Castelo de Orihuela

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Searchtool.svg
Esta página foi marcada para revisão, devido a incoerências e/ou dados de confiabilidade duvidosa. Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a coerência e o rigor deste artigo.
Castelo de Orihuela, Espanha.

O Castelo de Orihuela localiza-se no município de Orihuela, província de Alicante, na comunidade autónoma da Comunidade Valenciana, na Espanha.

Ergue-se em posição dominante no alto do monte São Miguel, próximo à localidade de mesmo nome.

História[editar | editar código-fonte]

O castelo remonta a uma fortificação já existente à época do Visigodo Teodomiro, uma vez que há referências concretas de que estava construído no ano de 859.

Sem dúvida tratou-se de uma vasta fortificação, de grande importância ao longo de toda a sua história, devido ao seu valor estratégico. Foi reformado em numerosas ocasiões, especialmente após a Reconquista cristã da região.

Durante a Guerra de Sucessão Espanhola, uma grande explosão provocada pela queda de um raio sobre o paiol de pólvora destruiu a maior parte do castelo, ordenando-se a sua demolição por considerá-lo irrecuperável. O forte terramoto de Março de 1829 causou-lhe graves danos aos remanescentes.

Actualmente em ruínas, podem ver-se grandes troços de suas muralhas, assim como os vestígios de algumas torres. Também podem identificar-se os distintos elementos que se lhe foram sendo incorporados nas sucessivas épocas.


Ícone de esboço Este artigo sobre um castelo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Castelo de Orihuela