Blue Like Jazz

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Blue Like Jazz
Um Novo Caminho (BR)
 Estados Unidos
2012 •  cor •  97 min 
Direção Steve Taylor
Produção J. Clarke Gallivan
Coke Sams
Steve Taylor
Coprodução Dona Spangler
Produção executiva Marshall Allman
Erick Goss
Scott Lewis
Chip Murray
Dan Raines
Roteiro Steve Taylor
Ben Pearson
Gênero comédia dramática
Música Danny Seim
Cinematografia Ben Pearson
Edição Matthew Sterling
Companhia(s) produtora(s) Ruckus Films
Distribuição Roadside Attractions
Lançamento Estados Unidos13 de março de 2012 (South by Southwest Film Festival)
Estados Unidos 13 de abril de 2012
Idioma inglês
Receita US$ 595 018 (Estados Unidos) [1]
Site oficial
Página no IMDb (em inglês)

Blue Like Jazz (Um Novo Caminho (título no Brasil) ) é um filme de 2012 do gênero comédia dramática dirigido por Steve Taylor.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Don Mille (Marshall Allman) encontra-se desencantado com a igreja e sua mãe cristã devota. Ele foge para o Texas e atende no Reed College, a pedido de seu pai secular. No Reed College, Don descobre que seus colegas de classe, são mais anti-religiosos e anti-tudo do que ele esperava. Na tentativa de se ajustar, e encontrar a si mesmo, ele junta-se a um grupo ativista que o obriga a questionar sobre o que ele realmente acredita.[2]

Elenco[editar | editar código-fonte]

Ator/Atriz Papel
Marshall Allman Don Miller
Claire Holt Penny
Tania Raymonde Lauryn
Justin Welborn O Papa
Eric Lange O Hobo
Jason Marsden Kenny
William McKinney Jordan
Jenny Littleton Mãe de Don
David Alford Padre
Jeff Obafemi Carr Dean Bowers
Matt Godfrey Yuri
Jeffrey Buckner Ford James Larkin
Traber Burns Phillipe Nouvel
Barak Hardley Town Crier
Jenson Goins Quinn

[3]

Recepção[editar | editar código-fonte]

Blue Like Jazz teve uma recepção mista para negativa por parte da crítica profissional. No Metacritic, possui uma pontuação de 48/100 em base de 48 críticas.[4] No Rotten Tomatoes tem um índice de avaliação de 38% em base de 40 avaliações.[5]

Do Portland Oregonian, Marc Mohan disse: "O potencial para uma história interessante é alta. Infelizmente, o conto autobiográfico de Miller, como disse em Blue Like Jazz, desperdiça este potencial ao não tomar lugar em um mundo reconhecidamente real."

O jornal New York Times, Rachel Saltz: "Através de tudo isso o Sr. Allman, que interpretou o Tommy skeevy em "True Blood", é uma presença agradável, mas em branco. E a crise de fé de Don, que deve ser o núcleo do filme e do motor, nunca é realmente convincente. É escrito para fora, mas dramaticamente inerte, perdida (...)"

Austin Chronicle, Marjorie Baumgarten: "O principal problema com o Blue Like Jazz é que não há desenvolvimento do personagem crível."

Time Out New York, David Fear: "A versão do filme de adaptação da religião pode ser mais sutil do que o habitual Left Behind com sermões de fogo e enxofre que você encontra em muito cinema pró-cristã contemporânea, mas ainda deixa para trás um fedor sulfúrico."[4]

Referências

  1. «Blue Like Jazz (2012) - Daily Box Office Results». Box Office Mojo (em inglês). Consultado em agosto de 2013. 
  2. «Blue Like Jazz - Filmow». Consultado em agosto de 2013. 
  3. «Blue Like Jazz - Filmes de Cinema». Consultado em 22 de dezembro de 2013. 
  4. a b «Blue Like Jazz Reviews». Metacritic (em inglês). Consultado em 22 de dezembro de 2013. 
  5. «Blue Like Jazz». Rotten Tomatoes (em inglês). Consultado em 22 de dezembro de 2013. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]