Casomorfina

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Casomorfina é um tipo particular de peptídeo. É um fragmento de uma proteína que pode ser obtido da caseína que é uma proteína existente no leite.

Saúde[editar | editar código-fonte]

Existem diversas casomorfinas que diferem pelos seus efeitos narcóticos. Como exemplo de casomorfina podemos referir a β-casomorfina. A presença desse peptídeo é apontada como causa de doenças como autismo e esquizofrenia.

Ao ser ingerida, a proteína do leite, caseína se quebra e produz o peptídeo casomorfina (morfina), um opióide que atua como liberador de histamina.[1]

Nos EUA, uma dieta sem glúten e sem caseína (leite e derivados) são recomendadas em conferências para pais de crianças que tem autismo; em livros, sites e grupos de discussão há relatos que descrevem os benefícios dessa dieta cotra o autismo, especialmente no desenvolvimento da interação social e habilidades verbais desses pacientes.[2]

No entanto, estes estudos podem ainda não ser definitivos, por apresentarem algumas dúvidas.[2] Os experimentos foram realizados usando exames específicos mas esses peptídeos não puderam ser detectados nas amostras de urina dessas crianças.[3] [4]

Referência[editar | editar código-fonte]

  1. Kurek M, Przybilla B, Hermann K, Ring J (1992). «A naturally occurring opioid peptide from cow's milk, beta-casomorphine-7, is a direct histamine releaser in man». Int Arch Allergy Immunol [S.l.: s.n.] 97 (2): 115–120. doi:10.1159/000063326. PMID 1374738. 
  2. a b Christison GW, Ivany K (2006). «Elimination diets in autism spectrum disorders: any wheat amidst the chaff?». J Dev Behav Pediatr [S.l.: s.n.] 27 (2 Suppl 2): S162–71. doi:10.1097/00004703-200604002-00015. PMID 16685183. 
  3. Dettmer K, Hanna D, Whetstone P, Hansen R, Hammock BD (2007). «Autism and urinary exogenous neuropeptides: development of an on-line SPE-HPLC-tandem mass spectrometry method to test the opioid excess theory». Anal Bioanal Chem [S.l.: s.n.] 388 (8): 1643–51. doi:10.1007/s00216-007-1301-4. PMID 17520243. 
  4. Cass H, Gringras P, March J; et al. (2008). «Absence of urinary opioid peptides in children with autism». Arch. Dis. Child. [S.l.: s.n.] 93 (9): 745–50. doi:10.1136/adc.2006.114389. PMID 18337276. 


Ícone de esboço Este artigo sobre Bioquímica é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.