Arquieparquia de Făgăraş e Alba Iulia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo contém fontes no fim do texto, mas que não são citadas no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações (desde abril de 2018). Ajude a melhorar este artigo inserindo fontes.
Arquieparquia de
Făgăraş e Alba Iulia
Archieparchia Fagarasiensis et Albae Iuliensis Romenorum
Catedral da Santíssima Trindade
Localização
País Romênia
Eparquias Sufragâneas Cluj-Gherla
Oradea Mare
Lugoj
Maramureş
São Basílio Magno de Bucareste
Estatísticas
Área km²
Informação
Rito bizantino
Criação da Eparquia 18 de maio de 1721
Elevação a Arquieparquia 16 de novembro de 1854
Governo da Arquidiocese
Arquieparca Lucian Mureşan
Jurisdição Arquieparquia metropolitana
Contatos
Página Oficial www.bru.ro/blaj/

A Arquieparquia de Făgăraş e Alba Iulia (Archieparchia Fagarasiensis et Albae Iuliensis Romenorum) é uma arquieparquia maior da Igreja Greco-Católica Romena unida com Roma situada na Romênia, com sé em Blaj. É fruto da elevação da eparquia de Făgăraş, antes Diocese de Alba Iulia. Seu atual arcebispo maior é Lucian Mureşan. Sua é a Catedral da Santíssima Trindade, em Blaj.

É a cabeça da Igreja Greco-Católica Romena unida com Roma, sendo sua arquidiocese maior e sua única arquidiocese, como uma Igreja sui iuris, estendendo sua jurisdição sobre os fiéis católicos de rito bizantino residentes na Transilvânia, com exceção do noroeste do distrito de Hunedoara, em Valáquia, em Dobrogea e na Moldávia Romena.

Possui atualmente[quando?] 624 paróquias e é assistida por 216 sacerdotes. Conta com uma população de 289 mil batizados[1].

História[editar | editar código-fonte]

Os primeiros registros indicam a nomeação de bispos para a Diocese de Alba Iulia em 1692. Após a ratificação da União com Roma dos ortodoxos da Transilvânia (7 de maio de 1700), o Papa Inocêncio XIII instituiu em 18 de maio de 1721 pela bula papal Rationi congruit uma diocese para os "unidos da Transilvânia", com sede em Făgăraş. Em 1737 a sede foi transferida para Blaj.

Em 26 de novembro de 1853, com a bula Ecclesiam Christi do Papa Pio XI, a eparquia foi elevada à categoria de arquieparquia. Ao mesmo tempo, deu uma parte de seu território, para o benefício da ereção da Eparquia de Lugoj. Em 19 de dezembro do mesmo ano deu outra porção de terra para o benefício da ereção da Eparquia de Gherla (hoje Eparquia de Cluj-Gherla). Em 16 de novembro de 1854, passou a ser sé metropolitana.

Em 8 de junho de 1912 deu as regiões de língua húngara em favor da ereção da Eparquia de Hajdúdorog (da Igreja Católica Bizantina Húngara). Em 5 de junho de 1930 deu mais uma porção de território para o benefício da ereção da Eparquia de Maramureş. Em 9 de abril de 1934, 35 paróquias são incorporadas, que tinham pertencido à Eparquia de Hajdúdorog.

Entre os anos de 1953 até a Revolução Romena de 1989, qualquer religião foi considerada ilegal, assim, a arquieparquia não funcionou oficialmente durante o período comunista.

Em 17 de dezembro de 2005 com a bula Ad totius Dominici, o Papa Bento XVI elevou à categoria de arquidiocese maior.

Prelados[editar | editar código-fonte]

Bispos de Alba Iulia[editar | editar código-fonte]

  • Teofil Seremi (1692 - 1697)
  • Atanasie Anghel Popa (1698 - 1713)

Eparcas de Făgăraş[editar | editar código-fonte]

  • Ioan Giurgiu Patachi (1723 - 1727)
  • Ioan Inocenţiu Micu Klein (1732 - 1751)
  • Petru Pavel Aron (1752 - 1764)
  • Atanasie Rednic (1765 - 1772)
  • Grigore Maior (1772 - 1782)
  • Ioan Bob (1782 - 1830)
  • Ioan Lemeni (1830 - 1850)
  • Alexandru Şterca Şuluţiu (1850 - 1853)

Arquieparca de Făgăraş[editar | editar código-fonte]

  • Alexandru Şterca Şuluţiu (1853 - 1854)

Arquieparcas de Făgăraş e Alba Iulia[editar | editar código-fonte]

  • Alexandru Şterca Şuluţiu (1854 - 1867)
  • Ioan Vancea (1868 - 1892)
  • Victor Mihali (1895 - 1918)
  • Vasile Suciu (1919 - 1935)
  • Alexandru Nicolescu (1935 - 1941)
  • Colocada na clandestinidade, entre 1953 e 1990
  • Alexandru Todea (1990 - 1994)
    • George Guţiu (1992 - 1994, administrador apostólico sede plena)
  • Lucian Mureşan (1994 - 2005)

Arcebispo Maior de Făgăraş e Alba Iulia[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Dados de 2009.