Associação Fluminense de Belas Artes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Under construction icon-yellow.svg
Este artigo carece de caixa informativa ou a usada não é a mais adequada. Foi sugerido que adicionasse esta.
Ambox important.svg
Foram assinalados vários aspectos a serem melhorados nesta página ou se(c)ção:

A Associação Fluminense de Belas Artes (AFBA) é uma entidade civil sem fins lucrativos fundada entre 1938 e 1940, na então capital do estado do Rio de Janeiro, Niterói, que na época a cidade do Rio de Janeiro era a capital nacional. Atualmente reside no bairro de São Domingos em Niterói. O seu atual presidente é Ricardo Vianna Barradas.[1][2][3]

Sua atmosfera principal é a educação e a cidadania, as belas artes, a arte e a cultura em terras fluminenses e brasileiras, explorando as mais diversas áreas artísticas e valorizando o trabalho individual tanto quanto o coletivo.

História[editar | editar código-fonte]

A Associação Fluminense de Belas Artes foi fundada por Hamilton Sholl, Edgar Parreiras, Gerson de Azeredo Coutinho, José de Castro Botelho, Miguel R. Caplloch, Pedro Campofiorito, Dolores Marquez Caplloch, Florisbela de Castro Nogueira, Moysés Nogueira da Silva e Aluizio Valle,[4] e por outros expositores que participaram do I Salão Fluminense de Belas Artes, que fora realizado no período de 11 de novembro a 5 de dezembro de 1941.

Entre os nomes que já expuseram as suas obras nos Salões da AFBA estão: Dario João A. Gonçalves, Chlau Deveza, Sansão Pereira, Bustamente Sá, Miguel Capplonch, e Raimundo Cela.

A AFBA conquistou vários títulos de utilidade pública, municipal e estadual, entre eles o título de mérito cívico outorgado pela Liga da Defesa Nacional da Diretoria do Estado do Rio de Janeiro.

Durante anos, foi a única mantenedora da Escola Fluminense de Belas Artes, um centro educacional e profissional de artes plásticas e visuais, bem como de todos desdobramentos educacionais, promocionais, de divulgação e ativismo cultural.

Escola e Salões Fluminenses de Belas Artes[editar | editar código-fonte]

A Escola Fluminense de Belas Artes é uma instituição mantida pela Associação Fluminense de Belas Artes. Os Salões Fluminenses de Belas Artes desde a década de 1930 abrigam competições, concursos, e gincanas administradas e desenvolvidas pela Associação Fluminense de Belas Artes. Estes eventos são voltados principalmente para seu público-alvo, os associados contribuintes regulares da AFBA.

Todos os participantes, alunos, professores, artistas e autores participantes da Escola Fluminense de Belas Artes e dos Salões Fluminenses de Belas Artes, eram e são associados contribuintes regulares da AFBA.

Referências

  1. «Associação Fluminense de Belas Artes». Fórum da Cultura Digital Brasileira. Ministério da Cultura e Rede Nacional de Ensino e Pesquisa. Consultado em 3 de outubro de 2017 
  2. «Associacao Fluminense de Bellas Arctes (nome fantasia: A.F.B.A.)». EmpresasCnpj.com. Consultado em 3 de outubro de 2017 
  3. «Associação Fluminense de Belas Artes». Equilibriarte. Consultado em 3 de outubro de 2017 
  4. Silva, Raul Mendes. «VALLE, Aluizio». Dicionário de Artistas do Brasil. Brasil Artes Enciclopédias. Consultado em 3 de outubro de 2017 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]