D-3 (vídeo)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
D-3 videotape
Tipo de mídia
Fita magnética

Panasonic D3 Casette (rotated cropped).jpg
Uma fita D-3 desenvolvida pela Panasonic
Uso em Produção televisiva
Codificação NTSC, PAL
Mecanismo de leitura Leitura helicoidal
Mecanismo de escrita Escrita helicoidal
Padrão Varredura entrelaçada
Desenvolvido por NHK
Um VCR da Panasonic, o AJ-D350 D3

D-3 é um formato não-comprimido de vídeo digital no formato videoteipe inventado pela NHK, e introduzido no mercado comercial pela Panasonic em 1991 para competir com o D-2 da empresa americana, a Ampex Data Systems Corporation.[1] Foi desenvolvido como uma alternativa de baixo custo para a gravação de mídia digital.[2] Utiliza uma partícula de metal de meia-polegada e que roda a 83.88 mm/s (se comparado com o D-2 de 19mm e com a velocidade de 131.7mm/s). Assim como o D-2, o sinal em vídeo composto é sampleado quatro vezes, com 8 bits por sampleamento. Quatro canais de 48 kHz de 16/20 bits (PCM) e demais datas auxiliares, são inseridos durante o intervalo anulando vertical (vertical blanking interval).

Algumas camcorders faziam o uso deste formato, e este estava apenas direcionado a camcoders do formato digital para o uso de um sistema sem quaisquer perdas de codificação. O formato D-5, introduzido em 1993 também pela Panasonic e, mais recentemente, nomeado de D-5 HD, utiliza parte da tecnologia do D-3, rodando mais ou menos em uma velocidade duas vezes maior.

Referências

  1. [1] "The D3 was introduced by Panasonic in 1991 in order to compete with Ampex’s D2"
  2. [2] "Introduced as Panasonic's answer to D2, it was promoted as a low-cost digital alternative"

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Tecnologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.