Armando Albuquerque

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Armando Albuquerque
Informação geral
Nome completo Armando Albuquerque
Nascimento 29 de junho de 1901
Origem Porto Alegre, Rio Grande do Sul
País  Brasil
Morte 16 de março de 1986
Gênero(s) Música de câmara
Música erudita
Música contemporânea
Ocupação(ões) compositor, pianista, professor, violinista, musicólogo

Armando Albuquerque (Porto Alegre, 29 de junho de 1901 - 16 de março de 1986) foi um compositor, pianista, violinista, professor e musicólogo brasileiro.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Recebeu sua instrução do Conservatório de Música do antigo Instituto de Belas Artes, especializando-se em violino em 1923. Também dedicou-se ao piano junto a grupos de música popular no centro do país.[1]Foi arranjador da Rádio Difusora em Porto Alegre, orientador da Rádio da Universidade e em torno de 1946 passou a compor.

Foi um dos fundadores da Sociedade Brasileira de Música Contemporânea e lecionou no curso de Música do Instituto de Artes. Teve inúmeros alunos, incluindo Celso Loureiro Chaves, que em 1994 gravou suas composições no disco Uma idéia de café, e João Gilberto que aprimorou com Armando Albuquerque seu conhecimento de harmonia durante sua estada em Porto Alegre.[2]

Foi membro da Academia Brasileira de Música. Em 1985, aos 84 anos de idade, lançou o disco Mosso.[3]

Obras principais[editar | editar código-fonte]

  • Suíte breve, (1954)
  • Evocação de Augusto Meyer,(1970)
  • Música para violoncelo e piano, (1955)
  • Choppe, (1929)
  • Motivação, (1945)
  • Pathé Baby, (1926)
  • Quasinocturno, (1939)
  • Toccata, (1948)
  • Sonho III, (1974)
  • Suíte bárbara infantil,(1965)

Discografia[editar | editar código-fonte]

  • Celso Loureiro Chaves. Uma idéia de café, CD, 2001.
  • Luciane Cardassi. Prelúdios em Porto Alegre, CD, Fumproarte, 1998.
  • O Sul Erudito, BRDE/Conselho de Desenvolvimento Cultural/ RS, LP, 1987.
  • Armando Albuquerque. Mosso,LP, RBS/Som Livre Discos, 1985.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Armando Albuquerque. Página do Dicionário Cravo Albin da Música Popular Brasileira. Acessado em 13/03/2010, 21:08.
  2. Há 50 anos, João Gilberto estreou seu samba harmônico e sincopado. Página da Folha de S. Paulo. Acessado em 13/03/2010 - 21h58.
  3. Mosso, tributo ao compositor gaúcho. Sítio do Tablóide Digital. 13/03/2010 - 21h19.
Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) compositor(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.