Carlos Eduardo Benevides Neto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Carlos Benevides
Deputado federal  Ceará
Período 1987-1994
Deputado estadual  Ceará
Período 1979-1987
Dados pessoais
Nascimento 22 de junho de 1956 (65 anos)
Fortaleza, CE
Alma mater Universidade de Brasília
Cônjuge Annie Aguiar Benevides
Partido MDB (1974-1979)
MDB (1980-presente)
Profissão engenheiro civil, empresário

Carlos Eduardo Benevides Neto (Fortaleza, 22 de junho de 1956) é um engenheiro civil, empresário e político brasileiro com base no Ceará filiado ao Movimento Democrático Brasileiro (MDB).[1] Apontado como um dos integrantes no "caso dos Anões do Orçamento", foi absolvido pelo Supremo Tribunal Federal e indenizado em 2008.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Filho de Carlos Mauro Cabral Benevides e Maria Regina de Borba Benevides. Iniciou sua carreira política ao filiar-se ao MDB em 1974 ano em que seu pai foi eleito senador pela primeira vez. Eleito deputado estadual em 1978[2] formou-se Engenheiro Civil pela Universidade de Brasília em 1979. Membro do Instituto Latino-Americano do Concreto, do Instituto Brasileiro do Concreto e da Associação Brasileira de Engenheiros Rodoviários, seção do Ceará. A exemplo do pai ingressou no PMDB em 1980 sendo reeleito deputado estadual em 1982[2] e eleito deputado federal em 1986[2] e 1990.[2] Acusado de envolvimento com os chamados Anões do Orçamento, foi cassado em 13 de abril de 1994.[3] É sobrinho de Aécio de Borba e irmão de Mauro Benevides Filho.

Referências

  1. «Câmara dos Deputados do Brasil: deputado Carlos Benevides». Consultado em 28 de setembro de 2013 
  2. a b c d «Banco de dados do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará». Consultado em 28 de setembro de 2013 
  3. Carlos Benevides e Feres Nader são cassados (online). Folha de S.Paulo, 20/04/1994. Página visitada em 28 de setembro de 2013.