Danball Senki

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Danball Senki
ダンボール戦機
(Danbōru Senki)
Gênero Acção, Ficção científica, Mecha
Mangá
Escrito por Hideaki Fujii
Ilustrado por Ladybug Comics
Editora(s) Shogakukan
Revista(s) CoroCoro Comic
Público-alvo Kodomo
Data de publicação fevereiro de 2011 – março de 2013
Volumes 6
Anime
Direção Naohito Takahashi
Estúdio OLM
Emissoras de televisão Japão TV Tokyo
Exibição original 2 de março de 201111 de janeiro de 2012
Episódios 44
Jogo
Desenvolvimento Level-5
Distribuição Level-5
Gênero RPG eletrônico de ação
Plataforma PlayStation Portable
Lançamento
  • JP 16 de junho de 2011
Jogo
Danball Senki Boost
Desenvolvimento Level-5
Distribuição Level-5
Gênero RPG eletrônico de ação
Plataforma PlayStation Portable
Lançamento
  • JP 23 de novembro de 2011
Anime
Danball Senki W
Direção Naohito Takahashi
Estúdio OLM
Emissoras de televisão Japão TV Tokyo
Exibição original 18 de janeiro de 201220 de março de 2013
Episódios 58
Jogo
Danball Senki Baku Boost
Desenvolvimento Level-5
Distribuição Level-5
Gênero RPG eletrônico de ação
Plataforma Nintendo 3DS
Lançamento
  • JP 5 de julho de 2012
Jogo
Danball Senki W
Desenvolvimento Tri-Ace
Distribuição Level-5
Gênero RPG eletrônico de ação
Plataforma PlayStation Portable
PlayStation Vita
Lançamento
  • JP 18 de outubro de 2012
Anime
Danball Senki Wars
Direção Naohito Takahashi
Estúdio OLM
Emissoras de televisão Japão TV Tokyo
Exibição original 3 de abril de 201325 de dezembro de 2013
Episódios 37
Jogo
Danball Senki W Super Custom
Desenvolvimento Tri-Ace
Distribuição Level-5
Gênero RPG eletrônico de ação
Plataforma Nintendo 3DS
Lançamento
  • JP 27 de junho de 2013
Jogo
Danball Senki Wars
Desenvolvimento Level-5
Distribuição Level-5
Gênero RPG eletrônico de ação
Plataforma Nintendo 3DS
Lançamento
  • JP 31 de outubro de 2013
Wikipe-tan face.svg Portal Animangá

Danball Senki (ダンボール戦機 Danbōru Senki?, lit. "Máquinas de guerra de cartão"), também conhecido no Ocidente como Little Battlers eXperience abreviadamente LBX, é uma franquia de RPG eletrônico de ação criada pela Level-5, sobre pequenos robôs de modelos de plástico conhecidos como LBXs ("Little Battler eXperience") que lutam em diagramas feitos de cartões, com o personagem principal batalhando contra LBXs criados por outros personagens. O primeiro jogo da série foi lançado dia 16 de junho de 2011 para PlayStation Portable, se expandindo em 6 jogos oficiais e tendo mais três séries de anime.

Enredo[editar | editar código-fonte]

No ano de 2046, a tecnologia tem crescido em todo o mundo e a inovação está liderando a todo custo. A maneira de métodos de entrega foi alterada desde a criação do cartão super forte, que pode resistir a todos os impactos e manter seu conteúdo intacto. À medida que a popularidade do material cresceu, assim como seus propósitos. O cartão super forte foi usado como material para os campos de batalhas especiais entre LBXs, os robôs miniaturizados especializados e feitos por Tiny Orbit que já haviam sido banidos devido a seus propósitos destrutivos. Sua popularidade aumentou novamente devido ao campo de batalha especializado, e modelos especiais do LBX foram feitos.

Quatro anos após a criação do cartão super forte, em 2050, Ban Yamano (Van Yamano na dublagem americana da Nicktoons), um estudante do ensino médio a ele foi confiado o LBX "AX-00" por uma mulher misteriosa, que contém um Platinum Capsule. Van aprendeu com a mulher que seu pai ainda está vivo e sabia sobre uma conspiração secreta do governo. O próprio Van deve proteger o LBX e o Capsule Platinum, e seu conteúdo poderia mudar o mundo para sempre.

Desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

O desenvolvimento da franquia começou em 2008 junto com o jogo, intitulado "LEVEL5 VISION 2008". Em dezembro de 2009, a Level-5 anunciou que as séries do anime e do mangá estavam em produção para acompanhar o lançamento do seu mais recente jogo para PlayStation Portable, com a Bandai lançando uma série de modelos de plástico com a mecha do jogo.[1] Embora inicialmente estava previsto para ser lançado em 2010, o anime se atrasou um ano depois e estreou dia 2 de março de 2011, enquanto o jogo foi lançado em 16 de junho de 2011.[2]

Mídia[editar | editar código-fonte]

Anime[editar | editar código-fonte]

A primeira série, baseada no primeiro jogo foi produzido pelo estúdio de animação japonês Oriental Light and Magic sob a direção de Naohito Takahashi, e estreou na TV Tokyo dia 2 de março de 2011 até 11 de janeiro de 2012, tendo um total de 44 episódios. A sequela intitulada, Danball Senki W (ダンボール戦機W Danbōru Senki W?, lit. "Máquinas de guerra de cartão duplo") foi anunciada no final de dezembro, e estreou dia 18 de janeiro de 2012 até 20 de março de 2013, tendo um total de 58 episódios.

A terceira série intitulada, Danball Senki Wars (ダンボール戦機WARS Danbōru Senki Wōzu?, lit. "Máquinas de guerra de cartão em Guerra") estreou na TV Tokyo dia 3 de abril de 2013 para coincidir com o lançamento do terceiro jogo. Também foi dito que Danball Senki Wars seria a última temporada de Danball Senki. Danball Senki Wars terminou em 25 de dezembro de 2013, tendo um total de 37 episódios.

A Dentsu Entertainment USA confirmou que licenciaria o anime nos Estados Unidos, que estreou no canal Nicktoons dia 24 de agosto de 2014.[3][4][5][6][7] Após a dublagem americana ter sido exibida, foi revelado que a série foi resumida de 44 episódios para 26 episódios. Episódios com conteúdo questionável que foi considerado, e fundidos com outros episódios e alguns casos ignorados, e outros todos juntados. Por causa da grande diferença no conteúdo, a lista de episódios dublados foram listadas em uma nova secção chamada Little Battlers Experience. Já no Brasil a distribuidora Sato Company adquiriu os direitos do anime.[8]

Filme[editar | editar código-fonte]

A adaptação do filme foi anunciado na edição de julho da CoroCoro Comic intitulada Inazuma Eleven GO vs. Danbōru Senki W, que estreou nos cinemas dia 1 de dezembro de 2012.[9]

Mangá[editar | editar código-fonte]

A adaptação do mangá foi serializada pela Shogakukan na revista CoroCoro Comic entre fevereiro de 2011 até março de 2013.[10] Com seis volumes. Nos Estados Unidos, o mangá foi distribuído pela Viz Media. Outra adaptação do mangá, intitulada Danball Senki Kaidō Jin Gaiden (ダンボール戦機 海道ジン外伝?), foi escrita e ilustrada por Hiroyuki Takei sob o pseudônimo de Hiro publicado na CoroCoro G.[11] Há também uma outra adaptação do mangá Danball Senki Wars.

Música[editar | editar código-fonte]

A banda sonora americana foi composta por John Mitchell e Tom Keenlyside. Michael e Andrew Twining também escreveram diversos do processo principal e dramáticos sinais utilizados na série. A versão americana da abertura "Battle On" foi escrita por Michael e Andrew Twining. A banda sonora do anime foi composta por Rei Kondoh, que também compôs para os jogos Ōkami e Sengoku Basara 3.

Temas de abertura
  1. 1 Dream (1ワンドリーム Wan Dorīmu?) lit. "Um Sonho" cantada por Little Blue boX, episódios 1-24;
  2. Ishindenshin (以心伝心? lit. "Comece a pensar") cantada por Little Blue boX, episódios 25-44.
Temas de encerramento
  1. Boku no chokinbaku (僕の貯金箱? lit. "O meu cofrinho") cantada por Hiroki Maekawa, episódios 1-24;
  2. Himitsu kichi (ヒミツキチ? lit. "Base secreta") cantada por Hiroki Maekawa, episódios 25-44.

Jogos[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre mangá e anime é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.