Casa de Augusto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Não confundir com Palácio Augustano.
Casa de Augusto
Tipo Domus, sítio arqueológico
Geografia
Coordenadas 41° 53' 20" N 12° 29' 7" E
País Itália
Planta da Casa de Augusto e da Casa de Lívia

Casa de Augusto (em latim: Domus Augusti) ou Casa Augusteia (em latim: Domus Augustea) é o nome atribuído a duas residências de Otaviano situadas no monte Palatino, em Roma, na Itália. A primeira delas foi a residência onde nasceu e viveu por algum tempo antes de partir com sua família para Velitras. A segunda foi sua residência oficial quando tornou-se imperador como Augusto (r. 27 a.C.14 d.C.). Ambas não devem ser confundidas com a Casa Augustana (Domus Augustana) ou Casa Augustiana (Domus Augustiana), que faz parte do vasto complexo palaciano construído pelo imperador Domiciano (r. 81–96) no Palatino em 92.[1]

A segunda residência de Augusto foi instalada onde se situavam as residências de Quinto Hortênsio Hórtalo e Quinto Lutácio Cátulo, ambas compradas. Ela foi construída antes de 13 de janeiro de 27 a.C., data que o senado autoriza o príncipe a colocar a coroa de carvalho acima da porta de sua residência. De acordo com Suetônio, dentro do complexo havia o Templo de Apolo Palatino que foi construído sobre o local onde o edifício foi atingido por um raio. Nele havia, segundo os autores clássicos, uma elevada câmara de torre, para a qual o imperador se retirava, uma edícula e um Altar de Vesta (Ara Vestae). O edifício foi destruído por um incêndio em 3 d.C., e foi reconstruído mediante contribuições.[1]

A Casa de Augusto é beirada por uma pequena passagem, acessada pelo criptopórtico da Casa de Tibério, que prossegue para um pátio amplamente pavimentado com mosaicos. À direita há um triclínio e próximo há uma adega de vinho. Oposto à entrada há três salas abobadadas defrontando o muro norte e originalmente iluminadas por janelas lunetas sob o telhado do pátio. Nelas há afrescos similares àqueles de Pompeia. A outra seção da casa, talvez a frente, foi acessada por um pórtico descrito por uma estreita escada de madeira. Ela consistiu num pátio cercado por um pórtico com pilares retangulares e salas nos dois lados; no lado sul há restos escassos dum peristilo. Seu centro foi preenchido por uma grande sala e o pórtico se divide em pequenas salas. Seu ângulo de molde foi cortado por um estreito criptopórtico. Sabe-se que há um andar inferior, sob o qual nada se sabe atualmente.[1]

Referências

  1. a b c «Domus Augusti» (em inglês). Consultado em 14 de agosto de 2014