Baixa da Banheira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Portugal Baixa da Banheira  
—  freguesia portuguesa extinta  —
Jardim na Baixa da Banheira
Jardim na Baixa da Banheira
Bandeira de Baixa da Banheira
Bandeira
lema "Terra Singular"
Concelho primitivo Moita
Concelho (s) atual (is) Moita
Freguesia (s) atual (is) Baixa da Banheira e Vale da Amoreira
Fundação 26 de janeiro de 1967 (48 anos)
Extinção 2013
Área
 - Total 3,94 km²
População (2011)
 - Total 21 085
    • Densidade 5 351,5/km2 
Gentílico: banheirense
Orago São José Operário

Baixa da Banheira é uma vila portuguesa do concelho da Moita, pertencente ao Distrito de Setúbal, região de Lisboa e sub-região da Península de Setúbal, com cerca de 21 085 habitantes com última contagem em 2011.[1]

Foi uma freguesia extinta (agregada), em 2013, no âmbito de uma reforma administrativa nacional, tendo sido agregada à freguesia de Vale da Amoreira, para formar uma nova freguesia denominada União das Freguesias de Baixa da Banheira e Vale da Amoreira.[2]

Tem uma densidade de 9 879,6 hab/km², situa-se entre as vilas de Alhos Vedros e Lavradio que lhes ficam a nascente e poente respectivamente. A norte é banhada pelo estuário do Tejo, numa enorme reentrância que se estende do Bico da Passadeira (Barra-a-Barra) até à vila da Moita e a sul a extrema do concelho com o do Barreiro. Foi elevada a vila a 28 de Junho de 1984, cujo decreto de lei foi promulgado pelo ex-primeiro-ministro Mário Soares.[3]

História[editar | editar código-fonte]

Alguns dos antigos nomes, como Sítio da Banheira, Lugar da Banheira, Terras Baixas da Banheira do Tejo, são apenas alguns que possibilitam referenciar a localização da vila banheirense.[4] No século XIV, foi reportado a primeira referência significante à freguesia retratada pelas tradições antigas.

Foi criada em 1967 pelo Decreto-Lei n.º 47.513, de 26 de Janeiro.[3] As décadas de 1930 e 1940 foram históricas devido ao aumento de número de habitantes pelo facto de muitas famílias oriundas do Algarve, Trás-os-Montes, Alentejo, entre outras, procurarem trabalho nas grandes fábricas da região como por exemplo a CP, a CUF e a Siderurgia.[4]

Referências

  1. Censos 2011 (em português) Instituto Nacional de Estatística. Visitado em 5 de fevereiro de 2012.
  2. Diário da República, 1.ª Série, n.º 19, Lei n.º 11-A/2013 de 28 de janeiro (Reorganização administrativa do território das freguesias). Acedido a 2 de fevereiro de 2013.
  3. a b Elevação a Vila (em português) Junta de Freguesia da Baixa da Banheira. Visitado em 3 de Junho de 2010.
  4. a b História (em português) Junta de Freguesia da Baixa da Banheira. Visitado em 3 de Junho de 2010.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre freguesias portuguesas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.