Discussão:Igreja Cristã Maranata

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Solução radical[editar código-fonte]

Este artigo tem seis avisos de manutenção, tem um longo histórico de reversões e proteções e parece não estar evoluindo bem: no momento, há longos trechos sem fontes ou com fontes primárias (a própria insituição, pessoas ligadas a ela, interpretações da Bíblia etc), são citadas declarações em rádio. Minha sugestão é recomeçar a redação com conteúdo mínimo, porém dentro dos critérios e, assim, deixamos artigo crescer de forma saudável. Lechatjaune msg 21h55min de 6 de junho de 2021 (UTC)

@Lechatjaune: A maior parte do conteúdo sem fontes confiáveis e/ou fora do escopo já foi removido. Ainda falta rever os tópicos restantes, mas já está muito mais enciclopédico do que antes. ━ ALBERTOLEONCIO Who, me? 00h20min de 7 de junho de 2021 (UTC)
@Albertoleoncio:, fiz uma série de alterações ao verbete e pelo menos a introdução está referenciada. Baixei o nível de proteção com a esperança de outros editores se aproximaram para melhorar o conteúdo. Lechatjaune msg 00h36min de 8 de junho de 2021 (UTC)

@Daniel Silva Mendanha, Velas de Sábado, Marcel do Val, Contandoverdades, Antonio Garanhuns e Giordano Ferrara: Fiz uma série de ajuste ao texto e removi os avisos de manutenção, mas ainda há diversos problemas no verbete, sobretudo em relação à verificabilide, por exemplo:

  • Várias passagens estão marcadas como {{carece de fontes}}
  • Há apenas três referências acadêmicas, sendo uma tese sobre as Assembleias de Deus (Alencar, 2012), usada apenas para indicar contagem de membresia, um resumo publico em periódico desconhecido (Chung, Batista & Bodart 2000.).
  • Quase todo o texto está escrito com base no site da instituição e publicações promocionais em periódicos, isto é, fontes primárias. Use referências com {{Sfn}} justamente para termos uma avaliação da qualidade das fontes.
  • Os artigos de imprensa servam basicamente para referenciar os processos judiciais.
  • As referências Brinco (2003) e Gueiros (2020) são inacessíveis: um livro de autopublicação que não encontrei e um culto cujo registro também desconheço.

Eu baixei o nível de proteção para o nível de autoconfirmado e torço que o conteúdo evolua com qualidade. Lechatjaune msg 23h46min de 9 de junho de 2021 (UTC)

Eu dispunha do link do livro do Dr. Joel Brinco. Tão logo o encontre, tornarei a citá-lo, todavia juntamente com o endereço virtual da obra, uma vez que não é de fácil acesso para consumo. Quanto à obra do Sr. Gedelti Gueiros, creio que por estar disponível ao público poderia ser citada como de costume noutras páginas que citam livros. De qualquer forma, buscarei narrar a história da instituição buscando outros pontos de vista para que evitemos tanto que a página se torne um convite à entrada na instituição, como parecia meses atrás, quanto que se torne um “blog” de críticas. Sobre as características doutrinárias da instituição, entendo que suas próprias fontes são válidas para que saibamos o que ela pensa sobre si própria. Infelizmente há mais conteúdo sobre ela produzido pela própria Maranata do que por artigos verdadeiramente científicos. Pelo menos não encontrei quase nada no “Google Acadêmico”. De toda forma, reitero meu compromisso e minha disposição em fazer com que a página passe a fluir da melhor forma, renovando minhas saudações e estima a todos os editores. Velas de Sábado (discussão) 07h55min de 10 de junho de 2021 (UTC)