Antiguidade dos senadores dos Estados Unidos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Robert Byrd foi o político que mais tempo integrou o Senado dos Estados Unidos: 51 anos.[1]

Os senadores dos Estados Unidos são comumente classificados pela duração de seus mandatos. Cada estado tem dois senadores como seus representantes no Senado; o que tiver mais anos no cargo (em contínuo) é, por convenção, chamado senador sénior, e o outro é referido como senador júnior. Se ambos são eleitos ao mesmo tempo (um em eleição normal e outro designado para substituir no cargo um outro senador que tenha renunciado), o primeiro a jurar é o senador sénior.[2][3]

Não há nenhuma diferença quanto aos direitos e deveres dos dois, embora as regras internas do Senado atribuam maiores poderes aos senadores com maior antiguidade, incluindo a preferência na escolha de atribuições nas comissões e dos escritórios. Geralmente os senadores seniores têm mais poder, mas é mais importante ser membro do partido com a maioria no Senado do que ser senador sénior.[4][3]

Referências

  1. «Longest Serving Senators». Senado dos Estados Unidos. Consultado em 14 de julho de 2019 
  2. Carmen Forman (18 de dezembro de 2018). «Sinema to be state's senior senator; McSally pledges to work with former foe». Arizona Capitol Times. Consultado em 14 de julho de 2019 
  3. a b «Seniority (of a US Representative or Senator)». A Glossary of Political Economy Terms. Consultado em 14 de julho de 2019 
  4. Kathy Gill (30 de maio de 2019). «The Effects of the Seniority System on How Congress Works». ThoughtCo. Consultado em 14 de julho de 2019