Artéria pancreática magna

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Artéria pancreática magna
Gray's subject #154 606
Origem artéria esplênica
Dorlands/Elsevier a_61/12155388

Na anatomia humana, a artéria pancreática magna, é o maior vaso sanguíneo que fornece sangue oxigenado para o pâncreas. É ramo da artéria esplênica.

Patologia[editar | editar código-fonte]

A artéria pancreática magna pode se romper como uma complicação de pancreatite crônica.[1] Se esse evento raro acontecer, geralmente é fatal.[2]

Referências

  1. Salmassi S. Pancreatica magna aneurysm: rupture into the pancreatic duct. South Med J. 1983 Dec;76(12):1565-7. PMID 6606231.
  2. Lunetta P, Penttila A, Salovaara R, Sajantila A. Sudden death due to rupture of the arteria pancreatica magna: a complication of an immature pseudocyst in chronic pancreatitis. Int J Legal Med. 2002 Feb;116(1):43-6. PMID 11924708.

Ver também[editar | editar código-fonte]