Austin (Nova Iguaçu)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde maio de 2017). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.

Austin é um bairro da cidade de Nova Iguaçu, no estado do Rio de Janeiro.[1]

Vista de Austin

História[editar | editar código-fonte]

Se situa próximo à divisa do município de Nova Iguaçu com o município de Queimados. Pertence ao Setor Integrado de Planejamento do Noroeste, sendo a sede da única unidade regional de governo deste setor. Além de Austin, esta unidade é composta pelos sub-bairros Riachão, Mariléia, Inconfidência, Cacuia, Rodilândia, Vila Guimarães, Três Fontes, entre outros.

Possui, junto com sua área regional, uma população em torno de 1.000 habitantes e área de 33,835 km². Além de uma estação de trem do ramal Japeri da Supervia e um comércio de médio porte.

Estação de Austin ao dia
Estação de Austin

No passado era uma fazenda de plantação de laranja. Quando a ferrovia chegou ao local em 1998, este recebeu o nome de Austin em homenagem ao engenheiro que projetou a linha férrea (Charles Ernest Austin).

Conta com 3 supermercados, 2 mercados, farmácias, muitas escolas municipais, estaduais e particulares , petshops entre outros.

As viações Mirante, Linave, Tinguá, Nilopolitana, Vila Rica e a SuperVia fazem o transporte da população Austiense.

Austin é um lugar de tradição. Com sua receptividade natural abriga regionalismo de toda parte do Brasil. As festas juninas, festa de São Sebastião e cultos ao ar livre de igrejas protestantes são o ponto forte. Também podemos destacar a praça de Austin, pizzaria, galeteria, petisqueiras, lanchonetes e sítios com pesque pague como área de lazer.

Praça de Austin

Em 30 de agosto de 2007 foi palco de um dos maiores desastres de trens da história do Rio de Janeiro, quando uma composição com centenas de pessoas se chocou a outra vazia próximo à estação de Austin, deixando oito mortos e mais de cem feridos[2].

Também possui uma agremiação esportiva que disputa a 2º divisão do Estado do Rio de Janeiro, intitulada Artsul Futebol Clube, que tambem possui uma Escolinha de Futebol Oficial Coordenada pelo Sr Luiz Antonio Amorim Peixoto , além de uma escola de samba, a Tupi de Austin que disputa o 2º grupo do carnaval iguaçuano.

Mesmo tendo um comércio de médio porte e uma população bem elevada, considerando-se os padrões de um bairro da baixada, Austin após mais de uma década sem contar com uma agência de Bancos (a última foi o HSBC) conta agora com uma pequena agência do Bradesco ao lado da UPA (Unidade de Pronto Atendimento).

Depois de um longo período sem agência bancária (a última foi o HSBC), foi construída uma agência do Banco Santander, que funciona no centro de Austin, o que parece não atender a demanda, já que a população vem crescendo cada vez mais.

O local veio crescendo ao longo do tempo em número de habitantes que saíram de todos os cantos do estado e também de outros cantos do país, porém seu desenvolvimento comercial e o de transporte exigem melhorias.

Sub-bairros[editar | editar código-fonte]

Austin é composto por sub-bairros, são eles: Centro, Riachão, Inconfidência, Carlos Sampaio, Tinguazinho, Cacuia, Rodilândia, Vila Leonora, Vila Guimarães, Jardim Lia-Léa, Parque Maraú, Mariléia, Parque das Torres, Nossa Senhora do Rosário, Jardim Petrolina, Vila Zenith, Vila Maricá, Jardim Excelsior (Inconfidência), Vila Avante, São Lázaro(Cacuia), Bairro do 7(Cacuia), Km 43 ou Manuel Resende (Rodilândia), São Joaquim (Rodilândia), Royal (Rodilândia), Linda Vista (Rodilândia), Vila Maringá, Parque da Biquinha, Vila Josefina, Lago dos Peixes, Vista Alegre (Rodilândia), Eurico Miranda, Arruda Negreiros (Riachão), Jardim Lobato (Carlos Sampaio), Jardim Roma (Riachão),Três Fontes (Vila Guimarães), Santa Cecília (Carlos Sampaio/Vila Guimarães),Praça do Batuta (Austin) e entre outros.[3]

Transporte[editar | editar código-fonte]

O Ramal Japeri da SuperVia corta a região de Austin, onde possuí uma estação (Austin) e faz a ligação da população Austiense aos trens metropolitanos do Rio de Janeiro.[4]

Atualmente há integração com o Metrô do Rio de Janeiro (MetroRio) através das linha de ônibus "Austin (Via Light) x Pavuna (Integração Metrô)" e "Austin (Via BNH) x Pavuna (Integração Metrô)", os números das linhas são respectivamente: 562, 562I. As linhas são operadas pela Viação Vila Rica.

Há ainda linhas de ônibus entre os sub-bairros de Austin, a maioria realiza a ligação entre sub-bairros distantes com a região Central de Austin (onde a Estação de Trem Metropolitano da SuperVia se localiza), são eles:

  1. Austin x Carlos Sampaio
  2. Austin x Nossa Senhora do Rosário (Via Santa Cecília)
  3. Austin x Nossa Senhora do Rosário (Via Eurico Miranda)
  4. Austin x Três Fontes
  5. Austin x Queimados (Intermunicipal que corta sub-bairros de Austin e ainda faz a conexão entre Queimados e Austin)
  6. Austin x Rodilândia
  7. Austin x Riachão

Existe um projeto para a mobilidade de Nova Iguaçu que visa em um futuro próximo a instalação de uma Estação de BRT e uma Estação de VLT em Austin, fazendo a ligação entre todo o município de Nova Iguaçu.

Locais de recreação[editar | editar código-fonte]

Austin possuí 5 locais de recreação públicos, são praças/parques destinado ao uso da população, são elas:

  1. Praça XXI de Abril (Praça 21 de Abril)
  2. Praça do Sem Medo
  3. Praça do Batuta
  4. Praça de Austin
  5. Parque da Biquinha

Referências

  1. Prefeitura. «Bairros». Cópia arquivada em 19/junho/2012  Verifique data em: |arquivodata= (ajuda)
  2. [1]
  3. «Lista de bairros de Nova Iguaçu». Wikipédia, a enciclopédia livre. 18 de novembro de 2017 
  4. «Austin | SuperVia». SuperVia. Consultado em 17 de março de 2018.