Carcassonne (jogo de tabuleiro)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para a cidade, veja Carcassonne.
Carcassonne (jogo de tabuleiro)
Designer Klaus-Jürgen Wrede
Gênero Jogo de tabuleiro de estilo alemão
Número de jogadores 2–5 (6 com expansão)
Idade 8 ou mais
Tempo de preparo 1–5 minutos
Tempo de partida 30–90 minutos
Complexidade Baixa
Estratégia Média
Fator sorte Médio

Carcassonne é um jogo de tabuleiro desenvolvido por Klaus-Jürgen Wrede e publicado originalmente em alemão em 2000 por Hans im Glück, em inglês pela Rio Grande Games (substituída em 2012 pela Z-Man Games)[1] e em português pela Devir em 2002. Premiado com a Spiel des Jahres em 2001 como o melhor jogo do ano.[2] É um jogo de enorme sucesso, com mais de dez milhões de jogos vendidos[3].

O jogo tem o nome da cidade medieval fortificada de Carcassonne, no sul da França, famosa por suas muralhas da cidade. O jogo gerou muitas expansões e spin-offs e várias versões de computador, console e celular. Uma nova edição, com arte atualizada foi lançada em 2014.

O objetivo do jogo é a construção de cidades medievais fortificadas, campos, estradas e mosteiros, com o uso de peças. O tabuleiro do jogo vai ganhando novas formas turno após turno, fazendo com que nenhum jogo seja igual ao anterior.

Carcassonne é considerado um excelente "jogo de entrada" por muitos jogadores[4], pois é um jogo que pode ser usado para introduzir novos jogadores em jogos de tabuleiro. As regras são simples, ninguém é eliminado e a cada turno é rápido. Um jogo, sem expansões, leva cerca de 30/45 minutos para ser jogado. Há um componente substancial de sorte no jogo, mas boas táticas melhoram muito as chances de ganhar.

Jogabilidade[editar | editar código-fonte]

O jogo começa com uma única peça de terreno virado para cima e outros 71 estão de serão sorteados ao longo do jogo pelos jogadores. Em cada turno, um jogador sorteia uma nova peça de terreno e o coloca adjacente as peças já existentes. A nova peça deve ser colocada de maneira a estender as estruturas já existentes do tabuleiro: as estradas devem se conectar com a estradas, campos a campos e cidades a cidades.

Depois de colocar cada nova peça, o jogador que fizer a colocação pode optar por posicionar uma peça (chamada de "seguidor" ou "meeple") em uma estrutura da peça recém colocada, sendo que o jogador não pode usar seu seguidor para reivindicar quaisquer estrutura que estendam ou conectem estruturas já reivindicadas por outro jogador. No entanto, é possível que as estruturas de terreno reivindicados por jogadores adversários sejam compartilhados pelo posicionamento subsequente dos peças que os conectam. Por exemplo, duas peças de campo, cada uma com um seguidor, podem ser conectadas em um único campo por outro terreno.

Um seguidor (ou "meeple") em uma peça, mostrando os limites de uma cidade.

O jogo termina quando a última peça foi colocada. Todos as estruturas (incluindo campos) marcam pontos para os jogadores com mais seguidores nelas. O jogador com mais pontos ganha o jogo.

Pontuação[editar | editar código-fonte]

Durante os turnos dos jogadores, as cidades, mosteiros e estradas (mas não campos) são pontuados quando são concluídos. As cidades e estradas são consideradas concluídas quando não contêm bordas inacabadas que podem ser expandidas, já os mosteiros quando cercados por oito peças. Os pontos são concedidos aos jogadores com mais seguidores em um recurso, se houver um empate para o maior número de seguidores em qualquer estrutura, todos os jogadores empatados recebem o número total de pontos.

No final do jogo, quando não houver peças restantes, a pontuação de campos e das estruturas incompletas são pontuadas. Os campos pontuam com base no número de cidades concluídas conectadas.

Tabela de pontuação do jogo conforme regras atuais
Estrutura Pontuação quando completado durante o jogo Pontuação no final do jogo
Cidade 2 pontos por peça + 2 pontos por cada escudo 1 pontos por peça + 1 pontos por cada escudo
Estrada 1 ponto por peça 1 ponto por peça
Mosteiro 1 ponto + 1 ponto cada peça vizinha (9 no máximo) 1 ponto + 1 ponto cada peça vizinha
Campo Não pontuado 3 pontos para cada cidade completa em contato com o campo

Expansões[editar | editar código-fonte]

Imagem do jogo no decorrer da partida.

Várias expansões oficiais para Carcassonne foram publicadas, o que adiciona novas regras, aumenta no número de jogadores, adiciona novas peças e novos tipos de seguidores. Essas expansões são geralmente compatíveis umas com as outras e podem ser jogadas juntas.

Lista das principais expansões para Carcassonne:

1 - Carcassonne: Pousadas e Catedrais

2 - Carcassonne: Comerciantes e Construtores

3 - Carcassonne: A Princesa e o Dragão

4 - Carcassonne: A Torre

5 - Carcassonne: A Abadia e o Alcaide

6 - Carcassonne: Count, King & Robber

7 - Carcassonne: Catapult

8 - Carcassonne: Mercados e Pontes

9 - Carcassonne: Colinas e Ovelhas

10 - Carcassonne: Under the Big Top

Referências

  1. Elliott Miller. «"Carcassonne Moving to Z-Man Games"». The Gaming Gang. Consultado em 11 de dezembro de 2013  (em inglês)
  2. Spiel-des-Jahres. «"Awarded Games 2001"». Spiel-des-Jahres. Consultado em 11 de dezembro de 2013  (em inglês)
  3. «Carcassonne - Spiele - Hans im Glück». www.hans-im-glueck.de (em alemão). Consultado em 15 de agosto de 2018 
  4. «Family Focus Reviews: Carcassonne |». BoardGameGeek 
Ícone de esboço Este artigo sobre Jogos de tabuleiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.