Carlos Freixo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde Dezembro de 2008). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)


Carlos Freixo
Carlos Freixo desenhado à mão.
Nascimento 5 de fevereiro de 1956 (61 anos)
Nacionalidade português
Ocupação actor, dobrador
IMDb: (inglês)

Carlos António de Almeida Freixo, com o nome artístico Carlos Freixo[1] (5 de fevereiro de 1956) é um actor português.

Integrou, sob a direcção de Carlos Avilez a Companhia Nacional I, sediada no Teatro São Luiz. Foi dirigido por Carlos Avilez no Teatro Experimental de Cascais (1980 - 1992), participando em 1998 na peça Lisbon Traviata.

Ligado às séries animadas, Carlos Freixo é dos principais dobradores portugueses no activo, tendo dirigido um considerável número de dobragens, em grande parte ao serviço de Matinha Estúdios Som, SA, nas quais participou, oferecendo a sua voz. É das vozes mais conhecidas pelos portugueses no mundo da animação tendo dado já a sua voz para célebres personagens como, Pateta, Tigre, Gato Silvestre, Daffy Duck, Elmer Fudd e muitos outros. Fez dobragens para a Warner Bros., Disney, DreamWorks, etc. Esteve presente na primeira dobragem de uma longa-metragem em Portugal, em Rei Leão, da Disney, que dirigiu. Até 1994, as dobragens de animações que passavam em Portugal eram dobradas no Português do Brasil. "Era uma aposta arriscada, uma espécie de tudo ou nada. Se não resultasse voltar-se-ia às dobragens brasileiras. Por isso foi posto todo o cuidado na escolha do elenco para o casting." Disse o actor numa entrevista à Público, referindo-se à dobragem de Rei Leão. Depois da aposta ganha com Rei Leão, que foi considerada a segunda melhor a nível mundial, Carlos Freixo dirigiu outras dobragens, muitas também consideradas das melhores, eis aqui algumas das que dirigiu:

Participou também noutras dobragens, como na saga de Shrek, dando a voz a personagens como o Lobo Mau, um dos porquinhos, e adicionais, participou também noutras dobragens do Toy Story 2 e 3, em dezenas de curtas-metragens dos Looney Tunes da Warner Bros., onde dá a voz a Daffy Duck, Silvestre, Foghorn Leghorn, Pepé Le Pew, Elmer Fudd, Marvin, o Marciano e a inúmeras vozes adicionais, muitos filmes e curtas-metragens dos clássicos Disney, onde deu voz ao Mickey, anteriormente ao ator Rui Paulo, assim como ao Pateta e a inúmeras vozes adicionais. Na série Phineas e Ferb dá a voz a Major Monograma, a Buford, a Baljeet, a Lawrence Fletcher, Carl, Aníbal e Avô Clyde Flynn, sem contar com muitas outras.

Na televisão, tem aparecido em séries actuais como os Morangos com Açúcar, a Lua Vermelha, e também já teve participação em "O Olhar da Serpente", "Médico de Família" e "D.João no Jardim das Delícias".

Referências

  1. «Certidão de lista de associadas da Audiogest» (pdf). IGAC/Ministério da Cultura. 25 de julho de 2007. Consultado em 11 de Janeiro de 2014. Cópia arquivada (PDF) em 24 de Dezembro de 2013 
Ícone de esboço Este artigo sobre um ator ou atriz de cinema é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.