Bardoto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Como ler uma infocaixa de taxonomiaBardoto
Old hinny in Oklahoma.jpg
Estado de conservação
Não avaliada: Domesticado
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Mammalia
Ordem: Perissodactyla
Família: Equidae
Gênero: Equus
Espécie: Equus caballus x Equus asinus
Sinónimos
Equus mulus

Bardoto, feminino bardota, é um animal híbrido, resultante do cruzamento de espécies diferentes. O pai é da espécie Equus caballus (o cavalo) e a mãe é da espécie Equus asinus (a jumenta).[1] O cruzamento inverso, em que a mãe é uma égua (Equus caballus) e o pai é um jumento (Equus asinus), gera um filhote denominado mula ou muar, que, assim como o bardoto, também é estéril.

Se, porventura, surgirem descendentes do cruzamento entre indivíduos de espécies diferentes, eles quase sempre serão estéreis.[2] No caso específico do bardoto ou da mula, sua esterilidade se deve ao fato de o cavalo possuir 64 cromossomos e o jumento 62, resultando em crias com 63 cromossomos.[3]

Apesar de tanto o bardoto quanto a mula possuírem maior resistência do que o cavalo para a execução de trabalhos pesados, é muito mais comum de se encontrar uma mula do que um bardoto. Isso se deve às maiores dificuldades de se cruzar um cavalo com uma jumenta do que uma égua com um jumento, tais como: maior esforço para se conseguir observar o período fértil das jumentas (quando comparadas às éguas) e maiores riscos na gestação, posto que o filhote híbrido pode ser grande demais para o útero da jumenta.[3]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Bardoto X burros». Consultado em 1 de janeiro de 2016. 
  2. «Bardoto». Consultado em 1 de janeiro de 2016. 
  3. a b «Muar do futuro». Consultado em 1 de janeiro de 2016.