Charges.com.br

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Se procura pelo chocolate, veja Charge (chocolate).
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde julho de 2012).
Por favor, adicione mais referências inserindo-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde Fevereiro de 2008).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Charges.com.br
Tipo Entretenimento/Website
Fundação fevereiro de 2000
Sede Uberlândia, MG
Pessoas-chave Maurício Ricardo, fundador
Empregados 4
Website oficial Charges.com.br

Charges.com.br é um portal de humor brasileiro, criado em fevereiro de 2000 pelo cartunista Maurício Ricardo Quirino.[1] É conhecido por suas charges animadas, feitas com o programa Macromedia Flash.[2][3] Devido a seu sucesso, as charges chegam a ser exibidas em emissoras de televisão, como a Rede Globo, que exibe todas as terças-feiras no programa Big Brother Brasil em dia de eliminação.

História[editar | editar código-fonte]

Charges.com.br é uma criação do cartunista Maurício Ricardo Quirino, que juntou à agilidade da charge impressa de jornais, os recursos de multimídia e interatividade da Internet, num resultado pioneiro no Brasil. Maurício Ricardo cria os roteiros, desenha, anima e interpreta as vozes da maioria dos personagens.

Lançado em 1º de fevereiro de 2000, já em maio o material começou a chamar a atenção dos grandes portais. Em junho de 2000 o site se tornou canal de humor do extinto portal Zip.net. Desde setembro de 2003 faz parte do portal UOL e vem acumulando alguns dos prêmios mais importantes da Internet.

Foi eleito o Melhor Site de Entretenimento no concurso iBest 2006. O site ganhou também quatro Prêmio Info, da revista Info Exame.Na sua última edição, o Charges.com.br foi escolhido pelos leitores da revista o Site do Ano e Maurício Ricardo o Empreendedor do Ano na Internet.

Quadros[editar | editar código-fonte]

Início Término Título Personagens Principais Personagens Secundários Temp. Descrição Ref.
Charges-okê Mistura de Charges com Karaokê, Paródias Musicais sobre temas da atualidade [4]
Pedidos Difíceis para o Papai Noel Papai Noel
Duende
Todo ano o Papai Noel Separa aqueles pedidos mais difíceis e que são deixados para última hora [5]
Céu do Charges Quando falece alguma celebridade, automaticamente ela aparece entrando no céu do charges, sempre recebidos por São Pedro [6]
Tobby Entrevista Tobby Capitão Morrimento Programa de Entrevistas Semanais. [7]
Espinha e Fimose Espinha
Fimose
Lesado
Lipo
Vera Diva
Dupla de adolescentes de classe média que vão em busca de garotas [8]
Só Levando Bezerra
Bernadete
Yohan/Mc Zulu
Suelen
Autoridade
Dona Geralda
Juke e Box
Histórias da família Bezerra, uma família pobre que mora no Morro do Lamento [9]
15 de novembro de 2008 14 de julho de 2012 Tonin Tonin Carlos Pai-Meio
Vilano-San
Dameshana
Irmandade dos Ninjas de Preto
Xoriço
Tião Dois-Dentes
Oráculo
Aparecido/Vilano-Segundo
4 Um anime que conta a história de Tonin, um garoto brasileiro que viaja para o Japão Feudal para se tornar um ninja [10]

Outros Personagens[editar | editar código-fonte]

Personagem Descrição Ref.
Zhuanta Bhadzada Homem-Bomba ex-braço direito de Osama Bin Laden.Sempre posterga a sua explosão. Atualmente faz parte do Estado Islâmico [11]
Mestre Xu Tinussaco Profeta que sempre faz previsões pro próximo ano, com suas previsões infalíveis [12]

Premiações[editar | editar código-fonte]

  • Troféu Bigorna 2009 - Maurício Ricardo foi eleito o melhor chargista do ano, com seu trabalho no Charges.com.
  • MTV VMB 2009 - Os Seminovos ganharam o troféu de Melhor Web Hit do ano, com a música "Escolha Seu Nerd".
  • Garagem do Faustão - A música Escolha Seu Nerd foi eleita, em 2009, a melhor música do "Mete a Cara", escolha da audiência, com 32% dos votos.
  • iBest - Em 2006 o Charges.com ganha o Prêmio iBest 2006 como "Melhor Site de Entretenimento".
  • Revista Info Exame - Prêmio Info 2005 para o Charges.com como o Site do Ano e para Mauricio Ricardo como o "Empreendedor do Ano na Internet".
  • Revista Info Exame - Segunda premiação, o Charges.com recebeu o Prêmio Info 2002 como "Melhor Site de Lazer do Brasil".
  • Revista Info Exame - Charges.com recebeu o Prêmio Info 2001 como "Melhor Site de Lazer do Brasil".

Referências

  1. Sanchotene, Carlos Renan Samuel (2010). Mídia, humor e política: A charge da televisão. [S.l.]: Editora E-papers. p. 35. ISBN 978-8-576-50275-3 
  2. «Charges, tiras e animações recheiam a internet». Folha.com. 20 de fevereiro de 2002 
  3. «Flash turbina passatempo». Folha.com. 23 de março de 2002. Consultado em 11 de fevereiro de 2013 
  4. humor-dimie. «Charges-okê». Consultado em 06 de julho de 2016  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  5. TV Uol. «Pedidos Difíceis para o Papai Noel». Consultado em 06 de julho de 2016  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  6. Charges.com.br. «São Pedro faz reflexão no céu do Charges». Consultado em 06 de julho de 2016  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  7. Ludimilla Rupf Benincá. «A CONSTRUÇÃO DO HUMOR NAS CHARGES ANIMADAS: CHARGES QUE ENVOLVEM ENTREVISTAS». Consultado em 06 de julho de 2016  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  8. Charges.com.br. «Editorial». Consultado em 06 de julho de 2016  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  9. Charges.com.br. «Editorial». Consultado em 06 de julho de 2016  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  10. Wiki Tonin. «O Ninja que Veio da Roça». Consultado em 06 de julho de 2016  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  11. Bol. «Humor: Liga árabe tem proposta para Zhuanta.». Consultado em 06 de julho de 2016  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  12. Miséria. «Mestre Xu Tinussaco e as previsões inalíveis dos internautas para 2015». Consultado em 06 de julho de 2016  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]