Cerâmica (Nova Iguaçu)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Cerâmica é um bairro do município brasileiro de Nova Iguaçu.[1]

Geografia[editar | editar código-fonte]

Localizado na Região da Posse, faz divisa com os bairros de Cacuia, Ponto Chic, Posse, Tinguazinho, Três Corações, além de Jardim Iguaçu e Comendador Soares, sendo dividido com ambos pela Via Dutra.[2]

Rua do bairro de Cerâmica.

É um bairro predominantemente residencial.[3]

Há divergência sobre sua correta delimitação entre o CEP e a delimitação oficializada pela prefeitura. A Rua Dona Emília, próxima ao chamado "Centro da Cerâmica", é referida por moradores como parte de Cerâmica, e também assim é oficializada pela prefeitura. De acordo com a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos, no entanto, a mesma rua é parte do Ponto Chic.[4]

Delimitação[editar | editar código-fonte]

Wikisource
O Wikisource contém fontes primárias relacionadas com Decreto Municipal de Nova Iguaçu 6629 de 2003

018 - Bairro Cerâmica

Começa no encontro da BR116 – Rod. Presidente Dutra com a Rua Thomaz Fonseca. O limite segue pela Rua Thomaz Fonseca (incluída) até a Rua do Alegrio, segue por esta (incluída) até a Estr. Velha de São José, segue por esta (incluída) até a Rua Gama, segue por esta (excluída) até a Rua Minas Gerais, segue por esta (excluída) até a BR116 – Rod. Presidente Dutra, segue pelo eixo desta até o ponto inicial desta descrição.

Subdivisões[editar | editar código-fonte]

Rua Próxima a pracinha 1 do Grajaú

Possui algumas localidades que por vezes são equiparadas a sub-bairros, entre as quais Areal, Barróca, Bernardo Kelner[5], Buraco Quente, Curva da Morte, Seis Ponto Oito, Bairro Floresta, Grajaú, Morro da Manga Rosa, entre outras. A área entre a esquina da Rua Dona Emília com a Geni Saraiva e a esquina desta última com a Rua Gama é chamada popularmente de "Centro da Cerâmica", por ser a área mais comercial, embora essa denominação possa ser extensiva a algumas ruas ao redor, que não fazem parte de nenhuma comunidade ou sub-bairro.[6][7]

História[editar | editar código-fonte]

É conhecido pela escola de samba Flor de Iguaçu, fundada em 1982. Em 2005, foi um dos palcos da Chacina da Baixada[8][9]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Cerâmica (Nova Iguaçu)

Referências

  1. Prefeitura. «bairros». Consultado em 2 de abril de 2013. Cópia arquivada em 19 de junho de 2012 
  2. «Atlas escolar da cidade de Nova Iguaçu» (PDF). Site da Prefeitura de Nova Iguaçu. 2004. 43 páginas. Consultado em 12 de março de 2012 
  3. Consultar CEP. «Cerâmica, Nova Iguaçu - RJ». Consultado em 20 de dezembro de 2010 
  4. Consultar CEP. «Rua Dona Emília». Consultado em 20 de dezembro de 2010 
  5. Consultar CEP. «Bernardo Kelner, Nova Iguaçu - RJ». Consultado em 22 de fevereiro de 2013 
  6. «PORTAL DA CERÂMICA - tudo sobre o bairro Cerâmica - Nova Iguaçu». Consultado em 18 de outubro de 2008. Arquivado do original em 26 de janeiro de 2009 
  7. Vanessa Louzada. «Centro da Cerâmica». Consultado em 22 de fevereiro de 2012 
  8. Luis Carlos Nascimento. «Luto como Mãe». Consultado em 4 de julho de 2011 
  9. Com Causa.org (30 de março de 2011). «Atos em memória à Chacina da Baixada». Consultado em 4 de julho de 2011 
Brasão de Nova Iguaçu.svg Este artigo é um esboço sobre a cidade de Nova Iguaçu. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.