Challenger de Drummondville

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Challenger Banque Nationale de Drummondville
Challenger Banque Nationale de Drummondville de 2018
ATP Challenger Tour
Nome Challenger Banque Nationale de Drummondville
Local Drummondville, Quebec, Canadá
Categoria ATP Challenger Tour
Superfície Duro (c)
Sistema 32S/24Q/16D
Prêmio em Dinheiro $75.000+H
Site oficial Site Oficial

O Challenger de Drummondville, atualmente patrocinado como Challenger Banque Nationale de Drummondville, é uma competição de tênis, que acontece em piso rápido, válido pelo ATP Challenger Tour, em Drummondville, Quebec, Canadá, desde 2015.[1] Foi realizado em Rimouski, Quebec, Canadá de 2006 a 2014.

Edições[editar | editar código-fonte]

Simples[editar | editar código-fonte]

Local Ano Campeão Vice-Campeão Placar
Drummondville 2019 Lituânia Ričardas Berankis Alemanha Yannick Maden 6–3, 7–5
2018 Estados Unidos Denis Kudla França Benjamin Bonzi 6–0, 7–5
2017 Canadá Denis Shapovalov Bélgica Ruben Bemelmans 6–3, 6–2
2016 Reino Unido Daniel Evans Reino Unido Edward Corrie 6–3, 6–4
2015 Austrália John-Patrick Smith Canadá Frank Dancevic 6–7(11–13), 7–6(7–3), 7–5
Rimouski
2014 Austrália Samuel Groth Croácia Ante Pavić 7–6(7–3), 6–2
2013 África do Sul Rik de Voest Canadá Vasek Pospisil 7–6(8–6), 6–4
2012 Canadá Vasek Pospisil Bélgica Maxime Authom 7–6(8–6), 6–4
2011 África do Sul Fritz Wolmarans Estados Unidos Bobby Reynolds 6–7(2), 6–3, 7–6(3)
2010 África do Sul Rik de Voest Estados Unidos Tim Smyczek 6–0, 7–5
2009 Não Aconteceu
2008 Estados Unidos Ryan Sweeting Dinamarca Kristian Pless 6-4, 7-6
2007 Estados Unidos Brendan Evans Sérvia Ilija Bozoljac 6-7, 6-4, 6-4
2006 Dinamarca Kristian Pless Taipé Chinesa Lu Yen-hsun 6-4, 7-6

Duplas[editar | editar código-fonte]

Local Ano Campeão Vice-Campeão Placar
Drummondville 2019 Reino Unido Scott Clayton
Canadá Adil Shamasdin
Austrália Matt Reid
Austrália John-Patrick Smith
7–5, 3–6, [10–5]
2018 Bélgica Joris De Loore
Dinamarca Frederik Nielsen
Venezuela Luis David Martínez
Canadá Filip Peliwo
6–4, 6–3
2017 Austrália Sam Groth
Canadá Adil Shamasdin
Austrália Matt Reid
Austrália John-Patrick Smith
6–3, 2–6, [10–8]
2016 Estados Unidos James Cerretani
Estados Unidos Max Schnur
Reino Unido Daniel Evans
Reino Unido Lloyd Glasspool
3–6, 6–3, [11–9]
2015 Canadá Philip Bester
Austrália Chris Guccione
Canadá Frank Dancevic
Alemanha Frank Moser
6–4, 7–6(8–6)
Rimouski
2014 Reino Unido Edward Corrie
Reino Unido Daniel Smethurst
Bélgica Germain Gigounon
Bélgica Olivier Rochus
6–2, 6–1
2013 Austrália Samuel Groth
Austrália John-Patrick Smith
Alemanha Philipp Marx
Roménia Florin Mergea
7–6(7–5), 7–6(9–7)
2012 Polónia Tomasz Bednarek
França Olivier Charroin
Alemanha Jaan-Frederik Brunken
Alemanha Stefan Seifert
6–3, 6–2
2011 Filipinas Treat Conrad Huey
Canadá Vasek Pospisil
Reino Unido David Rice
Reino Unido Sean Thornley
6–0, 6–1
2010 Austrália Kaden Hensel
Austrália Adam Hubble
Estados Unidos Scott Lipsky
Estados Unidos David Martin
7–6(5), 3–6, [11–9]
2009 Não Aconteceu
2008 Canadá Vasek Pospisil
Canadá Milos Raonic
Dinamarca Kristian Pless
Suécia Michael Ryderstedt
5-7, 6-4, [10-6]
2007 Nova Zelândia Daniel King-Turner
Austrália Robert Smeets
Estados Unidos Brendan Evans
Estados Unidos Alberto Francis
7-5, 6-7, [10-7]
2006 Dinamarca Frederik Nielsen
Dinamarca Kristian Pless
Países Baixos Jasper Smit
Países Baixos Martijn van Haasteren
6-2, 6-4

Referências

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]