Assimilação (fonologia)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde março de 2018). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Metaplasmos
Por adição de sons:
Prótese
Aglutinação
Epêntese
Anaptixe
Paragoge
Por supressão de sons:
Aférese
Deglutinação
Síncope
Haplologia
Apócope
Crase
Por modificação de sons:
Por transposição:
Metátese
Hipértese
Hiperbibasmo
Por transformação:
Apofonia
Assibilação
Assimilação
Consonantização
Desnasalização
Dissimilação
Ditongação
Fortição
Lenição
Metafonia
Monotongação
Nasalização
Palatalização
Sonorização
Vocalização

Assimilação é um metaplasmo que consiste ou na aproximação ou na perfeita identidade entre dois fonemas, como ocorreu, por exemplo, na evolução da palavra latina "persicum" (de Mela Persicum, literalmente "Maçã da Pérsia") para o português "pêssego".

Definição[editar | editar código-fonte]

Assimilação é captar o ponto que se interessa aprender, tendo conta à função e a base psicológica do mesmo, a assimilação deve presidir a prática, do contrário está se transforma em uma repetição puramente mecânica sem resultados funcionais. Isto é o que modernamente se chama competência linguística.

Ícone de esboço Este artigo sobre linguística ou um linguista é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.