Difluoreto de criptônio

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Difluoreto de criptônio
Alerta sobre risco à saúde
Krypton-difluoride-2D-dimensions.png
Krypton-difluoride-3D-vdW.png
Nome IUPAC Fluoreto de criptônio II
Outros nomes Difluoreto de criptônio
Identificadores
Número CAS 13773-81-4
PubChem 83721
ChemSpider 75543
SMILES
InChI 1/F2Kr/c1-3-2
Propriedades
Fórmula molecular KrF2
Aparência Sólido branco; decompõe-se em seus elementos constituintes à temperatura ambiente.
Densidade 3.24 g cm−3 (sólido)
Solubilidade em água Reage violentamente, produzindo gás Kr, O2 e HF.
Estrutura
Estrutura cristalina Tetragonal de corpo centrado [1]
Grupo de espaço P42/mnm, No. 136
Parâmetro de rede a = 0.4585 nm Å
Forma molecular Linear
Momento dipolar 0 D
Compostos relacionados
Outros catiões/cátions Difluoreto de xenônio
Difluoreto de argônio
Difluoreto de radônio
Difluoreto de oganessônio
Exceto onde denotado, os dados referem-se a
materiais sob condições normais de temperatura e pressão

Referências e avisos gerais sobre esta caixa.
Alerta sobre risco à saúde.


O difluoreto de criptônio é um composto de criptônio de fórmula química KrF2,[2] formado pela reação do gás Kr com F2 em condições especiais, tais como descargas elétricas de uma mistura dos dois gases em baixa temperatura (-150º C) , irradiação ultravioleta de uma mistura de flúor com Kr sólido, etc.. É a única molécula neutra e estável contendo criptônio; as demais são instáveis, carregadas ou transientes. É um sólido branco, poderoso agente oxidante e de fluoração, que reage vigorosamente com várias substâncias liberando criptônio gasoso e compostos de flúor. Embora seja uma molécula estável, o KrF2 se decompõe espontaneamente nos elementos constituintes à temperatura normal. Ele é capaz de oxidar diretamente o xenônio gasoso a XeF6:

3KrF2 + Xe --> XeF6 + 3Kr

KrF2 oxida o pentafluoreto de bromo a´compostos com o íon extremamente reativo [BrF6]+ (que contem Br com nox +7), além de reagir com o ouro oxidando-o até o estado de oxidação +5, extremamente raro para o elemento:


7 KrF2 (g) + 2 Au (s) --> 2 KrF+AuF6- + 5 Kr (g)

O composto formado se decompõe a 60°C gerando pentafluoreto de ouro (AuF5) e liberando Kr gasoso:

KrF+AuF6- --> AuF5 + Kr + F2

Referências

  1. R. D. Burbank, W. E. Falconer and W. A. Sunder (1972). «Crystal Structure of Krypton Difluoride at −80 °C»: 1285–1286. doi:10.1126/science.178.4067.1285. PMID 17792123 
  2. The Merck Index. Versão 12:3. CD-ROM. Monografia n° 5335
Ícone de esboço Este artigo sobre Química é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.