Carcassonne (jogo de tabuleiro)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Disambig grey.svg Nota: Para a cidade, veja Carcassonne.
Carcassonne (jogo de tabuleiro)
Designer Klaus-Jürgen Wrede
Gênero Jogo de tabuleiro de estilo alemão
Número de jogadores 2–5 (6 com expansão)
Idade 8 ou mais
Tempo de preparo 1–5 minutos
Tempo de partida 30–90 minutos
Complexidade Baixa
Estratégia Média
Fator sorte Médio

Carcassonne é um jogo de tabuleiro desenvolvido por Klaus-Jürgen Wrede e publicado originalmente em alemão em 2000 por Hans im Glück, em inglês pela Rio Grande Games (substituída em 2012 pela Z-Man Games)[1] e em português pela Devir em 2002. Premiado com a Spiel des Jahres em 2001 como o melhor jogo do ano.[2] É um jogo de enorme sucesso, com mais de dez milhões de jogos vendidos[3].

O jogo tem o nome da cidade medieval fortificada de Carcassonne, no sul da França, famosa por suas muralhas da cidade. O jogo gerou muitas expansões e spin-offs e várias versões de computador, console e celular. Uma nova edição, com arte atualizada foi lançada em 2014.

O objetivo do jogo é a construção de cidades medievais fortificadas, campos, estradas e mosteiros, com o uso de peças. O tabuleiro do jogo vai ganhando novas formas turno após turno, fazendo com que nenhum jogo seja igual ao anterior.

Carcassonne é considerado um excelente "jogo de entrada" por muitos jogadores[4], pois é um jogo que pode ser usado para introduzir novos jogadores em jogos de tabuleiro. As regras são simples, ninguém é eliminado e a cada turno é rápido. Um jogo, sem expansões, leva cerca de 30/45 minutos para ser jogado. Há um componente substancial de sorte no jogo, mas boas táticas melhoram muito as chances de ganhar.

Jogabilidade[editar | editar código-fonte]

O jogo começa com uma única peça de terreno virada para cima, enquanto outras 71 peças serão sorteadas ao longo do jogo pelos jogadores. Em cada turno, um jogador sorteia uma nova peça de terreno e a coloca adjacente a outra(s) peça(s) já existente(s). A nova peça deve ser colocada de maneira coerente aos segmentos de mapa: as estradas devem se conectar com a estradas, campos a campos e cidades a cidades.

Depois de colocar cada nova peça, o jogador que fizer a colocação pode optar por posicionar um "peão", chamado de "seguidor" ou "meeple", em uma estrutura da peça recém colocada — sendo que o jogador não pode usar seu seguidor para reivindicar qualquer estrutura já ocupada por outro jogador. No entanto, é possível que as estruturas de terreno ocupadas por jogadores adversários sejam compartilhadas no decorrer da partida, devido a posicionamentos subsequentes de peças.

Um seguidor (ou "meeple") em uma peça, mostrando os limites de uma cidade.

O jogo termina quando a última peça for colocada. Todos as estruturas (incluindo campos) marcam pontos para os jogadores com mais seguidores nelas. O jogador com mais pontos ganha o jogo.

Pontuação[editar | editar código-fonte]

Durante os turnos dos jogadores, as cidades, mosteiros e estradas são pontuados quando são concluídos. As cidades e estradas são consideradas concluídas quando não contêm bordas inacabadas que podem ser expandidas. Os mosteiros são finalizados quando estão cercados por oito peças. Os pontos de campo são contabilizados apenas ao final da partida. Os pontos são concedidos aos jogadores com mais seguidores em um recurso; se houver um empate para o maior número de seguidores em qualquer estrutura, todos os jogadores empatados recebem o número total de pontos.

No final do jogo, quando não houver peças restantes, a pontuação de campos e das estruturas incompletas é contabilizada. Os campos pontuam com base no número de cidades concluídas conectadas.

Tabela de pontuação do jogo conforme regras atuais
Estrutura Pontuação quando completado durante o jogo Pontuação no final do jogo
Cidade 2 pontos por peça + 2 pontos por cada escudo 1 pontos por peça + 1 pontos por cada escudo
Estrada 1 ponto por peça 1 ponto por peça
Mosteiro 1 ponto + 1 ponto cada peça vizinha (9 no máximo) 1 ponto + 1 ponto cada peça vizinha
Campo Não pontuado 3 pontos para cada cidade completa em contato com o campo

Expansões[editar | editar código-fonte]

Imagem do jogo no decorrer da partida.

Várias expansões oficiais para Carcassonne foram publicadas, o que adiciona novas regras, aumenta no número de jogadores, adiciona novas peças e novos tipos de seguidores. Essas expansões são geralmente compatíveis umas com as outras e podem ser jogadas juntas.

Lista das principais expansões para Carcassonne:

1 - Carcassonne: Pousadas e Catedrais

2 - Carcassonne: Comerciantes e Construtores

3 - Carcassonne: A Princesa e o Dragão

4 - Carcassonne: A Torre

5 - Carcassonne: A Abadia e o Alcaide

6 - Carcassonne: Count, King & Robber

7 - Carcassonne: Catapult

8 - Carcassonne: Mercados e Pontes

9 - Carcassonne: Colinas e Ovelhas

10 - Carcassonne: Under the Big Top

Torneios e Campeonatos Mundiais[editar | editar código-fonte]

Os torneios internacionais de Carcassonne foram realizados na Alemanha entre os anos de 2003 e 2005.

O primeiro Campeonato Mundial oficial de Carcassonne foi realizado na feira SPIEL em Essen, Alemanha, em 2006. Um campeonato mundial anual é realizado na SPIEL todos os anos desde 2006, com exceção do quinto campeonato, que foi realizado em 24 de outubro de 2010 durante a SPIEL, mas em um local alternativo em Herne, Alemanha. Ralph Querfurth foi campeão mundial em quatro edições.

Ano Campeão Segundo Terceiro Quarto Participantes
2006 Alemanha Ralph Querfurth Áustria Michael Wischounig Chéquia David Korejtko Hungria David Erdos 16
2007 Alemanha Sebastian Trunz Taiwan Chen Wei-Chi Finlândia Janne Jaula Noruega Henrik Fürstenberg 20
2008 Alemanha Ralph Querfurth Chéquia Martin Mojžiš Alemanha Sebastian Trunz Áustria Stefan Leopoldseder 20
2009 Alemanha Ralph Querfurth Austrália Daniel Geromboux Eslováquia Matej Tabak Finlândia Petri Savola 20
2010 Alemanha Ralph Querfurth Chéquia Martin Mojžiš Eslováquia Matej Tabak Austrália Randy Dreger 22
2011 Países Baixos Els Bulten Japão Shinnosuke Komukai Alemanha Robert Mützner Chéquia Martin Moijzis 24
2012 Chéquia Martin Mojžiš Áustria Stefan Leopoldseder Eslováquia Matej Tabak Países Baixos Els Bulten 26
2013 Grécia Pantelis Litsardopoulos Chéquia Martin Mojžiš Letónia Aleksejs Peguševs Polónia Maciej Śmieszek 36
2014 Japão Takafumi Mochizuki Grécia Pantelis Litsardopoulos Eslováquia Matej Tabak Portugal Ricardo Gomes 34
2015 Grécia Pantelis Litsardopoulos Japão Takafumi Mochizuki Países Baixos Els Bulten Brasil Humberto Fukuda 32
2016 Rússia Vladimir Kovalev Grécia Pantelis Litsardopoulos Bélgica Vannes Vansina Eslováquia Matej Tabak 36
2017 Polónia Tomasz Preuss Grécia Pantelis Litsardopoulos Itália Davide Sandrin Eslováquia Matej Tabak 38
2018 Japão Genro Fujimoto Roménia Marian Curcan Alemanha Kolja Stratmann Polónia Tomasz Preuss 34
2019 Roménia Marian Curcan Taiwan Ying Chien Chien Estónia Timofei Gretsenko Itália Paolo Ballabeni 36
2021 Polónia Maciej Polak Brasil Melvin Quaresma Polónia Tomasz Preuss Portugal Nuno Torres 42

Organização Carcassonne Brasil[editar | editar código-fonte]

Fundada em agosto de 2020 pelos jogadores Humberto Fukuda e Melvin Quaresma, a organização Carcassonne Brasil reúne jogadores da modalidade de todo o país. No website do Carcassonne Brasil é possível encontrar diversos conteúdos relacionados ao esporte e também informações relacionadas aos torneios promovidos pelo grupo. Além da organização brasileira, outros grupos fomentam a cena competitiva de Carcassonne em seus respectivos países, como as organizações Carcassonne México e Carcassonne Catalunha.

Referências

  1. Elliott Miller. «"Carcassonne Moving to Z-Man Games"». The Gaming Gang. Consultado em 11 de dezembro de 2013  (em inglês)
  2. Spiel-des-Jahres. «"Awarded Games 2001"». Spiel-des-Jahres. Consultado em 11 de dezembro de 2013  (em inglês)
  3. «Carcassonne - Spiele - Hans im Glück». www.hans-im-glueck.de (em alemão). Consultado em 15 de agosto de 2018 
  4. «Family Focus Reviews: Carcassonne |». BoardGameGeek 
Ícone de esboço Este artigo sobre jogos de tabuleiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.