Discussão:Poder Executivo do Brasil

O conteúdo da página não é suportado noutras línguas.
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

O texto copiado do Almanaque Abril 2007 foi substituído pelo do livro Conjuntura Atual de OSPB, de autoria de Gleuso Damasceno Duarte. Eu decidi não usar mais o texto do Almanaque Abril 2007, porque a Editora Abril tem direitos reservados sobre esta obra, pois a Wikipédia é uma enciclopédia e o Almanaque Abril é outra. Se algum usuário desta Wikipédia transcrever textos do Almanaque Abril 2007 pode cometer uma violação de direitos autorais conforme manda a Lei Federal nº 9.610, de 19 de fevereiro de 1998 e estará sujeito à prisão, mas não sei quantos anos isso dura. --Deyvid Aleksandr Raffo Setti (discussão) 17h34min de 15 de Outubro de 2008 (UTC)

Inconsistência[editar código-fonte]

A estruturação desse artigo dá a entender que o Brasil tem apenas Três Poderes que se ramificam entre os entes federados, o que é incorreto. Passa-se uma falsa ideia de "Poder Executivo uno" entre as três esferas federativas, coisa impensável. Algo do gênero, segundo o STF, só ocorre com o Poder Judiciário -- e, ainda assim, sob muita polêmica doutrinária.

Na verdade cada ente político tem o seu Poder Executivo, que não guardam vinculações entre si. Além do mais, do artigo depreende-se incorretamente que o MP integra o Executivo, questão superada desde a promulgação da CF/88. Se não ocorrerem manifestações contrárias, efetuarei profundas mudanças nesse artigo. Salles Nt 18h28min de 22 de janeiro de 2013 (UTC)Responder[responder]

Tendo em vista a inconsistência apontada no tópico antecedente, acredito que já poderia ser sanada em um importante aspecto se renomeado o verbete para Poder Executivo no Brasil. O atual título Poder Executivo do Brasil induz a pensar que só haveria um Poder Executivo no Brasil, ou que o verbete trataria do Poder Executivo federal apenas. Max51diga! 04h51min de 24 de julho de 2013 (UTC)Responder[responder]