Asha

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para o músico britânico, veja Asher Quinn.
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde maio de 2016). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

O termo avéstico asha (aša; arta em Persa antigo, e ard em Persa médio) é um dos princípios centrais do Zoroastrismo, e que representa a "verdade", "justiça" ou "ordem", podendo ser traduzido como "aquilo que está ligado de forma adequada, no seu lugar próprio". De facto, para os Indo-iranianos, toda a criação física (geti) estava determinada segundo um plano cósmico. O seu oposto é druj (drauga em Persa antigo), que representa a "falsidade" e o "caos".

O termo tem um equivalente no Sânscrito védico, ṛtá, que também deriva do proto-indo-iraniano.


Ícone de esboço Este artigo sobre religião é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.