Cuenca de Pamplona

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Espanha Cuenca de Pamplona

Iruñerri

 
  Comarca  
Vista da Cuenca de Pamplona desde a Serra do Perdão com Pamplona envolvida em nevoeiro.
Vista da Cuenca de Pamplona desde a Serra do Perdão com Pamplona envolvida em nevoeiro.
Localização
Localização da Cuenca de Pamplona em Navarra
Localização da Cuenca de Pamplona em Navarra
Cuenca de Pamplona está localizado em: Espanha
Cuenca de Pamplona
Localização de Cuenca de Pamplona na Espanha
Coordenadas 42° 47' N 1° 43' O
Comunidade autónoma Navarra
Província Navarra
Administração
Maior cidade Pamplona
Características geográficas
Área total 587,29 km²
População total (2010) 338 902 hab.
Densidade 577,1 hab./km²
Outras informações
Nº de municípios 28
Vista da Cuenca de Pamplona desde o Monte Ezcaba (ou de São Cristóvão)

A Cuenca de Pamplona (tradução: Bacia de Pamplona; em basco: Iruñerri) é uma comarca da comunidade foral (autónoma) de Navarra. É uma entidade sem carácter administrativo, delimitada segundo critérios físicos, que engloba a capital da comunidade, Pamplona, e a sua área metropolitana. Segundo a Zonificación Navarra 2000 é uma subzona constituída por 28 municípios com 587,29 km² que em 2010 tinha 338 902 habitantes. Juntamente com a comarca de Puente la Reina forma a Zona de Pamplona.

Geografia[editar | editar código-fonte]

A Cuenca de Pamplona situa-se na parte central de Navarra e é composta por 28 municípios, 22 da Merindade de Pamplona, 4 da Merindade de Sangüesa (Aranguren, Burlada, Egüés, Huarte, Noáin e Tiebas-Muruarte de Reta) e um à Merindade de Estella (Goñi). Ocupa uma área de 587,29 km² e confina a norte com as comarcas de La Barranca, Ultzamaldea e Auñamendi; a leste com Aoiz; a sul com as de Tafalla e Puente la Reina; a oeste com com Estella Oriental.

Comarcas limítrofes da Cuenca de Pamplona
  La Barranca, Ultzamaldea, Auñamendi  
Estella Oriental Rosa de los vientos.svg Aoiz
  Tafalla e Puente la Reina  

Relevo e hidrologia[editar | editar código-fonte]

A Cuenca de Pamplona é uma ampla bacia sedimentar (vale) de forma ovalada formada pelo rio Arga e vários dos seus afluentes, dos quais se destacam o Ulzama, o Elorz e o Araquil, que desembocam no Arga em diferentes pontos da comarca.

A área está rodeada de várias serras e montes, como a Serra do Perdão, a Serra de Tajonar e o Monte Ezcaba (ou de São Cristóvão). No centro da comarca há um pequeno planalto (meseta em castelhano) sobre o qual se encontra a cidade de Pamplona, à exceção de alguns dos seus bairros de Echavacóiz, São Jorge, Buztintxuri, Rochapea, Chantrea e Mendillorri. Esse planalto é rodeado pelos rios Sadar a sul e pelo Arga a norte e oeste. Desde a criação da cidade que essa situação geográfica foi aproveitada com fins defensivos. Sobre o mesmo planalto encontra-se também o município de Barañain.

Demografia e ordenação urbanística[editar | editar código-fonte]

Áreas da Cuenca de Pamplona[editar | editar código-fonte]

No que concerne à população, podem distinguir-se dois espaços humanos bem diferenciados: a área urbana de Pamplona, composta pelos municípios de Pamplona, Burlada, Villava, Huarte, Barañain, Berriozar e Ansoáin, densamente povoada e compacta; e a perfiferia rural que circunda a anterior. A colonização da perfiferia foi levada a cabo mediante a criação de localidades-satélite residenciais ou industriais, segundo um modelo que alguns designam de "mancha de óleo".

Núcleo metropolitano

Constitui a parte central da comarca, densamente urbanizada e povoada. Faz parte da área metropolitana de Pamplona, a qual é cnstituída pelos municípios de Pamplona, Berriozar, Villava, Huarte, Burlada, Barañain, Ansoáin, Orcoyen, Olza, Zizur Mayor, Cendea de Cizur, Galar, Beriáin, Noáin (ou Valle de Elorz), Aranguren e Egüés.

Periferia

É composto por um conjunto de vales cendeas (conjunto de concejos, pequenas localidades ou freguesias) que rodeiam o núcleo metropolitano a norte, noroeste e oeste, dando à comarca uma forma assimétrica notoriamente expandida em direção a noroeste. É constituída pelos municípios de Ollo, Iza, Juslapeña, Tiebas-Muruarte de Reta, Echauri, Ciriza, Vidaurreta, Echarri e Belascoáin. Nenhum desses municípios faz parte da área metropolitana. São núcleos puramente rurais, não obstante muitos deles terem pequenas urbanizações e casas que são usadas como segunda habitação de moradores do centro.

Municípios[editar | editar código-fonte]

Segundo a Zonificación Navarra 2000 a Cuenca de Pamplona é constituída por 28 municípios, cujos dados de população, área e densidade do Instituto Nacional de Estatística de Espanha relativos a 2019 se listam a seguir.

Município População Área
(km²)
Densidade
(hab./km²)
Ansoáin 10 833  1,93  5 613 
Aranguren 10 859  40,60  267,5 
Barañain 20 199  1,39  14 531,7 
Belascoáin 122  6,08  20,1 
Beriáin 4 069  5,43  749,4 
Berrioplano 7 256  26,03  278,8 
Berriozar 10 426  2,71  3 847,2 
Burlada 19 096  2,12  9 007,5 
Cendea de Cizur 3 888  52,50  74,1 
Cendea de Galar 2 273  41,27  55,1 
Cendea de Iza 1 235  51,49  24 
Cendea de Olza 1 831  41,25  44,4 
Ciriza 155  4,36  35,6 
Echarri 75  2,29  32,8 
Echauri 650  14,10  46,1 
Egüés 21 128  53,28  396,5 
Goñi 158  42,30  3,7 
Huarte 7 101  3,84  1 849,2 
Juslapeña 563  31,51  17,9 
Noáin (ou Valle de Elorz) 8 320  48,07  173,1 
Ollo 421  37,22  11,3 
Orcoyen 4 057  5,64  719,3 
Pamplona 201 653  25,24  7 989,4 
Tiebas-Muruarte de Reta 606  21,35  28,4 
Vidaurreta 163  5,14  31,7 
Villava 10 204  1,06  9 626,4 
Zabalza 297  14,04  21,2 
Zizur Mayor 14 894  5,05  2 949,3 
 
Fotografia de satélite da Cuenca de Pamplona

Administração[editar | editar código-fonte]

A Mancomunidade da Comarca de Pamplona, um organismo supra-municipal participado pelos municípios da comarca, tem a seu cargo a gestão da água (abastecimento e tratamento de águas residuais), recolha e tratamenro de lixo e o serviço de Transporte Urbano Comarcal (TUC). Esse organismo é integrado por muitos municípios que não pertencem à Cuenca de Pamplona do ponto de vista da Geografia Física (Monreal, Esteribar, Ultzama e outros), mas que se relacionam intensamente com a comarca por causa das deslocações diárias pendulares de pessoas e de dependências acentuadas de serviços.

Notas[editar | editar código-fonte]

Referências

  • Pérez Equiza, María Cruz (2006). Atlas de Navarra, Geografía e Historia (em castelhano). Pamplona: Departamento de Educación del Gobierno de Navarra; EGN Comunicación. p. 11. ISBN 978-84-934512-1-9 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]