Daniela Azevedo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta biografia de uma pessoa viva cita fontes confiáveis e independentes, mas elas não cobrem todo o texto. (desde dezembro de 2017) Ajude a melhorar esta biografia providenciando mais fontes confiáveis e independentes. Material controverso sobre pessoas vivas sem apoio de fontes confiáveis e verificáveis deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Daniela Azevedo
Nome completo Daniela Azevedo e Abreu da Silva Ferreira
Nascimento Vila Franca de Xira,  Portugal
Ocupação Jornalista, Locutora
Nacionalidade Portuguesa

Daniela Azevedo e Abreu da Silva Ferreira é uma jornalista e locutora portuguesa, natural de Vila Franca de Xira, distrito de Lisboa.

Rádio[editar | editar código-fonte]

Deu início ao seu percurso profissional na Rádio Lezíria a fazer noticiários e como autora do programa “Sub 30”, com músicas dos anos 60, 70 e 80, em 1996. Seguiu para a extinta Rádio Ateneu onde continuou a editar noticiários e rubricas de informação semanal tendo, também, passado pela redação da Rádio Ribatejo.

Entre 1997 e 1999 integrou a redação e programação das igualmente extintas Rádio Nova Antena e Latina FM, numa altura em que se dá o início das emissões automatizadas em rádio. Entrou para a Rádio Comercial em março de 2000 para integrar o Serviço Nacional de Trânsito e o departamento de multimédia. Um ano depois, a convite de Carlos Ribeiro, junta-se às manhãs da Rádio Nacional. Voltou a trabalhar com Carlos Ribeiro, mais tarde, na Romântica FM.

Em 2002, com os Estúdios Soundville, criou a “Rádio Principal-Online”, uma das primeiras iniciativas de difusão radiofónica online em Portugal.

Fez produção e locução de conteúdos informativos para difusão nos sites do grupo Media Capital e na rede de telecomunicações TMN (serviços WAP e MyTMN), até julho de 2006. Nesse período foi assistente de produção dos conteúdos das Produções Fictícias, também difundidos pela TMN em regime contratual com a Rádio Comercial.

Em setembro de 2005 voltou à realidade das rádios locais para, na Rádio Voz de Alenquer[1], dar voz ao programa “33 Rotações”, novamente sobre música dos anos 60, 70, 80 e 90, e à rubrica “Red Line” sobre desporto motorizado. Desde março de 2011 que se mantém como moderadora do programa de debates políticos “Alenquer em Debate”.

Em 2007 tornou-se voz de estação da Horizonte FM.

Em 2009, na Mix FM, deu voz ao programa “ProDJ Radio Show”[2] sobre DJ’s, VJ’s e produtores musicais.

Integrou a equipa fundadora da M80[3] onde esteve até junho de 2010 como locutora e autora da rubrica semanal (também em podcast) “Perdidos no Tempo”.

Em setembro de 2014 passou a assinar os blocos noticiosos sobre desporto motorizado na Rádio Motard FM[4].

Abandonando a antena das rádios do grupo Media Capital, é uma das vozes de locuções institucionais de cunho cultural e cívico da RTP e do SAPO.

Imprensa[editar | editar código-fonte]

Em 2002, e durante oito anos, escreveu para o semanário Vida Ribatejana, o que lhe valeu a atribuição, em 2009, de um Diploma de Mérito pelo Secretário-Coordenador da JS-Arruda «pelos relevantes serviços prestados ao concelho de Arruda dos Vinhos e às suas populações, na área do jornalismo». Com o fecho do jornal Vida Ribatejana continuou a acompanhar a atualidade informativa da região para o quinzenário Nova Verdade. Entre 2004 e 2005 passou pelo jornal Malaposta enquanto redatora do caderno “In Motor”. Sobre desporto motorizado também colaborou com revista da modalidade Motojornal.

Online[editar | editar código-fonte]

Entre 2006 e 2010 foi Project Manager de vários sites do grupo Media Capital, nomeadamente o da M80 Rádio, e dos já inexistentes Rádio Clube Português, Best Rock FM, Romântica FM e Mix FM. A partir do verão de 2010 e durante mais de cinco anos desenvolveu a sua atividade como jornalista de conteúdos musicais no Cotonete, do mesmo grupo de media, período após o qual assina conteúdos para sites como o Musicfest.pt e Festmag.

Ativismo[editar | editar código-fonte]

Em 2011 associou-se à APDSI[5] para a promoção e desenvolvimento da Sociedade da Informação, tendo vindo também a explorar áreas como a Cidadania 2.0[6] e a Gestão do Conhecimento em contexto digital.

Na mesma altura tornou-se ativista na defesa dos direitos dos animais.

Em 2017, juntou-se à FIRST LEGO League em Portugal, um dos vários programas da Fundação FIRST para inspirar crianças e jovens para as Ciências, Tecnologias, Engenharias, Artes, Matemática e Empreendedorismo. Foi Master of Ceremony no Torneio Nacional da FLL, realizado no Instituto Superior Técnico - Campus Taguspark, a 27 de maio desse ano. Uma experiência que descreveu com a alegria de ter partilhado um dia maravilhoso com todos os participantes.

Ícone de esboço Este artigo sobre Rádio é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  1. «Daniela Azevedo < Rádio Voz de Alenquer» 
  2. «Daniela Azevedo - ProDJ» 
  3. «Comunicado de Imprensa». MCR. 24 de Julho de 2007 
  4. «Equipa - Motard FM» 
  5. «Estrutura Organizativa - APDSI» 
  6. «Quem Somos - Knowman» 

7. «Contactos - First Lego League»