Cepetro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.


Cepetro

Centro de Estudos de Petróleo
Logotipo-Cepetro-positivo.jpg
Organização
Natureza jurídica Centro de pesquisa
Atribuições Pesquisa de conhecimentos e tecnologias para o setor de petróleo
Dependência Universidade Estadual de Campinas
Petrobras
Chefia Prof. Dr. Denis José Schiozer, Diretor
Prof. Dr. Marcelo Souza de Castro, Diretor Associado
Localização
Jurisdição territorial  São Paulo
Sede Campinas
Histórico
Criação março de 1987
Sítio na internet
Site oficial

O Cepetro (Centro de Estudos de Petróleo) está localizado na Universidade Estadual de Campinas, no estado de São Paulo, e foi criado através de uma parceria entre a universidade e a Petrobras. A criação do centro buscou atender a demanda crescente por pesquisas na área de petróleo que buscassem unir universidades e empresas em busca de novos conhecimentos e tecnologias para o setor. O principal objetivo do centro é promover a ligação entre a universidade e a sociedade, oferecendo apoio a cursos, projetos de pesquisa científica e tecnológica e de prestação de serviços na área de ciências e engenharia de petróleo.[1]

Histórico[editar | editar código-fonte]

Réplica de cavalo mecânico utilizado em extração de petróleo onshore construída no jardim do CEPETRO, na UNICAMP

O Cepetro foi criado em março de 1987 através de uma parceria entre a Unicamp e a Petrobras.[2] Essa parceria também criou, em agosto do mesmo ano, o Departamento de Engenharia do Petróleo e o curso de mestrado em engenharia do petróleo, ambos na Faculdade de Engenharia Mecânica da Unicamp. Em 1990, foi criado o programa de mestrado em geoengenharia de reservatórios de petróleo, no Instituto de Geociências da Unicamp. O sucesso desses dois cursos de pós-graduação levou à sua união em 2000, dando origem ao programa de mestrado e doutorado em engenharia de petróleo.[3]

Fachado do CEPETRO

Atualmente, o Cepetro apoia cursos e projetos na área de ciências e engenharia de petróleo, contemplando as áreas de explotação petrolífera e geoengenharia de reservatórios petrolíferos, atendendo às atividades de geologia, engenharia de reservatórios, perfuração e contemplação de poços, produção petrolífera e gestão de recursos petrolíferos e processamento sísmico.

A excelência do trabalho desenvolvido pelo Cepetro é atestada por mais de 38 prêmios conquistados em pouco mais de duas décadas de existência, entre os quais destacam-se os títulos concedidos pela Society of Petroleum Engineers-SPE, pela Association of Geoscientists & Engineers, pela Petrobras e pela própria Unicamp.

Linhas de pesquisa[1][editar | editar código-fonte]

Análise numérica[editar | editar código-fonte]

O objetivo desta linha de pesquisa é resolver equações diferenciais parciais provenientes de aplicações nas ciências físicas e na engenharia através métodos numéricos. As simulações numéricas buscam solucionar problemas de previsão numérica do tempo em meteorologia e de problemas relacionados com fluxos em meios porosos relacionados com prospecção de petróleo.

Economia dos recursos minerais[editar | editar código-fonte]

Esta linha visa investigar a aplicação da análise econômica e dos processos decisórios aos recursos minerais e petrolíferos. O grupo possui grande envolvimento no desenvolvimento de metodologias para tratamento das incertezas econômicas e geológicas nas atividades de exploração e produção de petróleo. Além disso, desenvolve outras abordagens ligadas aos processos decisórios na indústria mineral e do petróleo.

Engenharia de poços[editar | editar código-fonte]

A pesquisa nesta linha envolve vários aspectos da engenharia de petróleo, estendendo-se desde o projeto, planejamento da perfuração e completação dos poços de petróleo até as operações marítimas. Pesquisas básicas e de aplicação têm sido desenvolvidas em problema de estabilidade de poços, fluidos de perfuração e seu escoamento no poço durante a operação, projeto de poços direcionais e novas técnicas de perfuração, controle e segurança de poço, operabilidade de navios e plataformas de perfuração e completação sob efeito de condições ambientais.

Geofísica computacional[editar | editar código-fonte]

A finalidade desta linha é a pesquisa, desenvolvimento e aplicação de métodos e algoritmos computacionais ligados a problemas diretos e inversos da propagação de ondas. De especial interesse são os algoritmos de processamento sísmico, incluindo a construção de imagens, extração de atributos e inversão de dados sísmicos com vistas à exploração e monitoramento de resrvatórios de petróleo.

Produção de óleo e gás[editar | editar código-fonte]

Tem por objetivo central o estudo integrado de novas técnicas e tecnologias que procuram viabilizar a produção de óleo e gás, garantindo o escoamento desta produção em campos terrestres e marítimos, e visando a redução de custos através de um gerenciamento inteligente da produção. O grupo desenvolve atividades de forma interdisciplinar em engenharia de produção de petróleo, destacando-se particularmente as pesquisas em elevação artificial, separadores gás-líquido-sólido, sistemas inteligentes e produção e transporte de óleos pesados.

Reservatórios[editar | editar código-fonte]

A finalidade desta linha de pesquisa é o estudo de caracterização e comportamento de reservatórios e de fluidos, métodos especiais de recuperação, simulação de reservatórios, modelagem geofísica, métodos numéricos para simulação, transferência de calor e massa em meios porosos, análise de teste em poços, traçadores, tomografia computadorizada e equilíbrio de fases.

Sistemas marítimos de produção e poços submarinos de petróleo[editar | editar código-fonte]

Esta linha se propõe a investigar a caracterização de reservatórios marítmos desde a escala miscroscópica (aspectos petrofísicos) até a escala macro e megascópica (geometria dos corpos e arquitetura). Sua função é fazer análise de risco e buscar as melhores soluções para a perfuração de poços e a produção de óleo e gás em reservatórios marítimos.

Laboratórios[editar | editar código-fonte]

O Cepetro apóia, através de diversos convênios, a criação e manutenção de vários laboratórios em algumas unidades da Unicamp.[2] Seus principais laboratórios são:

  • Laboratório Kelsen Valente Serra - Labpetro
  • Laboratório de Métodos Miscíveis de Recuperação
  • Laboratório de Emulsões
  • Laboratório de Sistemas Marítimos de Petróleo e Risers
  • Laboratório de Simulação e Gerenciamento de Reservatórios
  • Laboratório de Geofísica Computacional

Órgãos e empresas financiadoras[editar | editar código-fonte]

Fontes[editar | editar código-fonte]

  1. a b Cepetro
  2. a b Unicamp
  3. DEP