Cláudio (Minas Gerais)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Cláudio
  Município do Brasil  
Símbolos
Bandeira de Cláudio
Bandeira
Brasão de armas de Cláudio
Brasão de armas
Hino
Lema União e prosperidade
Apelido(s) "Cidade dos Apelidos"
Gentílico claudiense
Localização
Localização de Cláudio em Minas Gerais
Localização de Cláudio em Minas Gerais
Cláudio está localizado em: Brasil
Cláudio
Localização de Cláudio no Brasil
Mapa de Cláudio
Coordenadas 20° 26' 34" S 44° 45' 57" O
País Brasil
Unidade federativa Minas Gerais
Municípios limítrofes Carmo da Mata, Itapecerica, Divinópolis, Carmópolis de Minas e Itaguara
Distância até a capital 139 km
História
Fundação 30 de agosto de 1911
Administração
Prefeito(a) José Rodrigues Barroso de Araújo (PRTB, 2017 – 2020)
Características geográficas
Área total [2] 630,278 km²
População total (estimativa IBGE/2019[3]) 28 617 hab.
Densidade 45,4 hab./km²
Clima Não disponível
Altitude 832 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
CEP 35530-000 a 35533-999[1]
Indicadores
IDH (PNUD/2000 [4]) 0,735 alto
PIB (IBGE/2008[5]) R$ 259 865,879 mil
PIB per capita (IBGE/2008[5]) R$ 10 135,17
Outras informações
Padroeiro(a) Nossa Senhora da Conceição[6]
www.claudio.mg.gov.br (Prefeitura)
www.camaraclaudio.mg.gov.br (Câmara)

Cláudio é um município brasileiro do estado de Minas Gerais. Localiza-se a uma latitude 20º26'36" sul e a uma longitude 44º45'57" oeste, estando a uma altitude de 832 metros. De acordo com a estimativa do IBGE de 2019, sua população era de 28 617[3] habitantes.

Segundo o Tribunal Superior Eleitoral, em junho de 2011 registram-se em Cláudio 18.436 eleitores [7]. A cidade também é conhecida por ser a "cidade dos apelidos", pois a maioria de seus habitantes possuem algum apelido[8]. Possui uma área de 632,12 km².

A cidade ganhou projeção nacional em julho de 2014, após reportagem da Folha de S. Paulo[9] denunciar que um aeroporto na cidade, localizado em fazenda de um parente de Aécio Neves, foi reformado em sua gestão como governador. Para a obra, foi alocada verba estadual de 14 milhões de reais.

Centro da Cidade

O então candidato confirmou a reforma e o uso do aeroporto, contudo, negou qualquer irregularidade na obra e desapropriação do terreno. O jornal informou ainda que a família de Múcio Guimarães Tolentino, tio-avô de Aécio e ex-prefeito do município, guardava as chaves do portão do aeroporto, sendo que para pousar ali, era preciso pedir autorização aos filhos de Múcio. [10]

História[editar | editar código-fonte]

Consta que a descoberta de um ribeirão por um escravo chamado Cláudio que deu a alcunha ao "Ribeirão do Cláudio". Com o passar do tempo o nome Cláudio ficou associado a esta região, vindo mais tarde a dar denominação ao município.[11]

Emancipação[editar | editar código-fonte]

Em 8 de junho de 1858, cria-se o Distrito de Aparecida do Cláudio, pela Lei Provincial nº 913 (e Lei Estadual nº 2, de 14 de setembro de 1891). Em 30 de agosto de 1911, o distrito torna-se vila desmembrando-se de Oliveira - Lei Estadual nº 556, sendo instalada em 1 de junho de 1912. Em 7 de setembro de 1923, a vila passa a se chamar Cláudio - Lei Estadual nº 843 - elevando-se a categoria de cidade em 10 de setembro de 1925, pela Lei Estadual nº 893 [11].

Demografia[editar | editar código-fonte]

Praça dos Ex-combatentes

Segundo o censo 2010 do IBGE, o município contava com 25.636 habitantes, sendo que em 2000 a população era de 22.522; representando um aumento de quase 14% em uma década.

Economia[editar | editar código-fonte]

Cláudio é um município de pequeno porte econômico, porém apresentou um bom crescimento ao longo da primeira década de 2000, sendo que a variação da renda entre 2000 e 2010 foi de 76%, conforme indicado pelo mapa da miséria e da desigualdade econômica no Brasil [12].

Devido a fertilidade do solo e suporte técnico, a produção cafeeira no município vem se destacando como um forte componente econômico. Há ainda um conjunto de cerca de 60 indústrias que integram o Parque Industrial Paulino Prado. A cidade é também conhecida por seu grande pólo de fundições e metalúrgica, um dos maiores do Brasil. Destacam-se a produção de móveis em alumínio, peças de ferro fundido e outros. O município conta com uma Cooperativa de Crédito e 6 agências bancárias: Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, Itaú, ING, Bradesco e a Copermec - Cooperativa de Economia e Crédito Mútuo dos Metalúrgicos de Cláudio.

Arrecadação no município[editar | editar código-fonte]

Comunidade de Corumbá

A arrecadação estadual acumulada [13] relativa ao ICMS no município até o mês de junho de 2011 totalizou R$ 8.203.278,34, sendo de R$ 1.401.441,85 apenas no mês de junho de 2011. A arrecadação de ICMS e outras receitas, acumulado até junho de 2011, totalizou R$ 14.355.707,12.

No município de Cláudio, a arrecadação relativo ao IPVA [14] em 2011 somou R$ 102.215,78, sendo que o município conta com 11.559 veículos em junho de 2011 dos quais 5.965 são automóveis, 719 caminhões, 879 caminhonetes e 3.041 motocicletas, dentre outros [15].


Indicadores Socioeconômicos[editar | editar código-fonte]

PIB (2008)[5] Composição do PIB (2008)[16]
Valor adicionado bruto da agropecuária Valor adicionado bruto da indústria Valor adicionado bruto dos serviços Impostos sobre produtos líquidos de subsídios
R$ 259,87 milhões R$ 25,19 milhões R$ 61,30 milhões R$ 144,64 milhões R$ 28,74 milhões
Renda per capita, valor mensal (2010)[12][nota 1] Variação da renda (2000-2010)[12] Pessoas vivendo na miséria (2010)[12][nota 2] Domicílios na miséria (2010)[12] Desigualdade econômica (2010)[12][nota 3]
R$ 639,46 76% 144 0% 21%
  1. Segundo o IBGE, o PIB per capita anualizado em 2008 foi de R$ 10.135,17.[5]
  2. O IBGE considera miseráveis as pessoas que declaram receber renda mensal entre R$ 1 e R$ 70.
  3. Diferença percentual entre a renda média do município e sua renda mediana - valor que separa os mais ricos dos mais pobres.

Referências

  1. Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos. «Busca Faixa CEP». Consultado em 1 de fevereiro de 2019 
  2. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  3. a b «Estimativa populacional 2019 IBGE». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 28 de agosto de 2019. Consultado em 4 de setembro de 2019 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  5. a b c d «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  6. Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (SENAC). «Lista por santos padroeiros» (PDF). Descubra Minas. p. 3. Consultado em 14 de setembro de 2017. Cópia arquivada (PDF) em 14 de setembro de 2017 
  7. «Estatísticas Eleitorais». Tribunal Superior Eleitoral. Consultado em 28 de julho de 2011 
  8. http://tvglobo.domingaodofaustao.globo.com/programa/tag/claudio/
  9. Lucas Ferraz (20 de julho de 2014). «Governo de Minas fez aeroporto em terreno de tio de Aécio». Folha de S. Paulo. Consultado em 12 de agosto de 2014 
  10. Raquel Freitas (31 de julho de 2014). «Aécio Neves diz que usou aeroporto de Cláudio 'de forma inadvertida'». G1. G1. Consultado em 12 de agosto de 2014 
  11. a b «Cláudio - Biblioteca do IBGE». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 27 de julho de 2011 
  12. a b c d e f «Mapa da miséria e da desigualdade econômica no Brasil -». O Estado de S. Paulo. Consultado em 28 de julho de 2011 
  13. «ARRECADAÇÃO DE ICMS E OUTRAS RECEITAS POR MUNICÍPIO - ESTADO DE MINAS GERAIS -» (PDF). Secretaria de Estado de Fazenda. Consultado em 28 de julho de 2011 
  14. «ARRECADAÇÃO DE IPVA DO ESTADO DE MINAS GERAIS POR MUNICÍPIO -». Secretaria de Estado de Fazenda. Consultado em 28 de julho de 2011 
  15. «Cópia arquivada». Consultado em 28 de julho de 2011. Arquivado do original em 1 de agosto de 2012 
  16. «Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Banco de Dados: Cidades». Consultado em 28 de julho de 2011. Arquivado do original em 30 de abril de 2012 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Minas Gerais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.