Copacabana Mon Amour

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde Maio de 2012).
Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Copacabana mon amour
Copacabana mon amour (BR)
 Brasil
1970 •  
Género comédia

Copacabana mon amour é um filme brasileiro de 1970,[1] dirigido por Rogério Sganzerla.

A trilha sonora do filme é de Gilberto Gil,[1] a fotografia de Renato Laclete e a montagem de Mair Tavares.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Sônia Silk circula por Copacabana, no Rio de Janeiro, com o grande sonho de ser cantora da Rádio Nacional. Ela é irmã de Vidimar, empregado apaixonado pelo patrão, o Dr. Grilo. Sônia Silk vê espíritos baixarem em seres e objetos e procura o pai-de-santo Joãozinho da Goméia para livrá-la desta aflição.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Fonte: Governo do Estado de São Paulo.[1]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c Governo do Estado de São Paulo, Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, Coleção Aplauso Cinema Brasil, O Bandido da Luz Vermelha, roteiro e direção Rogério Sganzerlade [em linha]
Ícone de esboço Este artigo sobre um filme brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.