Discussão:Diabo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


Filing cabinet icon.svg Arquivo: 1

Etimologia[editar código-fonte]

O grego koiné surgiu no final do período do grego antigo e é o dialeto do Novo Testamento, e quanto ao seu significado, a palavra grega diábolos (que no grego moderno é diávolos), deriva do verbo διαβάλλω (diaballō) que significa "acusar". Luizdl (discussão) 23h00min de 1 de janeiro de 2010 (UTC)

É preciosismo demais especificar na primeira linha do artigo de qual fase do grego antigo a palavra vem - afinal o koiné não passa disso, uma das fases pela qual passou o grego antigo, não representando por si só uma das divisões do grego (arcaico, antigo, medieval, moderno). Aliás basta ver a primeira linha do artigo Língua grega antiga, e o parágrafo inicial do artigo na wiki-en (Ancient Greek). RafaAzevedo msg 23h03min de 1 de janeiro de 2010 (UTC)

O problema daquelas traduções é que, por se tratar de etimologia, supõe-se que devemos utilizar o significado original, já o significado em português deveria ser especificado de outra forma ao invés de especificar na etimologia, pois o Houaiss é um dicionário de língua portuguesa e não de língua grega. Luizdl (discussão) 23h30min de 1 de janeiro de 2010 (UTC)

O fato dele ser um dicionário de português nada tem a ver, já que a informação contida na seção "Etimologia" do verbete citado veio obviamente ou de um dicionário de grego ou de um tradutor que conhecia o idioma. Seguramente é mais fiável, como fonte para uma enciclopédia lusófona, que um "Online Etymology Dictionary". RafaAzevedo msg 23h32min de 1 de janeiro de 2010 (UTC)

Mas isto se trada de significado etimológico, na Wiki grega por exemplo diz que diabolos significa diavállon ou sykofántis (acusador, caluniador), e não fala nada de "é quem da medo" ou algo parecido, veja http://el.wikipedia.org/wiki/Διάβολος

Διάβολος, που σημαίνει «ο διαβάλλων, συκοφάντης», είναι όνομα που χρησιμοποιείται στην Αγία Γραφή για να προσδιοριστεί ο αρχηγός των πονηρών πνευμάτων. Αναφέρεται και ως Σατανάς, όρος εβραϊκής προέλευσης που σημαίνει «εναντιούμενος, ανθιστάμενος». Αποκαλείται έτσι καθώς περιγράφεται ότι έχει στραφεί ενάντια στον Θεό και στο θέλημά Του, προσπαθώντας να εξαπατήσει και να θέσει υπό τον έλεγχό του την ανθρωπότητα.

--Luizdl (discussão) 23h42min de 1 de janeiro de 2010 (UTC)

Proteção[editar código-fonte]

Proteção feita para impedir que a guerra de edições continue a ser travada. A informação foi alterada sem que novas fontes fiáveis fossem apresentadas, o que faz com que o verbete passe a não cumprir o princípio da verificabilidade que rege o projeto. A edição anterior, pelo contrário, as citava (verifiquei apenas a referência online e, realmente, ela confirma a informação). Peço que usem esta página para dar prosseguimento às discussões. Bisbis msg 23h57min de 4 de janeiro de 2010 (UTC)

Bisbis, como eu dissera a pouco em tua página de discussão, eu entendo que o Rafa é um ótimo editor, mas no assunto em questão é bom ver ambos os lados da história:

O conteúdo revertido fala sobre a etimologia da palavra "diabo", dizendo que vem do termo grego "diabolos" que significa "caluniador" ou "acusador", porém o Rafa insiste em substituir o termo pelo significado adquirido na "língua portuguesa" dizendo que "diabo" significa que "é que dá temor", segundo o dicionário de português Houaiss, porém isto é inviável porque o termo em questão não é a palavra portuguesa "diabo", mas a grega "diabolos", e apesar de já ter sido explicado na página de discussão, a guerra continuou a ponto de ele quebrar uma das regras da Wikipédia lusófona, a das wikipedia:Regra das três reversões em menos de 24hrs.

  1. Revisão às 01:10, 4 de janeiro de 2010
  2. Revisão às 21:35, 4 de janeiro de 2010
  3. Revisão às 21:48, 4 de janeiro de 2010

--Luizdl (discussão) 00h22min de 5 de janeiro de 2010 (UTC)

Agradeço a rápida intervenção do Bisbis. Corrigindo a informação dada acima pelo Luizdl: eu não "substituí" nada, apenas acrescentei informação, ao contrário do editor, que removeu não só o conteúdo referenciado como a própria referência (!); e não acrescentei o conteúdo do verbete "diabo" (isto seria puro nonsense), mas sim a seção do verbete que mostra a etimologia da palavra, como pode ser facilmente constatado mediante consulta ao mesmo (inclusive em sua versão online). Acrescento ainda que a R3R não é uma regra, infelizmente, na Wikipédia lusófona (a comunidade a recusou nas duas vezes em que se tentou implementá-la, recusando até mesmo transformá-la em recomendação). RafaAzevedo msg 00h27min de 5 de janeiro de 2010 (UTC)

Certo, mas você tinha me dado a entender que você pegara um dicionário de português para especificar o significado de "diábolos", você poderia ter avisado quando eu reverti dizendo que "o significado tem que ser etimológico", pois evitaria a guerra de reversões, eu conferi a sua fonte, eu baixei a versão software do Houaiss via torrent e instalei aqui no meu Linux (via Wine), e realmente o Houaiss possui uma seção de etimologia dizendo que originalmente em grego também pode significar "o que dá temor", e eu queira ou não tenho que considerar esta fonte.

Quanto ao uso do termo "grego koiné" ao invés de "grego antigo", ou nós especificamos qual grego é, ou simplesmente dizemos que vem do grego, conforme as duas fontes afirmam, mas dizer que veio do "grego antigo" além de ficar muito vago, pode facilmente ser confundido com o período da língua chamada de "grego antigo", que é um período anterior ao do koiné, o koiné data-se em cerca de 300 AC até 300 DC, e é a língua na qual foi escrita o Novo Testamento, é inviável usar o termo "grego antigo" se esta variação da língua é de um período anterior ao do koiné, é preferível dizer apenas que veio do grego assim como as duas fontes dizem, do que dizer veio do grego antigo. Luizdl (discussão) 04h47min de 5 de janeiro de 2010 (UTC)

Veja o artigo História da língua grega, o koiné e o grego antigo são tratados de forma separadas, por isso é inviável simplesmente incluir o koiné no grego antigo nesta especificação.Luizdl (discussão) 04h56min de 5 de janeiro de 2010 (UTC)

Como você não argumentou mais nada a respeito dos termos "koiné" e "grego antigo", eu mudarei pra koiné pelos motivos citados acima. Luizdl (discussão) 13h47min de 6 de janeiro de 2010 (UTC)

Não "argumentei" mais nada porque os argumentos já foram dados, e você não os respondeu satisfatoriamente. Portanto, reverti novamente sua alteração; se insistir pedirei novamente a proteção da página, o que, creio, não é uma alternativa interessante para nenhum de nós. RafaAzevedo msg 16h58min de 6 de janeiro de 2010 (UTC)
Então por que que não colocamos apenas que veio do grego? Luizdl (discussão) 18h15min de 6 de janeiro de 2010 (UTC)
Concordo, é uma boa alternativa. RafaAzevedo msg 18h19min de 6 de janeiro de 2010 (UTC)

Belzebu[editar código-fonte]

Tendo em conta que Belzebu redireciona para aqui (o que está de acordo com o sentido que julgo mais comum de Belzebu), não deveria haver uma menção a Beelzebuth? --Stegop (discussão) 01h37min de 26 de setembro de 2010 (UTC)

Um questionamento:[editar código-fonte]

Qual a diferença entre diabo e demônio? João bonomo (discussão) 19h37min de 29 de julho de 2013 (UTC)

De onde veio a seção História?[editar código-fonte]

Está imensa, sem fonte e muito duvidosa. Segue trecho: "a figura de Satã é desnecessária, afinal, Javé é responsável pelo mal. (...)"O cristianismo, nos seus séculos iniciais, cumpriu o papel de redefinir os agentes sociais a serem demonizados. Já é possível identificar no Evangelho de Mateus uma estratégia de demonização por parte do cristianismo." ??? Iniciando tradução da Wikipédia inglesa imediatamente. Não está uma maravilha, mas está melhor. Theys York (discussão) 21h17min de 16 de julho de 2016 (UTC)