Clogmia albipunctata

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


Como ler uma infocaixa de taxonomiaClogmia albipunctata
Clogmia albipunctata.
Clogmia albipunctata.
Estado de conservação
Espécie não avaliada
Não avaliada
Classificação científica
Domínio: Eukaryota
Reino: Animalia
Sub-reino: Eumetazoa
Superfilo: Protostomia
Filo: Arthropoda
Subfilo: Tracheata
Superclasse: Hexapoda
Classe: Insecta
Subclasse: Pterygota
Superordem: Oligoneoptera
Ordem: Diptera
Subordem: Nematocera
Infraordem: Psychodomorpha
Superfamília: Psychodoidea
Família: Psychodidae
Subfamília: Psychodinae
Tribo: Paramormiini
Género: Clogmia
Espécie: C. albipunctata
Nome binomial
Clogmia albipunctata
(Williston, 1893)
Sinónimos

Clogmia albipunctata (Williston, 1893) é um pequeno insecto díptero pertencente à família Psychodidae.[1][2]

Descrição[editar | editar código-fonte]

O adulto apresenta apenas alguns milímetros de comprimento (3–5 mm) e, apesar de ser um díptero, apresenta um aspecto morfológico que numa análise superficial lhe dá o aspecto de uma pequena traça, com o corpo e as asas recobertos por uma fina camada de pequenos pelos de coloração cinzento-acastanhada.[1]

Os adultos de C. albipunctata passam a maior parte da sua vida pousados sobre objectos próximos de locais húmidos e ricos em matéria orgânica e putrefacção onde as larvas se desenvolveram. Movem-se por pequenos saltos, por vezes com voos débeis que nunca são longos.

As larvas vivem em ambientes aquáticos, alimentando-se de substâncias orgânicas em decomposição e de placas microbianas. Infestam com frequência ralos e tubagens de esgoto,[1] sendo por isso conhecidas no Brasil por mosca-de-banheiro.

Apesar de geralmente consideradas inócuas, na literatura estão reportados alguns casos de miíase causados pelas larvas deste insecto, a nível nasal,[3] intestinal[4] e urinário.[5]

Notas

  1. a b c Irina Brake. «Clogmia albipunctata». The Diptera Site. Consultado em 18 de abril de 2013 
  2. Rentokil.it. «Tipi di Mosche». Specie comuni di mosche. Consultado em 5 de maio de 2017 
  3. Nevill EM, Basson PA, Schoonraad JH, Swanepoel K. «A case of nasal myiasis caused by the larvae of Telmatoscopus albipunctatus (Williston) 1893 (Diptera: Psychodidae)». S Afr Med J. 1969; 43(17): 512-4 
  4. Tu WC, Chen HC, Chen KM, Tang LC, Lai SC. «Intestinal myiasis caused by larvae of Telmatoscopus albipunctatus in a Taiwanese man». J Clin Gastroenterol 2007; 41(4): 400-2. Consultado em 20 de agosto de 2017. Arquivado do original em 26 de março de 2013 
  5. Kamimura K., Arakawa R. «A case report on urinary myiasis due to the moth fly Telmatoscopus albipunctatus». Medical entomology and zoology 1986; 37(2): 161-162 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Clogmia albipunctata
Wikispecies
O Wikispecies tem informações sobre: Clogmia albipunctata