Bruno Génésio

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Bruno Génésio
Informações pessoais
Nome completo Bruno Génésio
Data de nasc. 1 de setembro de 1966 (52 anos)
Local de nasc. Lyon, França
Altura 1,74 m
Informações profissionais
Equipa atual Sem clube
Posição Ex-meia
Função Técnico
Clubes de juventude
1983–1985 Lyon
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)
1985–1995
1993–1994
1995–1996
Lyon
Nice (emp.)
Martigues
0171 000(12)
0034 0000(2)
0028 0000(1)
Times/Equipas que treinou
1999–2001
2001–2005
2005–2006
2007–2010
2010–2015
2015–2019
Villefranche
Besançon (assistente)
Besançon
Lyon B
Lyon (assistente)
Lyon





0183
Última atualização: 24 de maio de 2019

Bruno Génésio (Lyon, 1 de setembro de 1966) é um técnico e ex-futebolista francês que atuava como meio-campista. Atualmente está sem clube.

Carreira como jogador[editar | editar código-fonte]

Foi no Lyon que Génésio teve maior destaque em sua carreira de jogador, iniciada em 1985. Em 10 anos pelo Lyon, foram 171 jogos e 12 gols marcados. Entre 1993 e 1994, foi emprestado ao Nice, atuando em 34 partidas. Deixou os gramados em 1996, quando jogava pelo Martigues.

Carreira como técnico[editar | editar código-fonte]

No ano de 1997, Génésio estreou como técnico das categorias de base do L'Arbresle. Dois anos depois, comandaria o Villefranche por 2 temporadas, naquela que seria a primeira incursão dele como treinador de uma equipe principal. Passou ainda pelo Besançon, entre 2001 e 2006, como auxiliar-técnico e como treinador principal.

Voltou ao Lyon em 2007, inicialmente para comandar as categorias de base. Na temporada 2009-10, foi promovido a técnico da equipe de reservas, que disputa o CFA, a quarta divisão do futebol francês[1]. Alçado ao cargo de auxiliar de Rémi Garde a partir de 2011, permaneceu no posto até 2015, quando, com a demissão de Hubert Fournier, foi promovido ao comando técnico do Lyon em dezembro. Ao assumir o cargo, Génésio encontrou o Lyon na 9ª posição, e levou o clube ao vice-campeonato. Em junho de 2016, teve seu contrato renovado.

Referências

  1. Faure, Anthony; Leroy, Yves (25 de dezembro de 2015). «Olympique lyonnais : le plus dur commence pour Bruno Génésio». Le Parisien (em francês)