Discussão:1 000 000 000 000

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Vejo com frequência neste endereço electrónico a utilização incorrecta do vocábulo «bilião». O termo deriva do francês e traduz-se em 1.000.000.000.000 Ou seja um milhão de milhão. Contudo, o vocábulo aparece correspondendo a apenas um milhar de milhão. Esta confusão resulta de se ir buscar a expressão a fontes erróneas, nomeadamente anglo-saxónicas. Desconhece-se por que razão os anglo-saxónicos «perderam três zeros» dos seus biliões, mas com efeito a sua versão é que está errada, pois o termo é francês. Os francófonos usam para milhar de milhão a expressão «milliard», também utilizada em alemão. Infelizmente, nem os lusófonos nem os anglofonos adoptaram o milliard, pelo que o desconhecimento preciso do termo cria confusões. Assim, quando se lê que a população mundial é de biliões ou seis bilhões está-se perante um mega-disparate, pois a população mundial é de apenas seis mil milhões.

Aliás, na Wikipedia em inglês pode comprovar-se o verdadeiro significado de bilião.

The original meaning, established in the 15th century, was "a million of a million" (1,000,0002, hence the name billion), or 1012 = 1 000 000 000 000. This system, known in French as the échelle longue ("long scale"), is currently used in most countries where English is not the primary language.

"Milliard" is a French-derived word meaning the number 109. It is unused in American English and is rare in other forms of English, though occasionally encountered, after having been replaced widely by the short scale "billion" during the 20th century. The numeral "thousand million" is unambiguous. The word "milliard" is a common word to many other languages.

João Barbosa

Infelizmente é um erro muito comum também nos media portugueses, onde usam incorrectamente a palavra bilião quando se estão a referir a um milhar de milhões. Curioso é que por vezes na mesma notícia trocam de critério o que imagino ainda faz aumentar mais a confusão de quem vê.

Julgo que se trata de lapsos de tradução do inglês e não de critério. Malafaya 08:17, 6 Julho 2005 (UTC)

Sugestão para normalização[editar código-fonte]

Antes de mais, convém ressalvar que no Brasil 1 bilhão e 1 bilião são a mesma coisa. Apesar de 1 bilião ser mais comummente usado em Portugal, e como tal ser comum que os números grafados como bilião correspondam à escala longa e os números grafados como bilhão correspondam à escala curta, na realidade não se pode tirar essa conclusão. Ou seja, estar grafado como bilião ou bilhão nada nos diz acerca da escala usada.

Repare-se que a ambiguidade apenas existe nos termos a partir de bilião/bilhão, inclusive.

Podemos aproveitar o facto de o número 1 000 000 000 escrito na escala longa não causar ambiguidade: mil milhões.

Portanto a minha sugestão é usar-se mil milhões para 1 000 000 000, e apenas para números superiores (bilião/bilhão, trilião/trilhão…) utilizar, ao critério do editor ou contexto, a escala longa ou curta, com clarificação através da notação científica.

Desta forma:

  • 1 - um
  • 1000 - mil
  • 1 000 000 - 1 milhão
  • 1 000 000 000 - mil milhões
  • 1 000 000 000 000 - 1 bilião ou 1 trilhão
  • 1 000 000 000 000 000 - 1 mil biliões ou quatrilhão
  • 1 000 000 000 000 000 000 - 1 trilião ou 1 quintilião
  • 1060 - 1 decilião ou 1 novendecilhão
  • 10600 - 1 centilião ou 1 cennoventilhão
  • 106000 - 1 miliatilião ou 1 milianoventilhão
  • 106000000 - 1 miliamiliatilião ou 1 miliamilianonaginnoventilhão

Desta forma apenas existe alguma ambiguidade para números superiores ou iguais a 1 000 000 000 000, que são relativamente raros.

Clarificação do racional para a normalização[editar código-fonte]

  • 1 a 999 999 999

Igual para ambos os países.

  • 1 000 000 000 a 999 999 999 999

1 Bilhão/bilião no Brazil - Confunde-se com a escala longa. Um Português poderá interpretar como 1 000 000 000 000.

Mil milhões - Apesar de não ser usada no Brasil não existe qualquer ambiguidade. Um brasileiro facilmente percebe que mil milhões é o mesmo que 1000 milhões, ou 1 bilião/bilhão da escala curta.

Recomenda-se então a forma mil milhões visto não produzir dificuldades de compreensão.

  • 1 000 000 000 000 a 999 999 999 999 999

1 Trilião/trilhão no Brasil - Confunde-se com a escala longa. Um Português poderá interpretar como 1 000 000 000 000 000 000.

1 Bilião em Portugal - Confunde-se com a escala curta. Um Brasileiro poderá interpretar como 1 000 000 000.

Uma vez que ambas as formas são confundíveis, deve-se utilizar a notação científica para clarificar.

Portanto não há necessidade de obrigar a utilizar uma das nomenclatura, ficando ao critério do editor.

  • 1 000 000 000 000 000 a 999 999 999 999 999 999

1 Quatrilião/Quatrilhão no Brasil - Confunde-se com a escala longa. Um Português poderá interpretar como 1024.

Mil biliões - Apesar de se perceber que se trata da escala longa, ainda assim poderá ser confundido com 1 trilião/trilhão da escala curta.

Mais uma vez existe confusão em ambas as formas. Portanto, para estes números ou quaisquer superiores deve-se também utilizar a notação científica para clarificar e deixar a nomenclatura ao critério do editor.

Em Portugal?[editar código-fonte]

No entanto, em Portugal onde pela norma um bilhão é igual a 1012, um bilhão é frequentemente utilizado para designar "mil milhões".

Peço desculpa, mas discordo. Em Portugal, o bilião/bilhão tem o valor 1012 ou mil milhões. Por exemplo, em filmes/reportagens americanos, o "billion" é sempre traduzido como "mil milhões" exactamente porque o "billion" (mil milhões) não corresponde ao bilião português (milhão de milhões). Malafaya 08:11, 6 Julho 2005 (UTC)

Apaguei a frase em causa. Se alguém tiver a certeza de que aquela frase é verdadeira (o que eu, como português, duvido muito), por favor reponha-a. Obrigado. Malafaya 08:15, 6 Julho 2005 (UTC)
P.S.: Segundo o Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora (um bom dicionário):
 bilião: s.m. milhão de milhões 

Malafaya 08:21, 6 Julho 2005 (UTC)

Um pequeno reparo[editar código-fonte]

Em cima referes que um bilião/bilhão tem o valor 1012 (o que está correcto) ou mil milhões (o que está incorrecto, deveria ser um milhão de milhões).

Infelizmente o uso do bilião em Portugal mesmo nos media deixa muito a desejar. Recentemente recordo-me por exemplo da transmissão do Live 8 em que os apresentadores passaram o dia todo a dizer que dois biliões de pessoas viviam com menos de 2 dólares por dia, quando se estavam a referir obviamente a dois mil milhões. E erros destes são muito mais frequentes do que por vezes temos ideia, mesmo em círculos académicos que deviam saber mais.

As traduções também nem sempre são uniformes, havendo mesmo casos tal como referido mais acima em que durante a mesma notícia usam dois critérios diferentes, como se estivéssemos a falar da mesma ordem de grandeza.

Isto tudo para dizer que tenho uma opinião contrária, infelizmente o bilião nem sempre é utilizado para representar um milhão de milhões. Mesmo assim concordo que a frase anterior dava uma ideia errada do assunto, parecendo sugerir que se tratava de um uso corrente.

Almeida 18:48, 15 de Julho de 2005

A asneira não conece idades nem estratos sociais nem mesmo... académicos. Dizia-me uma vez uma criaturinha (licenciada numa coisa aparentada com economia, com pós-gradução e mestrado e, na altura, a frenquentar um doutoramento) que o bilion usado pelos anglo-saxónicos era igual ao do resto do mundo, ou seja bilião. Com muita calma e paciência expliquei à dita douta ignorante que apenas em inglês o bilion é 1.000.000.000, pois em todas as outras línguas o significado de bilion é 1.000.000.000.000, pois é seguida a raiz da palavra na língua original(que por sinal é francesa). No entanto, o mundo actual é dominado pela cultura anglo-saxónica o que somado a negligência, preguiça, ignorância e facilitismo leve muita gente a julgar que um bilion em inglês é igual a um bilião em português. João Jorge

Na minha opinião, que estava em grande dúvida, é necessário resolver uma dúvida:

1 - um -

10 - dez -

100 - cem -

1000 - mil -

10.000 - dez mil -

100.000 - cem mil -

1000.000 - um milhão -

10.000.000 - dez milhões -

100.000.000 - cem milhões -

1000.000.000 - mil milhões (?) / um milhar (?) -

10.000.000.000 - dez mil milhões (?) / dez milhares (?) -

100.000.000.000 - cem mil milhões (?) / cem milhares (?) -

1000.000.000.000 - um bilião

Esta discussão surgiu entre mim e um português que vive desde sempre na suiça, falando assim francês, e estando integrado na sua cultura. Sinceramente, influenciado pelos media pensei que um bilião fosse 109 e que 1012 fosse um trilião, mas tendo lido os textos acima chego à conclusão de que estava completamente errado, mas surge outra dúvida: no lugar em que vocês chamam mil milhões, não há um número (porquê?), quando deveria existir, pois dizemos "mil" e não "mil uns"; dizemos "um milhão" e não "mil mils"; então porque dizer "mil milhões"? Tem que haver um nome para esse número! O meu colega diz que se chama o "milhar" (milliard), que até hoje sempre pensei que fosse a mesma designação do mil (mil milhões = um milhar de milhão), mas pelos vistos não é assim. Concordam que:

1000.000.000 - um milhar -

10.000.000.000 - dez milhares -

100.000.000.000 - cem milhares -

? Fica aqui a dúvida, mas é o que me parece mais plausível.

Luís Rela


Luís, por "milhar" tu pretendes traduzir "milliard"? E por "milhares" tencionas indicar o plural? No Brasil isso não é possível! "Milhar" já é referência a 1.000 unidades, e o plural segue a mesma lógica: 1.000 = um milhar (ou um milheiro); 2.000 = dois milhares (ou dois milheiros); 10.000 = dez milhares (ou dez milheiros). Vocabulário absolutamente consolidado, "imexível"! (Biochip)

No Brasil[editar código-fonte]

Caríssimos, no Brasil esta discussão simplesmente não existe. A forma brasileira de contar está absolutamente consolidada e é a seguinte:

1.000 mil

1.000.000 milhão

1.000.000.000 bilhão

1.000.000.000.000 trilhão

1.000.000.000.000.000 quaquilhão ou quatrilhão

1.000.000.000.000.000.000 quinquilhão ou quintilhão

Daí pra diante eu não sei porque nunca tive tanta grana no bolso. :-P

Biochip - bio1968@ig.com.br

Em Portugal essa discussão também não deveria existir, tal como não se deveria usar "K" maiúsculo para o prefixo SI "quilo" (como para quilograma e quilómetro), mas sim "k" minúsculo; aparentemente alguém se esqueceu de dizer estas coisas às pessoas quando eram pequenas.

A nomenclatura de grandes números está fixada na 9ª CGPM (Conferência Geral de Pesos e Medidas) para os países europeus (não é uma questão de língua) e, especificamente para Portugal, pela Norma Portuguesa NP-18 (IPQ) que a instancia legalmente para Portugal. Assim, no Brasil e EUA é como diz o BioChip; e em Portugal usa-se bilião, trilião, quatrilião, etc., e não bilhão, trilhão, etc.:


Numérico, Em Portugal, no Brasil:
10^3: milhar, milhar
10^6: milhão, milhão
10^9: milhar de milhão, bilhão
10^12: bilião, trilhão
10^15: milhar de bilião, quatrilhão
10^18: trilião, quintilhão
etc.

(Uma tabela aqui tinha dado jeito...)

Uma fonte mais acessível que as indicadas acimas (as Normas Portuguesas são vendidas pelo IPQ) pode ser Almeida G, Sistema Internacional de Unidades, Plátano Ed., Lisboa, 1988.

Em Portugal, e como dito acima, as noções equívocas bilião/milhar de milhões surgiram a público quando os media fizeram a tradução à letra das notícias sobre a população mundial ter atingido os seis biliões (six billions em Inglês dos EUA) quando, na realidade, atingiu seis mil milhões. Não existe um único bilião de pessoas à superfície da Terra, ainda faltam 994 milhares de milhões de pessoas para isso. Os media corrigiram esse erro em algumas semanas (o que nunca fizeram com a origem do terceiro milénio, que festa é festa).

Fusão[editar código-fonte]

Não vejo o que este artigo possa acrescentar ao Escalas curta e longa. As justificações para as diferenças que se colocam neste artigo estão repetidas em Trilhão e são as mesmas para os termos seguintes. Como houve quem não concordasse com a fusão abro aqui a discussão sobre se valerá a pena manter este artigo. Uma discussão similar de fusão está em Discussão:Trilhão.

Concordo com a fusão

  1. Salgueiro discussão 07:48, 15 Maio 2007 (UTC)

Discordo da fusão

  1. Estes artigos sobre o bilião e trilião devem ser mantidos. Essa é a regra usual para uma enciclopédia e é a usada nas outras wikipedias em outras línguas. O outro artigo completa a informação. Tó campos 10:26, 15 Maio 2007 (UTC)
  2. Jml 11h00min de 4 de Outubro de 2007 (UTC) - Também acho que se deve manter.
  3. Não sei se jé é tarde para opinar, mas creio que o artigo deva ser mantido. Há informações aqui que não constam de Escalas curta e longa, como as propriedades matemáticas. Gabbhhhein? 17h48min de 13 de Fevereiro de 2008 (UTC)
  4. Acho que deve ser mantido por fical mais dificil manter todas as informaçoes deste artigo na fusão.Renato (discussão) 18h54min de 15 de Fevereiro de 2008 (UTC)

Portugueses complicados, hein?[editar código-fonte]

Eu sou brasileiro e fiquei perplexo ao ver pela primeira vez expressões do tipo "mil milhões" ou "mil bilhões". Quanta complicação! Ao ver tal expressão, tive de fazer a conta ( 1.000 X 1.000.000.000) para ver, afinal, de quanto se tratava. Por que dizer 'mil milhões' (ou mil miliões, sei lá como vocês escrevem),se é possível expressar tudo numa única palavra???


Aliás, está na hora dos portugueses abraçarem as formas utilizadas aqui no Brasil.Ficam dizendo que na África se fala português de Portugal, que Portugal é o berço da língua... Não interessa! Mesmo somando os falantes portugueses e africanos, os falantes brasileiros são muito mais numerosos. O Brasil é, de longe, muito mais importante economicamente e politicamente do que Portugal. Comparem o PIB de ambos os países. Não esquecendo que a supremacia política e econômica acaba, por efeito, se estendendo à língua. Lembrem-se do exemplo americano.


Além disso, um maior número de falantes significa também maior influência e autoridade sobre a língua. Sendo assim, o Brasil exerce atualmente a liderança mundial no que se refere ao uso da língua portuguesa. Aqui no Brasil, ao fazer cursos de Inglês, na maioria das vezes aprendemos o Inglês americano, não o britânico, tendo em vista a supremacia dos americanos. Do mesmo modo ocorre com o português, o qual na maior parte do mundo é ensinado em sua forma brasileira (dada a supremacia do Brasil). Rendam-se, portugueses, o Brasil está na frente na corrida econômica, política, tecnológica e linguística !

Colegas portugueses, ignorem o texto acima, que parece ter sido escrito por alguém que desconhece outras realidades e deseja que todos usem apenas a sua. Não que eu, enquanto brasileiro, vá aceitar chamar bilhão de "mil milhões" e trilhão de "bilião" (usos completamente desconhecidos no Brasil, podem crer). Mas num mundo heterogêneo, decência e respeito têm um único significado: saber conviver com as diferenças de forma tolerante.
Quanto à fusão do artigo, não creio que deva ser feita. Reescrever o artigo inspirando-se no conteúdo da Wikipédia anglófona e adaptando-a à realidade lusófona parece-me uma medida muito mais acertada. Fasouzafreitas (discussão) 18h50min de 4 de agosto de 2009 (UTC)

Bilhão não é uma palavra pt_PT que signifique bilha grande. Não existe nos dicionários pt_PT. Pode ser é um neologismo.

Na realidade a escala longa é mais simples[editar código-fonte]

Escala longa (Portugal):

  • 1 Bilião × 1 Bilião = 1 Quatrilião
  • 1 Milhão10 = 1 Decilião = 1060
  • 1 Decilião10 = 1 Centilião = 10600
  • 1 Centilião10 = 1 Miliatilião = 106000
  • 1 Miliatilião1000 = 1 Miliamiliatilião = 106000000
  • 2(1 Octilião) = 1 Quatrilião
  • 10√(1 Centilião) = 1 Decilião

Escala curta (Brasil):

  • 1 Bilião × 1 Bilião = 1 Quintilião
  • 1 Milhão10 = 1 Novendecilião = 1060
  • 1 Decilião10 = 1 Cennoventilião = 10330
  • 1 Centilião10 = 1 Milianoventilião = 103030
  • 1 Miliatilião1000 = Miliamilianonaginnoventilião = 103003000
  • 2(1 Octilião) ≈ 31.623 Triliões
  • 10√(1 Centilião) ≈ 1.995 Noniliões

Portugueses e Europeus complicados? Ou mais coerentes?[editar código-fonte]

Portugal segue a regra usada na quase totalidade dos países europeus, da longa escala 10^12, quem está mais correcto ou não é opinião de cada um, no entanto todas as regras dos países europeus desenvolvidos das mais modernas economias do mundo usam o termo longo como em Portugal.

A palavra bilião(ou bilhão), foi usada pela primeira vez pelo matemático Jehan Adam em 1475, e novamente reforçada em 1484 pelo matemático Nicolas Chuquet, originalmente para representar 10^12. Mantido pela grande maioria dos países europeus, conhecidos pela sua coerência e seriedade nos mais vastos campos ciêntificos e culturais.

O Brasil, usa o termo usado em Itália de onde o foi buscar, assim como palavras tipo "Prefeitura", que são puramente italianas. O Brasil é um país multi-cultural que a vários níveis é uma vantagem, no entanto faz com que não existam termos e definições coerentes no seu contexto geral. Apesar de no século 17 a Itália começar a usar a escala curta de 10^9, e daí por posicionamento histórico o Brasil ter abraçado a mesma, esta Itália dos dias modernos, em 1994, indicou oficialmente como usando a escala longa, para não haverem mais dúvidas, e desde então o bilião/bilhão de Itália passou a ser também definitivamente da longa escala 10^12.


Um americano pergunta sobre a África[editar código-fonte]

A noção americana começa pelo milhar, multiplicando por mil para cada augmentação. Os europeus nem tocam no assunto do milhar, decerto por ser demasiado vil. Demorou, mas o Império caiu das Américas onde floresceu o monroismo. Porém, do outro lado do oceano, Angola, Moçambique, Príncipe-São Tomé e Cabo Verde - até mesmo Madeira e os Açores - são para nós mais misteriosos. Lembro dos anos 80 onde UNITA disputava com outras sopas de letrinhas a libertação de Angola do "jugo" colonial. Acho válido perguntar se existe bilião com sentido diferente de bilhão dentro do português africano e atlântico - eles respondendo por conta própria, sem presunção nem interpretação europeia - sobre essa questão de quantos zeros querem usar. Tradutor (discussão) 05h18min de 13 de fevereiro de 2011 (UTC)

Normalização dos artigos na Wikipédia[editar código-fonte]

Depois de ler toda a discussão acima fiquei com a opinião que já tinha: as duas formas estão correctas, devendo ser usadas dentro do seu contexto -- um bilião no português europeu, significando 1012 e um bilhão no português do Brasil, significando 109.

Isso levanta, no entanto, um problema. Como a Wikipédia em português é para os falantes das duas variantes da nossa língua, irá haver uns artigos com uma nomenclatura e outros com outra, podendo criar a confusão em leitores menos informados sobre esta diferença. Assim, a minha proposta é criar uma normalização nos artigos da Wikipédia em português, abolindo por completo as duas designações e substituindo-as pelo número equivalente, em notação normal ou científica. Exemplo:

Antes: a população atingiu ou seis bilhões de pessoas
Depois: a população atingiu os 6.000.000.000 de pessoas

ou

Antes: a população atingiu os seis mil milhões de pessoas
Depois: a população atingiu as 6x109 pessoas

Assim seria correcto nas duas escalas e, portanto, mais preciso e universal, apesar de provavelmente menos conforme com as regras de escrita.

Que horror, doze anos sem notas![editar código-fonte]

Como é que pode um artigo ficar doze anos sem nenhuma nota? Albmont (discussão) 17h49min de 29 de janeiro de 2013 (UTC)

Caro, o artigo Bilhão aquando da minha edição era este, por isso, o que é esse seu preste atenção aqui? Preste atenção você e não se esqueça que justificou a sua primeira edição de hoje de maneira diferente de esta agora... -- L'Éclipse [msg] 12h34min de 15 de março de 2013 (UTC)

Número, desambiguação, ou o quê?[editar código-fonte]

Precisamos resolver a que artigos este deve estar ligado: d:Wikidata:Interwiki conflicts#Q16021/Q862978/Q6477791/Q725503. Helder 14h41min de 18 de março de 2013 (UTC)

milhar de milhão[editar código-fonte]

Engraçado Sou portuguesa há muuuitos anos e não sabia que nós dizíamos 1 milhar de milhão! É novidade. Sempre dissemos 1 bilhão. Deve ser novidade. Vivendo e aprendendo... DocElisa 15h47min de 30 de março de 2013 (UTC)

É portuguesa mas usa expressões como "bilhão"?? É que em Portugal usa-se bilião! E sim em Portugal segue-se e sempre se seguiu a norma europeia (igual a todos os países europeus com excepção de Reino Unido e Irlanda) em que se usa milhares de milhões. Quem não conhece em Portugal, por exemplo, o anunciado corte de 4 mil milhões na despesa pública?