Antonia López González

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Antonia López González
Nascimento 1967 (52 anos)
Guareña
Cidadania Espanha
Ocupação cientista, médica

Antonia López González (Guareña, 1967) é uma médica espanhola, e investigadora de doenças tropicais, especialmente da doença de Jorge Lobo ou lobomicose.[1][2]

Biografia[editar | editar código-fonte]

É cooperadora responsável e fundadora da organização não governamental Comité Ipiranga de atenção primária aos doentes da região do Amazonas. A equipa de médicos atende dentro de um barco hospitalar que navega pelo rio Purus, na Amazónia, para ter acesso aos povoados.[3]

Antonia López foi diretora da revista Leucemia da Faculdade de Medicina da Universidade da Estremadura (1987-1990). É relatora de diversos seminários e congressos internacionais sobre doenças tropicais.[4]

A sua ação humanitária, comprometida socialmente, agregou à sua visão científica, tendo publicado um livro sobre as doenças dermatológicas tropicais esquecidas, da classe endémica na região amazónica, cujo livro é referenciado mundialmente.[3]

Em 2002 foi galardoada com a Medalha da Estremadura, e recebeu outros reconhecimentos honoríficos como: Prémio Cooperação e Solidariedade de AFA-Prelazia/Brasil (2002), Prémio de Cooperação Internacional Direitos Humanos da Estremadura (2007), Prémio de Cooperação Enclave-92 Usina Cosmopolis-Brasil, Prémio Culturas Comité Estremenho contra o racismo, a xenofobia e a intolerância (2001),[5] e a Medalha de Ouro do Colégio de Médicos de Badajoz (2014).[6]

Notas e referências

Notas

* Este artigo foi inicialmente traduzido do artigo da Wikipédia em estremenho, cujo título é «Antonia López González», especificamente desta versão.

Referências

  1. Llanos, Fran Muñoz de (29 de novembro de 2018). «Antonia López González declarada Hija Predilecta de Guareña» (em espanhol). Radio Guareña 
  2. «Antonia López González» (em espanhol). Extremeños Ilustres. Consultado em 14 de fevereiro de 2019. Cópia arquivada em 10 de outubro de 2013 
  3. a b Guerra, Jose Luis (11 de novembro de 2012). «Antonia López González, médico y responsable de la oenegé Comité Ipiranga: "Amo profundamente a Extremadura; la añoro todos los días; pero seguiré en el Amazonas"». La Crónica de Badajoz (em espanhol) 
  4. «Antonia López González» (em espanhol). Biblioteca Municipal Pública Eugenio Frutos Cortés de Guareña. Consultado em 14 de fevereiro de 2019 
  5. «DECRETO 98/2002, de 23 de julio, de concesión de la medalla de Extremadura a Dª Antonia López González.» (PDF). Diário Oficial da Estremadura (em espanhol) (88): 9941. 30 de julho de 2002 
  6. Hernández, Ana B. (29 de setembro de 2014). «La extremeña que quiere salud para todos». Hoy (em espanhol) 
Ícone de esboço Este artigo sobre um médico é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.