Asimov's Science Fiction

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


Asimov's Science Fiction
Isaac Asimov, inspirador da Asimov's Science Fiction.
Editora Ziff Davis, Bantam Doubleday, Dell Magazines (anteriores)
Penny Publications (atual)
País EUA
Fundação 1977
Fundador(a) Joel Davis
ISSN 1065-2698
http://www.asimovs.com

Asimov's Science Fiction (ISSN 1065-2698) é uma revista estadunidense que publica ficção científica e fantasia, cujo nome é uma homenagem ao bioquímico e escritor de FC Isaac Asimov. Atualmente, é publicada pela Penny Publications, dez vezes ao ano, com edições duplas em Abril/Maio e Outubro/Novembro.

História[editar | editar código-fonte]

Asimov's Science Fiction começou a ser publicada em 1977 no formato digest (conhecido como formatinho no Brasil). Joe Davis da Davis Publications, aproximou Asimov para emprestar o seu nome para uma nova revista de ficção científica,inspirado nas revistas Ellery Queen's Mystery Magazine e Alfred Hitchcock's Mystery Magazine. Asimov recusou-se a editor, mas atuou como diretor editorial, escrevendo editoriais e responder acartas de leitores, até sua morte em 1992. A pedido de Asimov, o tenente-coronel George Scithers (AUS Ret.) foi o primeiro editore negociou um acordo de compra com a Science Fiction Writers of America, proporcionando condições significativamente melhores para os escritores do que tinha sido o padrão jornal até agora.

Inicialmente era uma publicação trimestral, a primeira edição foi lançada em dezembro 1977. Mudou para bimestral em 1978 e se tornou em 1979. Em meados dos anos oitenta, foi publicado uma vez a cada quatro semanas, com um edição extra de "meados de dezembro". As edições duplas foram adicionados no início dos anos noventa, antes de reduzir para as dez edições anuais atuais.

A revista foi vendida para a Bantam Doubleday Dell em janeiro de 1992, poucos meses antes da morte de Asimov, mudando o título para Asimov's Science Fiction. Em 1996, Dell Magazines foi adquirida pela Crosstown Publications, e desde 2012 é parte da Penny Publications. Em 1998, a revista aumentou de tamnanho; agora em um formato maior que o digest


Asimov's Science Fiction comemorou seu trigésimo aniversário em 2007 com uma antologia editada pela atual editor da revista, Sheila Williams. Baseando-se em histórias publicadas a partir de 1977 até o presente, que foi publicado pela Tachyon Publications

Martin Gardner escreveu uma coluna regular para a revista de 1977 a 1986. Ele produziu 111 colunas no total, muitos deles posteriormente publicados em forma de livro.


No Brasil[editar | editar código-fonte]

A Isaac Asimov Magazine (ou IAM), chegou a ser publicada no Brasil pela Editora Record, entre 1990-1992.[1] A iniciativa durou apenas 25 números.

A edição brasileira chegou a promover um concurso literário ("Concurso Jerônimo Monteiro")[2] e publicou vários autores nacionais, como Roberto de Sousa Causo, Roberto Schima, Gerson Lodi-Ribeiro ,Jose Carlos Neves e Cid Fernandez, que posteriormente seriam chamados por alguns de "geração IAM"[3] . Outros escritores conhecidos, publicados com ficção na revista, foram André Carneiro e Jorge Luiz Calife. Tal qual a edição americana, a edição brasileira era publicada no "formato digest".[4]

Editores[editar | editar código-fonte]


Scithers deixou a revista após cinco anos, vencendo dois prêmios Hugo de melhor editor, e foi sucedido por Shawna McCarthy. McCarthy ocupou o cargo por três anos, ganhar um Hugo Award. Gardner Dozois editou a revista de 1985 a 2004, ganhando 15 Hugo Awards, antes de se aposentar e tornando-se seu editor contribuinte. Sheila Williams {é o atual editor e ganhou o Hugo Awards de Melhor Editor de Short Form em 2011.

Autores publicados na revista[editar | editar código-fonte]


Referências

  1. Kathia Natalie Gomes. (2005). "Galáxias asimovianas - sobre o mestre". Scientific American Brasil Exploradores do Futuro - Isaac Asimov (3). Editora Duetto. ISSN 1808-6543.
  2. Cremilda Medina, Patricia Teixeira, Adriano Schwartz (1992). Farra alforria EdUSP/ECA/CJE [S.l.] p. 160. 
  3. Marco A. M. Bourguignon. «Um Pequeno Resgate da História da Ficção Científica Brasileira». Scarium. 
  4. Roberto de Sousa Causo (2003). Ficção científica, fantasia e horror no Brasil, 1875 a 1950 Editora UFMG [S.l.] p. 245. 9788570413550. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Em inglês[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre literatura é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.