-8221-0. OCLC 62265494. 
  2. Castellanos, A., Foerester, C., Lizcano, D.J., Naranjo, E., Cruz-Aldan, E., Lira-Torres, I., Samudio, R., Matola, S., Schipper, J. & Gonzalez-Maya. J. (2008). Tapirus bairdii (em Inglês). IUCN . Lista Vermelha de Espécies Ameaçadas da IUCN de Versão 2. Página visitada em 12 de fevereiro de 2014.
  3. «Pro Anta - Programa de Proteção e Preservação da Anta Brasileira no Estado de Mato Grosso do Sul - View Anta». Consultado em 26 de março de 2016. 
  4. a b c Medici, E.P. (2011). «Family Tapiridae (Tapirs)». In: Wilson, D.E.; Mittermeier, R.A. Handbook of the Mammals of the World - Volume 2:Hoofed Mammals (Barcelona: Lynx Edicions). pp. 182–206. ISBN 978-84-96553-77-4. 
Ícone de esboço Este artigo sobre perissodáctilos, integrado no Projeto Mamíferos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.