Dana Vollmer

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Dana Vollmer
Swimming pictogram.svg Natação Swimming pictogram.svg
Estilo 100 metros mariposa, 200 metros livres, Estafeta 4 x 100 metros livres, Estafeta 4 x 200 metros livres, Estafeta 4 x 100 metros estilos
Nascimento 13 de Novembro de 1987 (26 anos)
Syracuse, Estados Unidos da América
Nacionalidade Povo dos Estados Unidos norte-americana
Compleição Peso: 68 kg Altura: 1,83 m

Dana Vollmer (Syracuse, Estados Unidos da América, 13 de Novembro de 1987) é uma nadadora norte-americana [1] .

Nos Jogos Olímpicos de Atenas 2004, ganhou uma medalha de ouro como membro da equipe dos Estados Unidos da América na estafeta dos 4 x 200 metros livres que estabeleceu o recorde mundial [2] . Oito anos depois, nos Jogos Olímpicos de Londres 2012, Vollmer estabeleceu o recorde mundial na prova dos 100 metros mariposa femininos e tornou-se na primeira mulher da história a baixar da marca dos 56s aos, ao vencer a final da especialidade com o tempo de 55,98s [3] e participou da estafeta dos 4 x 200 metros livres femininos, ajudando a estabelecer um novo recorde olímpico.

Vollmer ganhou um total de 29 medalhas em grandes competições internacionais, incluindo 17 medalhas de ouro, oito de prata e quatro de bronze, abrangendo os Jogos Olímpicos, o Campeonato Mundial de Natação, os Jogos Pan-americanos, o Campeonato Pan-Pacífico de Natação e os Jogos da Boa Vontade.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Vollmer nasceu em Syracuse nos Estados Unidos da América [4] e foi criada em Fort Worth Metroplex em Granbury no Texas. Enquanto jovem, Vollmer treinou com Ron Forrest no Swim Team Fort Worth Area (FAST).

A sua carreira universitária começou na Universidade da Flórida onde fez parte do clube "Florida Gators swimming and diving" nadando para a National Collegiate Athletic Association (NCAA). Posteriormente, transferiu-se para a Universidade da Califórnia em Berkeley, onde terminou a carreira de nadadora para a NCAA.

Em 2003, Vollmer foi submetida a uma cirurgia cardíaca para corrigir uma taquicardia supra-ventricular, que induz uma taxa de aceleração cardíaca de cerca de 240 batimentos por minuto. Após a cirurgia, um electrocardiograma detectou que ela poderia sofrer da Síndrome do QT longo. No entanto, testes posteriores, descartou essa hipotese. Em qualquer dos casos, a sua médica cardiologista, recomendou que andasse sempre com um desfibrilador para o caso de ter uma emergência cardíaca [5] .

É casada com Andy Grant, um ex-nadador da Stanford University [6] .

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Perfil de Dana Vollmer. USA Swimming. Página visitada em 1 de Agosto de 2012.
  2. US Women Break the Oldest World Record in the Book, the 800 Freestyle Relay. Swimming World Magazine (18 de Agosto de 2004).
  3. Women's 100m Butterfly. London 2012. Página visitada em 29 de Julho de 2012.
  4. Perfil de Dana Vollmer (em inglês) no sítio Sports-Reference.com
  5. Starks, Jennifer. "Vollmer gets to the heart of the matter", Oakland Tribune, 2006-10-28. Página visitada em 2008-11-26. [ligação inativa]
  6. About. DanaVollmer.com. Página visitada em 1 de Agosto de 2012.
Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) nadador(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.