Benedetto Accolti

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Benedetto Accolti
Nascimento 1415
Arezzo
Morte 26 de setembro de 1464 (49 anos)
Florença
Nacionalidade Itália italiano
Ocupação Jurisconsulto, humanista, historiador

Benedetto Accolti (Arezzo, 1415 — Florença, 26 de setembro de 1464[1]) foi um jurisconsulto, humanista e historiador italiano.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Accolti nasceu em Arezzo, Toscana, de uma família proeminente. Vários membros dessa família tiveram destaque no campo do Direito.

Foi por algum tempo professor de Direito na Universidade de Florença, e após a demissão do renomado humanista Poggio Bracciolini da chancelaria florentina por incompetência, em 1456, e de um interregno de dois anos, Accolti tornou-se Chanceler da República de Florença, em 1458.

A memória de Accolti era prodigiosa. Tendo, um dia, ouvido um discurso do embaixador do rei da Hungria para o governo de Florença, passou a repeti-lo, palavra por palavra.

Accolti escreveu em latim a história da Primeira Cruzada, intitulada De Bello a Christianis contra Barbaros gesto pro Christi Sepulchro et Judaea recuperandis libri IV (1464), ou "Sobre a guerra exercida pelos cristãos contra os bárbaros, pela recuperação do Sepulcro de Cristo, e da Judeia", que é dito ter servido de base histórica para o trabalho de Torquato Tasso, em "Jerusalém Libertada". Outra obra de Accolti, um "Diálogo" (1461-63), foi publicado em Parma em 1689; neste trabalho o autor compara as conquistas dos modernos com a dos antigos, a fim de provar que os primeiros são, em nenhum aspecto inferiores aos últimos. As duas obras foram dedicadas a membros da família Médici, o "Diálogo" para Cosimo "il vecchio", a história para seu filho Piero.

Francesco, o irmão mais jovem de Accolti, foi também um ilustre jurisconsulto. Seu filho Pietro tornou-se um cardeal, enquanto que outro filho, Bernardo, foi um notável poeta vernacular. Benedetto Accolti, o Jovem, neto do chanceler, também tornou-se cardeal.

Notas

Referências

  • Este artigo incorpora texto da Encyclopædia Britannica (11ª edição), publicação em domínio público.
  • Wikisource-logo.svg Vários autores (1911). «Accolti, Benedetto». In: Chisholm, Hugh. Encyclopædia Britannica. A Dictionary of Arts, Sciences, Literature, and General information (em inglês). 11.ª ed. Encyclopædia Britannica, Inc. (atualmente em domínio público) 
  • Robert Black, Benedetto Accolti and the Florentine Renaissance, Cambridge 1985
  • Robert Black, "Benedetto Accolti: a Portrait", em Humanism and Creativity in the Renaissance. Essays in Honor of Ronald G. Witt, ed. Christopher S. Celenza and Kenneth Gouwens, Leiden 2006, pp. 61-83